quinta-feira, 24 de abril de 2014

Troféu Maria Lenk: Segundo dia de provas tem Samuel de Bona em oitavo.


O segundo dia de Maria Lenk não foi de fortes emoções para o Grêmio Náutico União, como foi o dia de abertura da competição. De fora das finais do dia, o Clube teve como seu melhor resultado um positivo oitavo lugar conquistado por Samuel De Bona nos 1500 metros nado livre. Surpreso, de uma forma positiva, o nadador especialista em águas abertas – Samuel ainda irá nadar os 5km, novidade da competição em 2014 – não acreditava em estar entre os melhores da prova. “Fiquei feliz com o resultado. Estamos participando de muitas provas longas nessa temporada de águas abertas, então estar entre os 8 na piscina, já está bom.”, afirmou De Bona

Assessoria de Comunicação Grêmio Náutico União
foto Félix Zucco facebook Samuel de Bona

Troféu Maria Lenk no Terceiro dia, três medalhas para o GNU


Um, dois, três. Ouro, prata e bronze. Isso em apenas um dia de Maria Lenk. O terceiro dia da competição mais importante do calendário brasileiro de natação foi excelente para o Grêmio Náutico União. As conquistas desta quarta-feira, somadas a medalha de bronze do primeiro dia, repetem o rendimento do Clube em 2013, mas com mais três dias de disputa pela frente. A empolgação de Graciele Herrmann, a simpatia de Florencia Perotti e o carisma de Viviane Jungblut foram observados nas três subidas ao pódio.
Na prova dos 50 metros livre, grande expectativa Graciele Herrmann, principalmente após estabelecer o novo recorde brasileiro da prova e igualar a marca sul-americana. Graci mostrou que o resultado o tempo conquistado no revezamento não foi por acaso e, com 24s79, três centésimos acima do recorde, terminou na segunda colocação - melhor entre brasileiros, dividindo o pódio com a dinamarquesa Jeanette Olsen, primeira colocada – conquistando, assim, a medalha de ouro. “Eu estou muito feliz. Terceiro 24 que eu consigo. Agora que entrei nessa casa eu não quero sair mais. Venho fazendo uma competição boa, começando o ano bem. É muito proveitoso pra mim, ver que o trabalho no GNU está dando resultados. E considero positivo competir com estrangeiras. A prova fica mais forte e mais empolgante, dá um estímulo muito grande”, assegurou a recordista sul-americana.
Viviane Jungblut também comemorou, e muito, nos 800 metros livre. Em uma prova que toda a atenção gira em torno do nome de Poliana Okimoto - referência das provas longas no Brasil, a jovem unionista chegou em terceiro lugar, apenas sete segundos atrás da campeã, conquistando a medalha de bronze. Betina Lorscheitter, também do Clube, chegou em sétimo lugar.
Já a argentina Florencia Perotti continuou mostrando sua evolução dos últimos meses. Nos 400 metros medley – borboleta, costas, peito e livre, nesta ordem – segunda colocação, medalha de prata e segunda oportunidade de subir no pódio. A unionista Julia Volkmann também participou da final e terminou a prova em sétimo. No primeiro dia, Perotti ficou com o bronze nos 100 metros costas.
O Grêmio Náutico União também participou das provas de revezamento 4x200 metros livre. No masculino, quarto lugar, e no feminino, quinta colocação, fechando um ótimo dia para o GNU.

Assessoria de Comunicação Grêmio Náutico União
foto satiro sodré

Ouro, prata e bronze Minas TC conquista cinco medalhas no Troféu Maria Lenk, nesta quarta-feira



São Paulo (SP) – O terceiro dia de competição do Troféu Maria Lenk foi de Cesar Cielo, que fez o melhor tempo do ano nos 50m livre (21s39) e ganhou a medalha de ouro na prova. Além da medalha de Cielo, a Fiat/Minas conquistou o ouro no revezamento 4x200m masculino e a prata no feminino. Carolina Bilich garantiu mais uma prata para a equipe e Lorrane Ferreira mais um bronze.
A disputa dos 50m livre, uma das mais aguardadas da competição, foi emocionante e acabou com a vitória de Cesar Cielo, campeão olímpico e tricampeão mundial na prova. Cielo fez o melhor tempo do ano (21s39) e um dos melhores de sua carreira. Nadando com uma touca em homenagem a uma campanha do Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (GRAACC), o minastenista ficou feliz com o seu resultado.
“Para ser sincero a sensação dentro da piscina não estava boa não, achei que fosse fazer o mesmo tempo da manhã, quando eu bati foi uma surpresa mesmo. Queria fazer o melhor tempo do ano e quase fiz o melhor da minha carreira. Estou feliz e satisfeito com o meu resultado, é bom para mostrar que continuo nadando bem. Acredito que estou melhor do que no Mundial do ano passado”, afirmou Cielo.
Felipe Martins ainda terminou a prova em quinto lugar (22s43) e Fernando Silva em oitavo (22s63). Nos 50m livre feminino, Lorrane Ferreira chegou em quinto lugar, mas recebeu a medalha de bronze, pois a dinamarquesa Jeanette Ottesen Gray terminou em primeiro e a holandesa Inge Dekker ficou em quarto.
As disputas dos revezamentos 4x200m livre feminino e masculino também foram emocionantes. A Fiat/Minas levou o ouro no masculino com Nicolas Oliveira, Miguel Valente, Giuliano Rocco e Marcos Ferrari, e a prata no feminino com Manuella Lyrio, Inge Dekker, Carolina Bilich e Maria Paula Heitmann.
Maria Paula Heitmann, de 15 anos, disputa seu primeiro Troféu Maria Lenk e teve um ótimo desempenho no revezamento. A jovem nadadora fechou a prova e garantiu uma medalha para a equipe. “Foi uma experiência muito boa, fiquei nervosa por nadar ao lado das melhores nadadoras. Quando soube que ia nadar o revezamento fiquei muito feliz e agora estou mais ainda pela medalha”.
A outra medalha de prata da Fiat/Minas veio com Carolina Bilich nos 800m livre (8m47s73). Nos 400m medley, Giuliano Rocco terminou em quarto (4m25s34) e Vinicius Lanza em sétimo lugar (4m31s01).
A jornalista Débora Sampaio e o fotógrafo Orlando Bento, da Assessoria de Comunicação do Minas Tênis Clube, acompanham a equipe Fiat/Minas durante a disputa do Troféu Maria Lenk, em São Paulo (SP). O telefone para contato é: (31) 9758-5586.
A equipe Fiat/Minas faz parte do projeto Olímpico Natação Minas Tênis Clube Rio 2016.
Medalhas da Fiat/Minas
Ouro
Nicolas Oliveira – 200m livre – 1m47s17 – índice para o Pan-Pacífico
Cesar Cielo, Felipe Martins, Fernando Silva e Giovane Constantino – rev. 4x50m livre – 1m27s57
Miguel Valente – 1.500m livre – 15m28s87
Cesar Cielo – 50m livre – 21s39
Nicolas Oliveira, Miguel Valente, Giuliano Rocco e Marcos Ferrari – rev. 4x200m livre – 7m20s05
Prata
Manuella Lyrio – 200m livre – 2m00s94
Inge Dekker, Carolina Bergamaschi, Roberta Albino e Lorrane Ferreira – rev. 4x50m livre – 1m40s56
Juan Pereyra – 1.500m livre – 15m30s42
Renata Sander – 200 m peito – 2m34s07 (terceiro tempo)
Marcos Antônio Macedo – 100m borboleta – 52s76
Inge Dekker – 100m borboleta – 57s60
Carolina Bilich – 800m livre – 8m47s73
Manuella Lyrio, Inge Dekker, Carolina Bilich e Maria Paula Heitmann – rev. 4x200m livre – 8m09s27
Bronze
Manuela Sampaio – 200m peito – 2m35s27 (quarto tempo)
Lorrane Ferreira – 50m livre – 25s34
Programação de provas
Quinta-feira (24/4)
200m borboleta F – Manuella Lyrio e Isabela Azevedo.
200m borboleta M – Leonardo Fim, Raphael Mattioli, Henrique Painhas, Vinicius Lanza, Mauro Fernandes e Lauro Wilson.
100m peito F – Juliana Marin, Renata Sander, Manuela Sampaio, Carolina Bergamaschi e Larissa Simões.
100m peito M – Felipe Lima e João Vitor Thomaz.
50m costas F – Roberta Albino e Tatiana Zago.
50m costas M – Giovane Constantino e Thiago Rosa.
800m livre M – Marcos Ferrari, Lucas Kanieski, Raphael Mattioli, Miguel Valente, Juan Pereyra e Diogo Villarinho.
Sexta-feira (25/4)
200m medley F – Lorrane Ferreira, Renata Sander, Manuela Sampaio e Andressa Cholodovskis.
200m medley M.
50m borboleta F – Inge Dekker, Dandara Mendes e Roberta Albino.
50m borboleta M – Cesar Cielo, Giovane Constantino, Vinicius Lanza, Felipe Martins, Marcos Macedo, Henrique Martins, Lauro Wilson e Ítalo Manzine.
400m livre F – Manuella Lyrio e Carolina Bilich.
400m livre M – Leonardo Fim, Marcos Ferrari, Giuliano Rocco, Raphael Mattioli, Miguel Valente, Henrique Painhas, Lorenzo Saar, Mauro Fernandes, Juan Pereyra, Diogo Villarinho e Guilherme Zavanelli.
Revezamento 4x100m livre F e M.
Sábado (26/4)
100m livre F – Inge Dekker, Dandara Mendes, Roberta Albino, Lorrane Ferreira, Manuella Lyrio, Andressa Cholodovskis, Carolina Bergamaschi e Larissa Simões.
100m livre M – Cesar Cielo, Nicolas Oliveira, Fernando Silva, Felipe Martins, Marcos Macedo, Henrique Martins, Ítalo Manzine e Guilherme Zavaneli.
50m peito F – Juliana Marin, Renata Sander e Carolina Bergamaschi.
50m peito M – Felipe Lima e João Vitor Thomaz.
200m costas F – Tatiana Zago.
200m costas M – Leonardo Fim, Giuliano Rocco e Thiago Rosa.

Revezamento 4x100m medley F e M.
fonte imprensa Minas TC

MINAS TC NO Troféu Maria Lenk



São Paulo (SP) – O terceiro dia de competição do Troféu Maria Lenk foi de Cesar Cielo, que fez o melhor tempo do ano nos 50m livre (21s39) e ganhou a medalha de ouro na prova. Além da medalha de Cielo, a Fiat/Minas conquistou o ouro no revezamento 4x200m masculino e a prata no feminino. Carolina Bilich garantiu mais uma prata para a equipe e Lorrane Ferreira mais um bronze.

Fonte Minas TC


Equipe da Unisanta conquista quatro medalhas no 3° dia do Troféu Maria Lenk. Poliana é destaque com ouro


Equipe santista ainda garantiu medalha de prata no revezamento 4x200m Livre Masculino e bronze nos 400m Medley Feminino e 50m Livre Masculino

São Paulo (SP) – A Universidade Santa Cecília (Unisanta) caprichou no terceiro dia de competição do Troféu Maria Lenk de Natação 2014 e conquistou mais quatro medalhas, sendo uma de ouro, uma de prata e duas de bronze. Com esse desempenho, a equipe santista está na quinta colocação na classificação geral, com 483,50 pontos, e em quarto lugar no quadro de medalhas, com um total de oito. As disputas tiveram início na segunda-feira (21) e terminam no próximo sábado (26), no Parque Aquático do Ibirapuera, em São Paulo.
A campeã mundial de maratona aquática, Poliana Okimoto, conseguiu feito inédito por ter levado sua segunda medalha de ouro nos 800m Livre do Troféu Maria Lenk, com tempo de 8m43s78. A primeira vitória foi há 16 anos, quando o nome da competição ainda era Troféu Brasil e era realizada pela primeira vez no Ibirapuera. Na época a nadadora tinha apenas 15 anos.
“Nado essa prova desde que comecei minha carreira e é por isso que queria muito vencer. Essa vitória tem um gosto mais especial porque mesmo depois de tanto tempo continuo com uma boa performance”, avalia.
Para Fernanda Carobino, que garantiu o terceiro lugar nos 400m Medley com a marca de 4m58s52, o momento também é de muita comemoração, pois foi a primeira vez que ganhou uma medalha num campeonato absoluto. “Estou muito feliz. É meu primeiro passo para ingressar na carreira profissional”.

Uma das provas que mais movimentou o Parque Aquático do Ibirapuera nesta quarta-feira (23) foi os 50m Livre. O motivo era a participação do campeão olímpico César Cielo (Fiat/Minas), que venceu a disputa (21s39). Também subiu no pódio, para receber a medalha de bronze, o atleta da Unisanta Nicholas dos Santos, com tempo de 22s32. “Não foi meu melhor tempo, mas fiquei satisfeito porque não treinei tanto para os 50m Livre, meu foco é o nado borboleta. Mas foi ótimo ter conseguido mais uma medalha para a equipe”, revela.
Os atletas Vinicius Waked, Matheus Santana, Felipe Ribeiro e Thiago Sickert também fizeram bonito no Revezamento 4×200 Livre e ficaram com a prata, ao concluírem a prova com a marca de 7m23s28. A equipe terminou em terceiro lugar, mas a equipe do Corinthians foi desclassificada porque um nadador queimou a largada.

Na Série B, as disputas não valem medalha, mas contam pontos para a classificação geral. Nos 50m Livre, Matheus Santana ficou em primeiro lugar e Vinicius Wakes empatou na quinta colocação. Nos 50m Livre Feminino, Mary Christiano de Souza terminou em sétimo lugar. Já nos 400m Medley, Catarina Ganzeli garantiu o quinto lugar e Jhessica Santos finalizou em sétimo.
Pontuação
Até o momento, a Unisanta ocupa a quinta colocação geral, com 483,50 pontos. O Corinthians segue na liderança, com 1.236,50 pontos; em seguida vem a equipe do Fiat/Minas, com 927 pontos, e em terceiro lugar, o Pinheiros, com 663 pontos. Já no quadro de medalhas, a Unisanta coleciona oito até aqui: três de ouro, uma de prata e quatro de bronze.
Competição
Cerca de 350 nadadores, de 42 agremiações, participam da competição válida como índice para os Jogos Olímpicos da Juventude de Nanjing, Campeonato Pan-Pacífico da Austrália e Sul-Americano Absoluto de Mar del Plata.
A equipe da Unisanta é composta por uma delegação de 43 pessoas, sendo: 30 nadadores, oito treinadores, psicólogo, fisioterapeuta, massoterapeuta, assessor de imprensa e o motorista da delegação, informa Rosa do Carmo José, coordenadora do Departamento de Natação. No ano passado, a equipe santista conquistou a quarta colocação na classificação geral, no Troféu Maria Lenk, que aconteceu no Rio de Janeiro.
Programação de provas desta quinta-feira (24/4)
200m borboleta F – Catarina Ganzeli e Fernanda Carobino.
200m borboleta M – Lucas Salatta e Luca Nunez Serrachioli.
100m peito F – Paula Ornelas Philips, Julia Sebastian e Cassia de Almeida Brito.
100m peito M – Felipe da Silva, Tiago Fernandes, Tales Rocha Cerdeira e Matheus de Misquito.
50m costas F – Marina de Nascimento.
50m costas M – Pedro Franceschi.
800m Livre – Caique Requena Escobar, Luiz Rogério Arapiraca e Victor Colonese.
O programa de provas da competição (eliminatórias às 9h30m e finais às 17h):
Dia 24/4 (5ª feira) = 200m borboleta F e M / 100m peito F e M / 50m costas F e M / 800m livre M
Dia 25/4 (6ª feira) = 200m medley F e M / 50m borboleta F e M / 400m livre F e M / 4x100m livre F e M
Dia 26/4 (sábado) = 100m livre F e M / 50m peito F e M / 200m costas F e M / 4x100m medley F e M
Equipe Natação Unisanta
Nadadores: Mary Christiane de Souza, Nicholas dos Santos, Poliana Okimoto, Pedro Franceschi, Luiz Rogerio Arapiraca, Tales Rocha Cerdeira, Vinicius Rocha Waked, Thiago Magevski Sickert, Lucas Salatta, Victor Hugo Ribeiro Colonese, Caue Paciornik, Tiago Fernandes, Carolina Malavazzi Penteado, Jhessica Karoline Santos, Matheus de Misquito, Mila Esquerdo, Simone Noronha Koehler, Catarina Cucatti Ganzeli, Matheus Santana, Luca Nunez Serrachioli, Vinicius Ferreira, Fernanda Carobino, Marina de Nascimento, Paula Ornelas Philips, Caique Requena Escobar, Felipe Ribeiro de Souza, Cassia de Almeida Brito do Nascimento, Julia Sebastian e Gustavo Luiz Nascimento.
Supervisor técnico: Marcio Latuf
Serviço
Troféu Maria Lenk de Natação 2014
Competição: 21 a 26 de abril
Local: Parque Aquático Caio Pompeu de Toledo, no Conjunto Poliesportivo do Parque Ibirapuera, em São Paulo (SP).
FONTE ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO UNISANTA
E5 Comunicação & Marketing

Emoções do “cinquentinha” dominam as finais de hoje no Maria Lenk


Ninguém respira quando o árbitro libera a largada dos 50m livre. Nem os atletas, nem o público. As finais desta quarta-feira, 23/04, do Campeonato Brasileiro – Troféu Maria Lenk de Natação trarão ao Parque Aquático do Ibirapuera, a partir das 17h00, as emoções de uma das provas mais aguardadas do programa.
O campeão olímpico de Pequim 2008, Cesar Cielo Filho, do Minas Tênis, sairá na raia quatro da decisão (21s79), ladeado por Bruno Fratus (22s09), do Pinheiros, e Fernando Silva (22s60) também do Minas Tênis. No desempate entre João de Lucca, do Pinheiros, e Nicholas Santos, da Unisanta, pelo oitavo lugar das eliminatórias, o segundo levou a melhor com 22s34. Pela regra, apesar da marca ser melhor que a de Fernando Silva, Nicholas entra na final na raia oito.
- Espero nadar um pouco mais rápido hoje à noite e dedicar o resultado a eles (ao Grupo de Apoio ao Adolescente e Criança com Câncer – GRAAC). Agora de manhã foi bom. Não foi excelente. Deu pra dar uma respirada no final, fazer uma chegada um pouco mais displicente. Se sair 21s5 aqui vai ser uma vitória pessoal – disse Cielo.
Na versão feminina do “cinquentinha” Graciele Hermann, do Grêmio Náutico União/RS, depois que provou o gosto de nadar abaixo dos 25 segundos na abertura do revezamento 4x50m livre (24s76), não quer saber de outra coisa. Nas eliminatórias da prova individual desta manhã fez 24s96. Ao lado dela estarão duas nadadoras estrangeiras com o mesmo tempo: A holandesa Inge Dekker, do Minas Tênis, e a dinamarquesa Jeanette Ottensen Gray, do Corinthians, ambas com 25s24. Inge tem três medalhas olímpicas e cinco mundiais e Jeanette também figura na galeria de campeãs mundiais da Federação Internacional de Natação.
- O bom delas estarem aqui (atletas estrangeiras) é que puxam cada vez mais o Campeonato Brasileiro. Quanto mais forte melhor. Naquele finalzinho que tem que dar a raça, você vê que elas estão do lado e aquela energia competitiva ajuda. Nadar na casa dos 24s de novo é muito bom. Estou bem feliz. Estou dando meus melhores tempos – afirmou.
As disputas do dia também terão Thiago Pereira, do Sesi/SP, na prova que lhe deu a medalha prata nos Jogos Olímpicos de Londres 2012: Os 400m livre. Nas eliminatórias os três primeiros se diferenciaram pela batida de mão. Thiago foi o segundo tempo com 4m27s84. Antes dele Gabriel Ogawa (4m27s88), do Pinheiros, e o terceiro tempo foi de Brandonn Almeida, do Corinthians (4m27s88).
Nos 400m medley feminino a húngara Katinka Hosszú, nadando pelo Corinthians, foi o melhor tempo (4m34s91). Katinka foi campeã Mundial nos 200m e 400m medley no Mundial dos Esportes Aquáticos de Barcelona 2013.
O Troféu Maria Lenk de Natação 2014 acontece com recursos dos Correios – Patrocinador Oficial dos Desportos Aquáticos Brasileiros, e ainda do Bradesco/Lei de Incentivo Fiscal, Lei Agnelo/Piva – Governo Federal – Ministério do Esporte, Speedo, Sadia e Universidade Estácio de Sá. Além do apoio do Governo do Estado de São Paulo.
Eliminatórias 3ª Etapa – Melhores Tempos – 23/04/2014
400m Medley Fem – Katinka Hosszú – Corinthians – 4m34s91
400m Medley Masc – Gabriel Ogawa – Pinheiros – 4m27s76
50m Livre Fem – Graciele Hermann – Grêmio Náutico União – 24s96
50m Livre Masc – Cesar Cielo – Minas Tênis – 21s79
800m Livre Fem – Série Fraca – Jessica Moretti – Corinthians – 9m02s13
O programa de provas (eliminatórias às 9h30m e finais às 17h):
Dia 23/4 (4ª feira) = 400m medley F e M / 50m livre F e M / 4x200m livre F e M / 800m livre F
Dia 24/4 (5ª feira) = 200m borboleta F e M / 100m peito F e M / 50m costas F e M / 800m livre M
Dia 25/4 (6ª feira) = 200m medley F e M / 50m borboleta F e M / 400m livre F e M / 4x100m livre F e M
Dia 26/4 (sábado) = 100m livre F e M / 50m peito F e M / 200m costas F e M / 4x100m medley F e M
Eliana Alves/ Souza Santos/ Mariana de Sá
FOTO SATIRO SODRÉ


Cielo e Bruno fazem os dois melhores tempos do mundo em 2014


A disputa de 50m livre não decepcionou quem aguardou ansiosamente pelo seu desfecho. Nas finais da terceira etapa, na noite de quarta-feira, 23/05, Cesar Cielo Filho, do Minas Tênis, e Bruno Fratus, do Pinheiros, protagonizaram um duelo eletrizante que deu ao primeiro 21s39 e ao segundo, 21s45, as duas melhores marcas do planeta este ano. Cielo não perde uma disputa de 50m livre do Campeonato Brasileiro em piscina longa desde 2008.
- Foi bem abaixo do que eu estava esperando. Para ser sincero a sensação na piscina não estava boa não, quando eu bati foi uma surpresa mesmo. Achei que ia sair perto do que eu fiz de manhã. Tomara que a gente siga com essas boas performances pra representar o Brasil lá fora. É bacana fazer as marcas aqui dentro, mas a gente quer as medalhas internacionais. Eu acredito que já estou melhor do que eu estava no Mundial do ano passado. Foi muito bacana. Terceira vez que nado pra 21s3. Agora eu acho que é começar a nadar cada vez mais neste patamar pra começar a baixar.  Estou contente, muito satisfeito. Foi muito melhor do que eu estava esperando – disse Cielo.
Antes o melhor tempo do mundo no ano era do australiano Eamon Sullivan, 21s65, feitos no Campeonato Australiano. Nicholas Santos, da Unisanta, que quase fica fora da final e teve que desempatar com João de Lucca nas eliminatórias da manhã, levou o bronze da prova, com 22s32. Bruno Fratus mudou radicalmente de vida, foi para os Estados Unidos treinar em Auburn e vem mostrando que é seríssimo candidato ao pódio das principais competições do mundo até os Jogos Olímpicos de 2016.
- Era realmente o tempo que eu tinha em mente. É o meu melhor tempo de longe. A última vez que eu dei um resultado expressivo foi nas Olimpíadas, foram quase dois anos sem nadar uma prova em que eu realmente ficasse orgulhoso. Aí você começa a ficar ansioso pelo seu próximo grande resultado. Tive uma operação no ombro, mais de uma mudança de técnico, mudança de país, então a gente fica na expectativa. Ter ficado em segundo nesta situação não me deixa nem um pouco chateado. A rivalidade existe sim ou não seríamos velocistas, mas é uma rivalidade de querer vencer, totalmente saudável – disse Bruno.
Graciele Hermann, do Grêmio Náutico União/RS, chegou nos 24 segundos para ficar. Ela nadou abaixo dos 25 segundos nas três vezes em que caiu na piscina neste Troféu Maria Lenk. Na final da prova de 50m livre ela marcou 24s79, que passa a ser o segundo melhor tempo da sua vida, apenas perdendo para os 24s76 feitos na abertura do revezamento 4x50m livre no primeiro dia do campeonato. Na decisão da prova individual ela ficou com a prata, pois a disputa foi vencida pela dinamarquesa Jeanette Ottesen Gray (24s59), do Corinthians. A medalha de bronze ficou com Alessandra Marchioro (25s17), do Botafogo/RJ, que assim como Graciele fez índice para o Campeonato Pan-Pacífico.
- Estou muito feliz com mais esta marca. Não venci, mas acho legal vir estrangeiras pois o nível melhora. E me fortalece a tentar a vitória no ano que vem – resumiu Graci. Já Alessandra Marchioro disse que “não foi o tempo que queria, mas estou há um mês e meio treinando pra cá, e já deu pra igualar minha melhor marca, ou seja, quando eu focar melhor, a tendência é subir de produção”, disse Marchioro, que teve problemas no estômago e depois um acidente na academia, voltando a treinar há duas semanas do Sul-Americano.
Estava claro que Thiago Pereira se poupou nas eliminatórias (4m27s84), mas na final dos 400m medley ele deixou a léguas de distância o índice exigido para nadar a prova no Pan-Pacífico.  O índice era 4m18s99 e ele marcou 4m15s45. Seu ‘xará’, Thiago Simon, do Corinthians, ficou em segundo e também fez abaixo do índice, 4m17s98. Ironicamente foi nesta disputa, que não é a a preferida de Thiago Pereira, da qual saiu exausto em vários campeonatos Mundiais, que lhe deu a tão sonhada medalha olímpica: A prata conquistada nos Jogos de Londres 2012.
- Quero competir o máximo possível, com grande volume. E aí funilando a cada ano para me preparar pro Rio 2016. Vamos ver até quanto tempo meu corpo vai aguentar esta quantidade de provas. Estou me sentindo cada vez melhor, o que me motiva a ir ainda mais longe – disse Thiago Pereira. Já o xará Simom agradeceu ao seu clube, o Corinthians, pela estrutura e o trabalho feito, “e o resultado vem acontecendo e esperamos ganhar o campeonato no fim. Quero seguir pelo medley, a cada treino penso nas Olimpíadas. E vou tentando sempre melhorar, o que acontecendo. Meu foco principal é os 400m medley, no qual tem o Thiago Pereira e o menino Brandonn, meu colega de clube, que vem bem. Nos 200m medley ainda aparece o Henrique Rodrigues, que não desfalca o campeonato este ano devido a problema no ombro. Mas acredito muito que vou chegar em Rio 2016 – disse Simon, 24 anos.
Katinka Hosszú, a nadadora que veio da Hungria para defender as cores do Corinthians, mostrou porque é a campeã mundial dos 400m medley. Ela venceu a prova em 4m38s81. A segunda colocada, Florência Perrotti, do Grêmio Náutico União/RS, marcou 4m51s02 seguida por Julia Gerotto, também do Corinthians, com 4m56s95.
Poliana Okimoto, da Unisanta, venceu os 800m livre feminino (8m43s78) poupando fôlego para as muitas provas que ainda nadará na competição, incluindo a prova de cinco quilômetros, que acontecerá no sábado de forma inédita, na raia da USP.
No revezamento 4x200m livre masculino o time do Minas Tênis formado por Nicolas Oliveira, Miguel Valente, Giuliano Rocco e Marcos Oliveira fez 7m02s05 e por três centésimos não bate o recorde de campeonato que pertence ao Flamengo, 7m02s02, desde 2012. No feminino, o time do Corinthians (Katinka Hosszú, Natalia de Luccas, Isabela Silva e Jeanette Ottesen Gray) marcou 8m08s47 e bateu o recorde de campeonato que o Minas Tênis conquistou ano passado, 8m09s54.
Com o fim da terceira etapa, o Corinthians manteve a primeira colocação, com 828 pontos. O Minas Tênis vem a seguir com 389, agora seguido pelo Sesi em terceiro, com 357 pontos. O Grêmio Náutico União está na quarta posição, com 279, enquanto o Pinheiros caiu pra quinta posição, 244.
O Troféu Maria Lenk de Natação 2014 acontece com recursos dos Correios – Patrocinador Oficial dos Desportos Aquáticos Brasileiros, e ainda do Bradesco/Lei de Incentivo Fiscal, Lei Agnelo/Piva – Governo Federal – Ministério do Esporte, Speedo, Sadia e Universidade Estácio de Sá. Além do apoio do Governo do Estado de São Paulo.
Índices para o Pan-Pacífico 2014 – Troféu Maria Lenk
200m livre M – Nicolas Oliveira – 1m47s17
200m livre M – João de Luccas – 1m48s30
100m costas F– Etiene Medeiros – 1m00s77
100m costas M– Fabio Santi – 54s32
50m livre F– Graciele Herrman – 24s79
50m livre F – Alessandra Marchioro – 25s17
50m livre M – Cesar Cielo – 21s39
50m livre M – Bruno Fratus – 21s45
200m peito M – Thiago Simon – 2m11s99
100m borboleta F – Daynara Paula – 58s83
100m borboleta M – Thiago Pereira – 52s37
400m medley M – Thiago Pereira – 4m15s45
400m medley M – Thiago Simon –  4m17s98
Resultados Finais 3ª Etapa – 23/04/2014
400m Medley Fem – 1) Katinka Hosszú – Corinthians – 4m38s81 / 2) Florência Perotti – Grêmio Náutico União – 4m51s02 / 3) Julia Gerotto – Corinthians – 4m56s95
400m Medley Masc – 1) Thiago Pereira – Sesi – 4m15s45 / 2) Thiago Simon – Corinthians – 4m17s98 / 3) Brandonn Almeida – Corinthians – 4m20s76
50m Livre Fem – 1) Jeanette Gray – Corinthians – 24s59 / 2) Graciele Hermann – Grêmio Náutico União – 24s79 / 3) Alessandra Marchioro – Botafogo – 25s17
50m Livre Masc – Cesar 1) Cielo – Minas Tênis – 21s39 / 2) Bruno Fratus – Pinheiros – 21s45 / 3) Nicholas Santos – Unisanta – 22s32
800m Livre Fem – 1)  Poliana Okimoto – Unisanta – 8m43s78 / 2) Carolina Bilich – Minas Tênis – 8m47s73 / 3) Viviane Jungblut – GNU – 8m50s27
Rev. 4x200m Livre Masc – 1) Minas Tênis (Nicolas Oliveira, Miguel Valente, Giuliano Rocco e Marcos de Oliveira) – 7m20s05 /2) Unisanta (Vinicius Waked, Matheus Santana, Felipe de Souza e Thiago Sickert) – 7m23s28 / 3) Pinheiros (Gabriel Ogawa, Pedro Henrique Spajari, João de Lucca e Diogo Dias) – 7m24s15
Rev. 4x200m Livre Fem – 1) Corinthians (Katinka Hosszú, Natalia de Luccas, Isabela Silva e Jeanette Ottesen) – 8m08s47 – Recorde de Campeonato / 2) Minas Tênis (Manuella Lyrio, Inge Dekker, Carolina Bilich e Maria Paula Heitmann) – 8m09s27
O programa de provas (eliminatórias às 9h30m e finais às 17h):
Dia 24/4 (5ª feira) = 200m borboleta F e M / 100m peito F e M / 50m costas F e M / 800m livre M
Dia 25/4 (6ª feira) = 200m medley F e M / 50m borboleta F e M / 400m livre F e M / 4x100m livre F e M
Dia 26/4 (sábado) = 100m livre F e M / 50m peito F e M / 200m costas F e M / 4x100m medley F e M
Eliana Alves/ Souza Santos / Mariana de Sá

FOT O SATIRO SODRÉ