domingo, 26 de junho de 2016

HISTORY OF SWIMMING IN RIO GRANDE DO SUL - BRAZIL

Foto memorial SOGIPA



HISTÓRIA DA NATAÇÃO NO RIO GRANDE DO SUL

A primeira piscina no Brasil foi construída no ano de 1885, às margens do Lago Guaíba, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, pela Sociedade Ginástica Deutsher Turnverein (SOGIPA). A piscina, chamada de Badeanstalf (casa de banhos) utilizava o sistema de pontões. No mesmo ano de 1885 ocorreu a primeira competição “Wanderpreiss” de natação, vencida pela SOGIPA. A piscina foi destruída, em 1916, por um incêndio com início nos armazéns da estrada de ferro situados nas imediações.

FRANCISMAR SIVIERO E VANESSA SIVIERO
Fonte: Atlas do Esporte no Brasil

   La Storia del Nuoto nel Rio Grande do Sul
La prima vasca in Brasile fu costruita nel 1885, sull’orlo del Lago Guaíba, a Porto Alegre, Rio Grande do Sul, dalla Società Ginnastica Deutsher Turnverein (SOGIPA). La vasca si chiamava Badeanstafl (casa di bagno). Ancora nel 1885 successe la prima competizione “Wanderpreiss” di nuoto, e la vincitrice fu SOGIPA. La vasca fu distrutta nel 1916 da un incendio che iniziò nei magazzini della strada di ferro che si trovava nei dintorni.


ИСТОРИЯ ПЛАВАНИЯ В ШТАТЕ РИО-ГРАНДИ-ДУ-СУЛ

Первый в Бразилии бассейн был построен в 1885 году на берегу озера Гуаиба в Порту-Алегри, Рио-Гранди-ду-Сул Обществом Гимнастики Sociedade Ginástica Deutsher Turnverein (SOGIPA).  Бассейн, который назывался “Badeanstalf”  (баня), использовал систему пирсов. В том же году прошли первые соревнования по плаванию “Wanderpreiss” в которых победило общество SOGIPA. Бассейн сгорел в 1916 г. При пожаре, начавшемся на назодящихся поблизости складах.
ФРАНЦИСМАР СИВИЕРО И ВАНЕССА СИВИЕРО

Перевод: Ольга Фомина




LA HISTOIRE DE LA PISCINE DANS RIO GRANDE DO SUL
La première piscine a été construite au Brésil en 1885 sur les rives du lac Guaiba, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, par le pela Sociedade Ginástica Deutsher Turnverein (SOGIPA). La piscine, appelée Badeanstalf (établissement de bains) ont utilisé des pontons du système. Dans la même année 1885 était la première compétition "Wanderpreiss de natation, remporté par Sogipa.  La piscine a été détruite en 1916 par un incendie qui a débuté dans les entrepôts chemin de fer situé à proximité.

AMANDA SIVIERO


Geschichte des Schwimmsports in Rio Grande do Sul
Das erste Schwimmbad in Brasilien wurde im Jahr 1885 am Ufer des Guaíbasees (Lago Guiaba) in Porto Alegre, Rio Grande do Sul von der Gesellschaft Deutscher Gymnastik & Turnverein (Sociedade Ginástica Deutscher Turnverein, SOGIPA) errichtet. Das „Badeanstalt“ genannte Schwimmbad nutzte ein System mit kleinen Brücken. Im selben Jahr fand der erste Schwimm-Wettbewerb „Wanderpreis“ statt, der von der SOGIPA gewonnen wurde. Im Jahre 1916 wurde das Schwimmbad in einem Brand zerstört, der in einem nahe liegendem Lagerhaus der Eisenbahn ausbrach.

Tradução Kathrin Schreglmann


_________________________________________________________________________



JOGO DE POLO AQUÁTICO NAS MARGENS DO RIO GUAÍBA , PRÓXIMO AO MERCADO PÚBLICO - 1927
WATER POLO NO GUAÍBA
Alguém poderia imaginar a cena da foto acima nos dias de hoje? Numa doca do porto da Capital, defronte ao Mercado Público, em pleno Guaíba, atletas disputam uma partida de polo aquático, assistida por torcedores de terno e chapéu, acomodados nos degraus, enquanto alguns sentados "nas pedras pisadas do cais" têm as pernas penduradas na borda da amurada.
A foto foi feita no longínquo ano de 1927, e cabem algumas considerações. É provável que, naquela época, as águas do estuário, naquele ponto, fossem menos poluídas, e é certo que havia menos consciência sobre danos causados pela poluição. É importante salientar também que, na Porto Alegre de então, ainda não existiam piscinas. A primeira delas, no Estado, foi inaugurada em dezembro de 1931, tinha 25mx16m e ficava no Clube Excursionista e Sportivo, situado na Rua Marcílio Dias, próximo à Praia de Belas – como informa o historiador Gunter Axt, no livro Grêmio Náutico União-Centenariamente Jovem(2007), editado por Leonid Streliaev.
Por aqui, o polo aquático começou a ser praticado pelos atletas que disputavam regatas e provas de natação, tudo no Guaíba, e o primeiro campeonato da modalidade foi realizado em 1923. Os clubes que disputaram foram: Grêmio Almirante Tamandaré, Barroso, Guaíba, Grêmio Náutico União e Vasco da Gama. O Barroso foi o vencedor.
Foto: acervo do Museu do Grêmio Náutico União
FONTE CLIC RBS
http://wp.clicrbs.com.br/almanaquegaucho/2013/05/14/water-poluida/

________________________________________________________________
ANO DE 1942 - CAMPEONATO DE NATAÇÃO NA PISCINA DO PARQUE DA REDENÇÃO PROMOVIDA PELA FARGS 
__________________________________________________________________________


PISCINA DO GNU NOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS - 1963

COMPETIÇÃO DE NATAÇÃO NO GNU - JOGOS UNIVERSITÁRIOS - 1963

_________________________________________________________________



TRAVESSIA SÃO JOSÉ DO NORTE – RIO GRANDE 

Travessia de São José do Norte/ Rio Grande. A maratona é a mais antiga e difícil prova de natação em águas abertas do Rio Grande do Sul. A primeira edição ocorreu em 1923. Os nadadores são conduzidos por uma barca pelo canal que separa a Lagoa dos Patos do mar para a largada que ocorre no píer de São José do Norte e a chegada no Clube de Regatas de Rio Grande. A correnteza das águas, aliada a ventos comuns nesta região, torna a travessia, com uma distância de 3.800 metros, a mais emocionante prova de águas abertas do Estado. A cidade de Rio Grande, mais conhecida como “a Noiva do Mar”, está localizada no litoral sul do País.

FRANCISMAR SIVIERO E VANESSA SIVIERO
FOTOS JAIR PEDERSEN


________________________________________________

TRAVESSIA DA ILHA DOS LOBOS 
A história, da Travessia da Ilha dos Lobos começou no verão de 1978, quando os técnicos Mauri Fonseca, João Carlos Daunis e André Merch, da Escola de Natação Mauri Fonseca, em parceria com a Prefeitura de Torres e da SAPT - Sociedade Amigos da Praia de Torres, organizaram uma travessia a nado entre a Ilha dos Lobos e a Praia Grande. Depois a organização da prova continuou com a escola de natação Raia Center, Clube Caixeiros Viajantes, PraNadar e Raia Sul. Esta prova da Ilha dos Lobos exige do atleta bastante orientação e experiência, tendo como principais obstáculos a falta de visão do atleta, que é prejudicada pelas ondas. Além disso, as correntezas marítimas podem levar o nadador para pontos distantes da linha de chegada, e a temperatura da água em volta da Ilha dos Lobos é baixa, mesmo no verão, quando dificilmente passa dos 22º C. Esta travessia é a única no Rio Grande do Sul em mar aberto e com largada dentro do mar, onde os nadadores são levados por uma escuna. A travessia é considerada curta, pois tem uma distância percorrida de 1,8 km, mas apesar da pouca distância, esta apresenta alguns obstáculos que podem prejudicar o atleta, como as ondas, as águas frias e a pouca visibilidade da linha de chegada. Porém, a visão que se descortina é linda, com os edifícios tendo ao fundo as montanhas emoldurando a paisagem, tem ainda a passagem dos golfinhos que acompanham os atletas. Certamente vale a pena participar da prova. A Ilha dos Lobos, menor unidade de conservação ambiental do Brasil, é a única ilha oceânica do Rio Grande do Sul e também a única do Brasil a abrigar leões marinhos nos meses de inverno.

FRANCISMAR SIVIERO E VANESSA SIVIERO  agradecimentos aos professores Marcelo Diniz, Pedro Moraes, André Merch e Mauri Fonseca pela colaboração.
foto cedida pelo prof. Marcelo Diniz




35-й ЗАПЛЫВ У ОСТРОВА ИЛЬЯ-ДОС-ЛОБОС

История Заплыва у острова Илья-дос-Лобос началась летом 1978 г., когда тренеры из Школы Плавания Маури Фонески Маури Фонеска, Жоао Карлос Даунис и Андре Мерш при поддержке префектуры города Торрес и Общества Друзей Пляжа Торрес (SAPT) организовали заплыв между пляжем Прая Гранди и островом Илья-дос-Лобос. Далее заниматься организацией соревнований стали школа плавания Райя Сентер, Клуб Коммивояжеров, ПраНадар и Райя Сул. Этот заплыв требует от пловца опыта и хорошей ориентации, так как одним из главных препятствий во время состязания является ограничение зрения, вызванное волнами. Кроме этого, морские течения могут отнести пловца в сторону от финишной линии, температура воду вокруг Илья-дос-Лобос остается низкой даже летом и очень редко поднимается выше 22º C. Этот заплыв единственный в штате Рио Гранди-ду-Сул со стартом в море: пловцов везут к старту на шхуне.  Дистанция считается короткой, т.к. ее протяженность составляет 1,8 км, но несмотря на это на ней встречаются препятствия, которые могут травмировать атлетов, такие как: волны, холодная вода, плохая видимость финишной линии. Однако, открывающийся вид прекрасен и горы, лежащие у подножия зданий окаймляют пейзаж, кроме того, здесь водятся дельфины, которые часто сопровождают атлетов. В этом году заплыву исполняется 35 лет и, конечно, в нем стоит принять участие. Остров Илья-дос-Лобос – единственный океанический остров в Рио Гранди-ду-Сул, самый маленький заповедник в Бразилии, а также единственный остров в Бразилии, где зимние месяцы проводят морские львы.  

ФРАНСИСМАР СИВИЕРО И ВАНЕССА СИВИЕРО

Благодарим за сотрудничество тренеров Марсело Диниза, Педро Мораеса, Андре Мерша и Маури Фонеску.

Перевод: Ольга Фомина olgashere@gmail.com
TRADUTORA: OLGA FOMINA

CROSSING THE ISLAND OF LOBOS ARRIVES AT ITS 35TH EDITION - 2013

The story of the Crossing of the island of Lobos began in the summer of 1978, when coaches Mauri Fonseca, João Carlos André Merch and Daunis, from Mauri Fonseca's School of Swimming, in partnership with the Municipality of Torres and SAPT - Society of Beach Torres Friends, organized a crossing to swim between the island of Lobos and the Praia Grande Beach. After the race, the organization continued with the swimming school Raia Center, Clerks Travelers Club, and the school Pra Nadar. The South Island of Lobos requires the athlete enough guidance and experience, with the main obstacles the lack of vision of the athlete, which is determined by the waves. Moreover, sea currents can lead to swimmer distant points of the finish line, and the water temperature around the island of Lobos is low, even in summer, when hardly passes of 22 º C. This is the only crossing in the state of Rio Grande do Sul in the open sea and dropped into the sea, where swimmers are led by a schooner. The crossing is considered short, it has a distance of 1.8 km, but despite the short distance, this presents some obstacles like waves, cold water and the poor visibility of the finish line. But the sight that unfolds is beautiful, with buildings against the backdrop of the mountains framing the landscape. This year is the 35th edition. The Island of Lobos, an environmental conservation unit of Brazil, is the only oceanic island in Rio Grande do Sul and the only one in Brazil to accommodate sea lions in the winter months.

TRADUÇÃO E TEXTO VANESSA SIVIERO

TRAVESÍA DE LA ISLA DE LOBOS LLEGA A SU 35ª EDICIÓN - 2013

La historia de la travesía de la Isla de Lobos  empezó durante el verano de 1978, cuando los técnicos Mauri Fonseca, João Carlos André y Daunis Merch,  de la Escuela de Natación  Mauri Fonseca, con la colaboración de la Municipalidad de Torres y de la SAPT - Sociedad de Amigos de la Playa de Torres, organizaron la travesía a nado entre la Isla de Lobos y Playa Grande.  A continuación, la organización  de la prueba siguió con las escuelas de natación Raya Center, Club Cajeros Viajantes, Para Nadar y Raya Sul.
Tal prueba exige del atleta un buen sentido de orientación  y experiencia, puesto que hay algunos obstáculos, como la falta de visión del atleta que queda perjudicada por las olas; las corrientes marítimas que pueden  alejar al nadador de la línea de llegada,  así como, la temperatura del agua que suele ser baja alrededor de la Isla y difícilmente pasa de los 22° C, aunque en verano.  La travesía de la Isla de Lobos es la única de la costa del Río Grande del Sur hecha en mar abierto y con largada desde adentro,  hacia donde, veleros de menor envergadura llevan a los nadadores. Se la considera una travesía corta, con un recorrido de 1,8 Km,  no obstante el corto trayecto tener algunos obstáculos que pueden perjudicar el atleta, tal como las olas, el agua fría y la poca visibilidad de la línea de llegada.  Sin embargo,  la  hermosa vista de los edificios al fondo y los morros enmarcando el paisaje, se completa  ante la presencia de los delfines que acompañan a los atletas. La prueba alcanza este año de 2013 su 35ª edición, a la que seguramente vale  la pena participar. La isla de Lobos, la más pequeña unidad de conservación ambiental en Brasil, es la única isla oceánica del Río Grande del Sur, así como la única en Brasil, que abriga leones marinos en los meses de invierno.

FRANCISMAR SIVIERO Y VANESSA SIVIERO agradecen a los profesores Marcelo Diniz, Pedro Moraes, André Merch y Mauri Fonseca por sus colaboraciones.

TRADUÇÃO Patricia Regina Bissi
Tradutora Publica e Interprete Comercial – JUCERGS: 10/321979-0
Especialista em Tradução Espanhol, Literatura e Idioma Hispânicos
Fones: (51) 8175-3942 e (51) 3062-3533

____________________________________________________

ESCOLA DE NATAÇÃO MAURI FONSECACOM José Guilherme Giacomuzzi, ricardo sperb, Cássio Argondizo Dos Santos, José Fernando Carchedi, Renata Noronha, Fernanda Costa,André Merch, Renata Gainete, Gabriela Coelho, Roberta Coufal Starosta e Barbara Coufal.




Estadual Infantil - 1979 / Ginástica, NH
1° - Barbara Coufal, Anelise, Doda, Marcinha - GNU A;
2° - Lucia Araujo, Kátia, Cristina e Renata Gainete - MAURI
3° - Kátia, Renata Gainete, Barbara Coufal, Anelise Ruschel, Marcinha e Bela Sommer – GNU B

_______________________________________________________________________




MAURI FONSECA
O prof. Mauri Fonseca foi o primeiro atleta da natação gaúcha a participar de uma Olímpíada (Tóquio 1964), foi por oito anos seguidos Campeão Brasileiro e Campeão Sul - Americano de Natação. Foi Técnico por várias vezes da Seleção Brasileira. Fundador da primeira escola de natação particular do estado em 1972.


MAURI FONSECA - 1964
Mauri Fonseca tinha 23 anos em 1964, quando foi convocado pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) para representar, junto com outros três atletas, a natação brasileira na Olimpíada de Tóquio. Apesar do orgulho, suas recordações não têm o glamour nem o conforto dispensado aos atletas que se preparam para os Jogos de Sydney. Um mês antes da viagem para o Japão, Mauri iniciou a preparação física no Forte da Urca, no Rio. O nadador dormia em alojamentos com os soldados, não havia comida com dieta balanceada e nem mesmo um técnico acompanhando os treinamentos. No mesmo local, estava a Seleção Brasileira de futebol. Nas horas em que não treinava para as provas dos 100m livre e do revezamento 4 x 100m medley, jogava como ponta-esquerda da Seleção. Só não fez parte do time, na época uma equipe amadora, por estar comprometido com a natação, sua grande paixão.
Com apenas US$ 160 no bolso, o porto-alegrense Mauri chegou a Tóquio. Não se classificou para nenhuma final e passou muito longe do quadro de medalhas. Mas guardou o sentimento de vitória diante de tantas dificuldades.
- Nós sentíamos uma grande honra quando colocávamos um abrigo da CBDA. Não acredito que esse pessoal de hoje sinta realmente o mesmo carinho - compara.
Campeão brasileiro e sul-americano de natação, Mauri é agora professor de natação em Porto Alegre. Treinou o gaúcho Sérgio Pinto Ribeiro, que participou das olimpíadas de 1976, em Montreal, e de 1980, em Moscou.
FONTE CLIC RBS
http://www.clicrbs.com.br/sydney2000/atleta_sul_mauri.html

____________________________________________

NATAÇÃO MASTER PROF JOÃO DAUNIZ
Natação Máster no Rio Grande do Sul – Prof. Mauri Fonseca
Por ALESSANDRA MARIA SCARTON, DANI RIBEIRO SCHULTZ, JULIANA RODRIGUES PERES, TICIANE RIBEIRO SCHULTZ
 O primeiro registro oficial do que chamamos de Master foi em 1978, quando o professor da Escola de Natação Mauri Fonseca, João Dauniz, começou a incentivar os alunos de natação que tinham mais de 25 anos a participar de competições internas. As competições começaram a serem organizadas pelo professor com o intuito de ter a competição como estímulo para os alunos superarem seus próprios resultados, para terem um objetivo durante o treinamento, para integrar e socializar. Isto foi evoluindo para eventos maiores entre escolas de natação e competições começaram a serem realizadas no interior do estado, com a Pranadar e a Escola Mauri Fonseca de Caxias do Sul, ADUFSM de Santa Maria, Brilhante de Pelotas, entre outras da grande Porto Alegre

Fonte Atlas no Esporte do Rio Grande do Sul
http://www.cref2rs.org.br/atlas/cd/texto/natacao_master.pdf
__________________________________________________
EM 30 DE OUTUBRO DE 1911 FOI FUNDADA A LIGA NÁUTICA RIO GRANDENSE
________________________________________

HISTÓRIA DA NATAÇÃO NO RIO GRANDE DO SUL 

A primeira piscina em Porto Alegre, para prática de natação e saltos ornamentais, foi inaugurada em 1931 no Club Excursionista Sportivo, do bairro Menino Deus, atual sede esportiva do Clube do Comércio, com as medidas de 25m x 16m. As competições de natação, até então realizadas no Rio Guaíba, na sede da Sociedade Ginástica Deutsher Turnverein, passaram a ser em piscina. No ano de 1933 foi inaugurada a piscina de 25 metros do Clube Grêmio Náutico Gaúcho, que passou a ser a principal sede das competições no estado. Em 27 de dezembro de 1942 o Grêmio Náutico União inaugurou a primeira piscina olímpica do sul do país, de 50 metros, com um Campeonato Ginasial de Natação.
Fonte Atlas no Esporte do Rio Grande do Sul
http://www.cref2rs.org.br/atlas/cd/texto/natacao_master.pdf
_______________________________________________







O Blog Francisswim Esportes Aquáticos está lançando uma campanha de financiamento coletivo visando levantar fundos para o projeto de cobertura do maior evento de natação do ano, o X Campeonato Sudamericano de Natación y Águas Abiertas, de 8 a 13 de novembro em Maldonado no Uruguai. O projeto se chama “Sudamericano de Maldonado”. O nosso objetivo e promover, entre a comunidade aquática, a natação como um esporte que apresenta diversos benefícios para a saúde e bem estar da população. Nós publicaremos notícias, artigos de opinião, reportagens, vídeos sobre a competição no Uruguai. Estamos buscando arrecadar R$ 5.000 junto ao público. Para cada real doado, uma empresa irá doar outro real, num esquema chamado matching funds. Quem quiser contribuir pode doar a partir de R$ 10. Doações a partir de 100 reais receberão em troca “recompensas”. Doações de 100 reais receberão uma touca de natação personalizada do Circuito Rei e Rainha do Mar, 150 reais uma camiseta e uma touca das maratonas aquáticas Travessias Bombinhas, 200 reais o livro “A Copa Oculta”, do vereador de Porto Alegre, João Bosco Vaz. Doações a partir de R$ 500 reais, além de ganhar o kit completo de recompensas, concorrerão a um maiô ou bermuda de alta performance e um Kit Aruba de natação da Poker. Para doar, basta acessar o link: http://www.kickante.com.br/campanhas/sudamericano-de-maldonado

PARA AS RECOMPENSAS TEMOS O APOIO DE:
CIRCUITO REI E RAINHA DO MAR – Toucas de natação
TRAVESSIAS BOMBINHAS – Camisetas e toucas do circuito
JORNALISTA JOÃO BOSCO VAZ – Livro A Copa Oculta
POKER NATAÇÃO – Kit Aruba Poker óculos, touca e protetor auricular






O QUE ACONTECE DE NOTÍCIA NO MUNDO DOS ESPORTES AQUÁTICOS VOCÊ LÊ PRIMEIRO AQUI - BLOG FRANCISSWIM Foram mais de 5.000.000 de VISUALIZAÇÕES no último ano


Francisswim Esportes Aquáticos é uma ferramenta única,   abrangente, multi-linguas, uma referência on-line para a comunidade aquática. Informação vistas nos últimos 12 meses no facebook (1.200.000), Google+ (3.700.000), blog (350.000). Clique no link e visite 




http://www.kickante.com.br/campanhas/blog-francisswim-esportes-aquaticos