segunda-feira, 27 de julho de 2015

ALLAN DO CARMO GARANTE SEU LUGAR NOS JOGOS OLÍMPICOS DO RIO DE JANEIRO 2016


Texto e Foto: CBDA/Divulgação
Kazan/RUS - Allan do Carmo conseguiu. Ele está nos Jogos Olímpicos Rio 2016 depois de terminar os 10 quilômetros no Mundial de Kazan em 9º lugar (1h50m23s1) e figurar no seleto e invejado grupo dos 10 primeiros colocados que conquistaram hoje o crachá de acesso à arena que será montada na praia de Copacabana no ano que vem. O ouro ficou com o americano Jordan Wilimovski (1h49m48s.2), seguido pelo holandês Ferry Weeterman (1h50m00s3) e pelo grego Spyridon Gianniotis (1h50m00s7). 
- Essa é a prova mais forte do mundo. Sabia que seria difícil, mas confiei na estratégia e trabalhei muito pra chegar até aqui.  Aqui estão todos os melhores do mundo. Nos Jogos são apenas 25. Já tive a experiência dos Jogos Pan-Americanos Rio 2007, quando fui bronze. Foi a primeira prova da competição e uma emoção indescritível. Agora tenho um ano para me preparar e chegarei lá muito melhor. O objetivo neste Mundial era realmente classificar. É o nono lugar mais feliz da minha vida! - festejou.
A disputa na Rússia este ano era atípica. A medalha sempre é importante, no entanto um prêmio maior estava em jogo, pois as regras da Federação Internacional para ingresso nos Jogos do Rio definem que os 10 primeiros países no Mundial dos Esportes Aquáticos de Kazan estão com vagas garantidas. Esta é a única chance para que uma nação tenha dois representantes na prova e também para o Brasil, pois mesmo sendo país sede possui apenas uma vaga na prova masculina e outra na feminina. Para ter dois nadadores estes lugares precisariam  ter sido conquistados no Mundial da Rússia. A supresa foi o tunisiano Ousama Mellouli, vencedor no Mundial de Barcelona, fora dos Jogos Olímpicos e muito longe do primeiro time com o 23º lugar.
A disputa começou com Allan em 17º e Diogo em 25º lugar, bem distantes do primeiro pelotão. No segundo contorno, Diogo entrou no grupo dos 10 olímpicos na oitava posição e Allan estava quase lá, em 14º. Na terceira perna, do Carmo saltou para o oitavo e Villarinho, para 12º. Allan terminou em nono e Diogo Villarinho caiu para 21º lugar (1h50min48s8). Apesar da vaga pertencer ao país e não ao atleta, a comissão técnica brasileira de maratonas aquáticas definiu que estariam nos Jogos os nadadores que ficassem dentro dos 10 em Kazan.
O peso dos 10km em Kazan era diferente. Valia o sonho acalentado por anos de representar o país numa Olimpíada em casa. O baiano Allan do Carmo, 26 anos, é treinado por Carlos Rogério Arapiraca e se tem uma qualidade que os define é persistência. Na versão do Mundial dos Esportes Aquáticos realizado em Xangai, em 2011, Allan saiu da prova com a antepenúltima colocação, em 50º lugar. Desisitir? Jamais. Com exceção do técnico, ele trocou tudo. A dieta, o esquema de treinos, os objetivos, buscou um terapeuta. Foi galgando posições ao longo das dezenas de etapas da Copa do Mundo e chegou lá. No Mundial de Barcelona, em 2013 terminou em sétimo e já bem próximo do primeiro grupo. 
- No Rio vai ser muito diferente. Vamos estar em casa e o Allan é melhor nadando no mar. O objetivo aqui era classificar e trabalhamos muito pra isso. Abrimos mão de muitas datas para trabalhar. Podem ter certeza que agora vamos trabalhar mais ainda e o Allan vai brigar por uma medalha no Rio. 
Maratonas aquáticas tem como característica a imprevisibilidade, mais que diversas modalidades, pois é um esporte sujeito ás condições climáticas e aos humores da natureza. Allan hoje figura no grupo dos melhores do mundo e por isso ganhou um abraço do grego Spyridon Gianniotis, terceiro em Kazan e campeão olímpico em Pequim 2008. 
Os brasileiros participam do 16º Campeonato Mundial FINA de Esportes Aquáticos com recursos dos Correios - Patrocinador Oficial dos Desportos Aquáticos Brasileiros, e ainda do Bradesco/Lei de Incentivo Fiscal, Lei Agnelo/Piva - Governo Federal - Ministério do Esporte, Speedo, Sadia e Universidade Estácio de Sá.
Delegação brasileira
Atletas: Allan do Carmo, Ana Marcela Cunha, Betina Lorscheitter, Carolina Bilich, Diogo Villarinho, Poliana Okimoto, Samuel de Bona e Victor Colonese.
Treinadores: Carlos Rogério Arapiraca, Eduardo Santos, Fernando Possenti e Ricardo Cintra. Médico: José Juan Blanco. Fisioterapeuta: Arivan Gomes. Nutricionista: Marcela Amar. Chefe de equipe: Igor de Souza
Programação de Maratonas Aquáticas

Dia 28/07 – Terça-Feira
12h (6h) – 10 km Feminino – Ana Marcela Cunha e Poliana Okimoto
Dia 30/07 – Quinta-feira
12h (6h) – 5km Equipes – Brasil
Dia 01/08 – Sábado
8h (2h) – 25 km – Ana Marcela Cunha, Poliana Okimoto, Allan do Carmo e Diogo Villarinho
Histórico de medalhas do Brasil
Roma 2009 – Bronze – 5 km feminino – Poliana Okimoto
Xangai 2011 – Ouro – 25km feminino – Ana Marcela Cunha
Barcelona 2013 – Ouro – Poliana Okimoto – 10km
Barcelona 2013 – Prata - Poliana Okimoto – 5km
Barcelona 2013 – Prata – Ana Marcela Cunha – 10 km
Barcelona 2013 – Bronze – Ana Marcela – 5km
Barcelona 2013 – Bronze – Allan do Carmo, Poliana Okimoto, Samuel de Bona – Prova de Equipe 5km



O QUE ACONTECE DE NOTÍCIA NO MUNDO DOS ESPORTES AQUÁTICOS VOCÊ LÊ PRIMEIRO AQUI - BLOG FRANCISSWIM 320.000 VISUALIZAÇÕES / MÊS NA WEB

http://www.kickante.com.br/campanhas/blog-francisswim-esportes-aquaticos




















Nenhum comentário: