terça-feira, 28 de julho de 2015

DEFINIDA EQUIPE DE MARATONAS PARA O RIO 2016 ANA MARCELA CUNHA É BRONZE E POLIANA OKIMOTO É SEXTO EM KAZAN


Texto e Foto: CBDA/Divulgação28/07/2015 08:59:05
Kazan/RUS - Alívio foi a palavra usada por todos. Ana Marcela Cunha (1h58m26s5) ganhou o bronze,  Poliana Okimoto (1h58m28s8) ficou em sexto na prova de 10km das maratonas aquáticas no Mundial de Kazan, e os resultados além de manter o país no topo da modalidade garantem as duas nos Jogos Olímpicos de 2016. Elas e Allan do Carmo, que conseguiu a classificação no dia anterior, formam o time nacional da modalidade que representará o esporte em casa. Em Kazan, a francesa Aurelie Muller (1h58m04s3) ficou com o ouro e a holandesa Sharon Van Rouwendaal (1h58m06s7), com a prata.
- Não são quatro anos treinando. São sete porque em 2011 eu fiquei em 11º lugar e fora dos Jogos de Londres por uma posição. Estou muito feliz - desabafou. Somente o Brasil conquistou duas vagas para as Olimpíadas do Rio de Janeiro. A medalhista de prata em Pequim, na estreia da modalidade em Jogos Olímpicos, Keri-Anne Payne, da Grã-Bretanha, ficou de fora nesta primeira oportunidade. Ela terminou em 15º lugar. Assim como a veterana alemã, Angela Maurer, que ficou em 23º, embora seu país tenha garantido uma vaga entre os 10, com Isabelle Harle, 7ª colocada. E ainda a campeã do Pan de Guadalajara/2011, a argentina Cecília Biagioli (17ª); e as medalhistas de prata e bronze no Pan de Toronto, a venezuelana Paola Perez e a equatoriana Samantha Arevalo, 39ª e 12ª em Kazan. As atuais campeã e vice-campeã olímpica - a húngara Eva Risztov e a americana Haley Anderson - garantiram as duas últimas vagas diretas para os Jogos de 2016 ao terminaram em 10º e 9º, respectivamente.

Ana Marcela surgiu para a maratona aquática aos 13 anos, em 2005,  quando foi ao pódio da Travessia dos Fortes, em Copacabana. A partir daí a menina baiana nunca mais saiu do topo do esporte no país e em pouco tempo, do mundo. Em 2008 foi aos Jogos de Pequim e entrou para a história dos esportes aquáticos brasileiros em Olimpíadas pelo quinto lugar conquistado apenas por Piedade Coutinho em 1936 e Joanna Maranhão, em 2004. Os melhores resultados femininos na água até então.
- Eu estive no pódio em todas as últimas onze provas internacionais de 10 km. Oito etapas da Copa do Mundo em 2014, mais as duas etapas deste ano e a prova de hoje. Em 2011 ouvi comentários que diziam que eu estava toda hora no pódio das Copas do Mundo, mas fiquei fora da Olimpíada. É um alívio muito grande. A meta agora é brigar por uma medalha também nos Jogos Olímpicos em casa - disse.
Só o Brasil terá duas atletas na prova feminina em 2016, pois Poliana Okimoto, campeã na edição de 2013, desta vez terminou na sexta colocação. O principal objetivo de todos no Mundial este ano, para além da medalha era principalmente a classificação olímpica e ela conseguiu. 
- Estou super aliviada! Claro que queríamos uma medalha e ficou muito próxima. A briga pelo bronze foi na batida de mão, mas conseguimos colocar as duas nos Jogos Olímpicos, nadando bem e brigando por medalha. Foi uma prova boa e acho que a última alimentação pode ter me prejudicado para a última volta. A pressão era muito grande para chegar entre os dez. Esse nervosismo pode ajudar a nos manter concentrada e hoje foi um teste muito bom, ou seja, passar pela pressão de conseguir uma vaga para nadar uma Olimpíada. Passamos com louvor - comentou Poliana Okimoto.


Segundo as regras da Federação Internacional para ingresso nos Jogos Olímpicos, os 10 primeiros países no Mundial dos Esportes Aquáticos do ano anterior têm vagas garantidas. Esta é a única chance para que uma nação tenha dois representantes na prova e a regra vale também para o país sede das Olimpíadas. O Brasil possui apenas uma vaga na prova masculina e outra na feminina. Para ter dois nadadores estes lugares precisariam  ter sido conquistados no Mundial da Rússia e, no caso feminino, foram.
Ana Marcela volta ao rio Kazanka na quinta-feira, 30/07, para nadar a prova por equipes. Estarão com ela Allan do Carmo e Diogo Villarinho.
- Por ser uma prova de equipe estão todos representando o Brasil, o que acaba dando mais gás na prova, mas é preciso bastante estratégia. Tudo tem que ser bem sincronizado. O que conta é o tempo do terceiro que chega. Vamos combinar qual será a tática e todas as opiniões são importantes. Temos que fazer o melhor para o Brasil - explicou.
Na prova por equipes três nadadores disputam um percurso de cinco quilômetros. Eles caem na água juntos e o tempo que vale para a colocação é o do último a chegar. As equipes mais velozes vencem. Os países são livres para montar sua estratégia desde que tenham ao menos uma mulher.
- Temos dois dias para pensar nessa prova e eu tenho mais dois para os 25 quilômetros - finalizou.
Sim, ela vai nadar a prova mais longa da competição, no dia 1/08, de onde tirou um ouro em 2011 e um quinto lugar no Mundial de 2013.
Delegação brasileira
Atletas: Allan do Carmo, Ana Marcela Cunha, Betina Lorscheitter, Carolina Bilich, Diogo Villarinho, Poliana Okimoto, Samuel de Bona e Victor Colonese.
Treinadores: Carlos Rogério Arapiraca, Eduardo Santos, Fernando Possenti e Ricardo Cintra. Médico: José Juan Blanco. Fisioterapeuta: Arivan Gomes. Nutricionista: Marcela Amar. Chefe de equipe: Igor de Souza

Programação de Maratonas Aquáticas

Dia 30/07 – Quinta-feira
12h (6h) – 5km Equipes – Brasil (Ana Marcela Cunha, Allan do Carmo e Diogo Villarinho)
Dia 01/08 – Sábado
8h (2h) – 25 km – Ana Marcela Cunha, Poliana Okimoto, Allan do Carmo e Diogo Villarinho
Histórico de medalhas do Brasil
Roma 2009 – Bronze – 5 km feminino – Poliana Okimoto
Xangai 2011 – Ouro – 25km feminino – Ana Marcela Cunha
Barcelona 2013 – Ouro – Poliana Okimoto – 10km
Barcelona 2013 – Prata - Poliana Okimoto – 5km
Barcelona 2013 – Prata – Ana Marcela Cunha – 10 km
Barcelona 2013 – Bronze – Ana Marcela – 5km
Barcelona 2013 – Bronze – Allan do Carmo, Poliana Okimoto, Samuel de Bona – Prova de Equipe 5km
Kazan 2015 - Bronze - Ana Marcela Cunha - 10 km
Eliana Alves / Mariana de Sá




O QUE ACONTECE DE NOTÍCIA NO MUNDO DOS ESPORTES AQUÁTICOS VOCÊ LÊ PRIMEIRO AQUI - BLOG FRANCISSWIM 320.000 VISUALIZAÇÕES / MÊS NA WEB

http://www.kickante.com.br/campanhas/blog-francisswim-esportes-aquaticos




















Nenhum comentário: