sábado, 29 de abril de 2017

Meu Filme treino fácil

BRASIL VENCE TODAS AS PROVAS DO NADO SINCRONIZADO DA SEGUNDA NOITE NO SUL-AMERICANO JUVENIL


Cali / COL – No segundo dia de finais do Campeonato Sul-Americano Juvenil de Nado Sincronizado as equipes do Brasil tiveram domínio total e conquistaram ouros em todas as três provas da noite desta sexta-feira, 28/04. Dividida nas categorias juvenil (atletas até 15 anos) e junior (de 16 a 18 anos), a competição terá fim neste sábado, 29/04, com as decisões de solo - junior - e dueto – juvenil -, na piscina Pan-Americanas da cidade de Cali, na Colômbia.
A primeira prova foi por equipes, na categoria junior, em o Brasil garantiu logo a primeira medalha de ouro da noite. As meninas somaram 141.4943 pontos. A medalha de prata ficou com a Colômbia, com 139.1430. O bronze foi para as argentinas, que somaram 134.6218.

Na sequência, mais uma medalha de ouro, agora com a prova de equipe da seleção juvenil. Com 131.4916, as brasileiras somaram mais pontos que Colômbia (130.8267) e Chile (126.5848), que terminaram na segunda e terceira colocações, respectivamente.



Na rotina livre combinada – o combo, última prova da noite, as brasileiras abriam as apresentações com o encantador tema – Circo e garantiram a primeira colocação, com 72.2000 pontos somados. As colombianas, logo na sequência, somaram 70.7667 pontos. Desta vez.



Resultados
Programação Dia 28/04
Equipe – Junior
1) Brasil – Caterina Trofa, Rafaella Catharino, Vitoria Casale, Laura Miccuci, Anna Giulia Veloso, Vitoria Serafini, Gabriela Teixeira, Clara Noriega, Rebecca Rodrigues e Monique Rupitsch – 141.4943
(21.7000 – exec. / 28.1333 - Imp. Art. / 22.6000 – Dificuldade)
2) Colômbia – 139.1430
3) Argentina – 134,6218
Equipe – Juvenil
1) Brasil – Rafaela Pradal, Julia Soares, Rafaela Garcia, Victoria Gomes, Sara Ribeiro, Lara Lindner, Milla Jaddy, Lorena Leão, Maria Luiza Fonseca e Maya Okuyama – 131.4916
(19.4000 – exec. / 27.2000 – Imp. Art. / 19.5000 – Dificuldade)
2) Colômbia – 130.8267
3) Chile – 126.5848
Combo – Junior
1) Brasil - 72.2000
(22.3000 - exec. / 28.8000 - Imp. Art. / 21.1000 - Dificuldade)
2) Colômbia - 70.7667


Programação
Dia 29/04
17h55 – Solo – Junior
19h40 – Dueto – Juvenil

Fonte CBDA Por Mariana de Sá
Fotos Satiro Sodré



BRASIL É CAMPEÃO SUL-AMERICANO JUVENIL DE MARATONAS AQUÁTICAS


Cali / COL – A Seleção Brasileira de Maratonas Aquáticas conquistou o título de campeã do Sul-Americano Juvenil 2017, ao somar 169 pontos. Na segunda colocação ficou o Peru, com140 pontos, seguidos pela Venezuela, que somou134. A competição disputada entre os dias 25 e 28/04, em Calima, na Colômbia, reuniu atletas de 14 a 19 anos, divididos em três categorias. Os atletas brasileiros somaram sete medalhas – 2 ouros, 1 prata e 4 bronzes -, durante todo o evento.
Nesta sexta-feira, 28/04, foram disputadas as provas de revezamento, novidade na competição. Com um formato de quatro nadadores por país, em que cada um nadava 1250 metros e encostava em seu companheiro de equipe para que este pudesse começar sua prova. 


Entre os atletas mais velho (17 a 19 anos) o Brasil conquistou a primeira colocação, deixando para trás Venezuela e Peru, com a segunda e terceira colocações, respectivamente. O quarteto de ouro do Brasil foi Elder Oliveira, Henrique Figueirinha, Gabi Roncatto e Camila Tribst.
Carol Hertel, Isis da Silva, Ricardo Castro e Davi Heberle disputaram a prova, entre os atletas de 14 e 16 anos, e, na batida de mão, conquistaram a quarta colocação. O pódio foi composto por Equardo em primeiro, Venezuela em segundo e Peru em terceiro.


As conquistam de ouro vieram com Ricardo Castro, logo no primeiro dia, na prova de cinco quilômetros, e hoje, com o revezamento juvenil.
A prata veio no segundo dia, na prova de sete quilômetros e meio, com Henrique Figueirinha. 
As terceiras colocações vieram com Isis da Silva, nos cinco quilômetros; João Ricardo Mirando, nos sete quilômetros e meio; Elder Oliveira e Gabriele Roncatto, ambos nos dez quilômetros. 
Fonte CBDA por Mariana de Sá
Fotos Satiro Sodré



sexta-feira, 28 de abril de 2017

Meu Filme como sair da piscina

CESAR CIELO RETORNA NO TROFÉU MARIA LENK PENSANDO NO MUNDIAL DE BUDAPESTE NA HUNGRIA


Rio de Janeiro/RJ – Para a natação brasileira o feriado do dia do trabalho será o início da jornada rumo ao Mundial de Esportes Aquáticos da FINA (de 14 a 30/7, em Budapeste/Hungria), e também para o 6º Mundial Junior de Natação (23 a 28/8), em Indianápolis/EUA. Na segunda-feira, 1/05, acontece o congresso técnico da competição que vai de 2 a 6/05, com entrada franca, no Parque Aquático Maria Lenk (programação no final).
A maioria dos grandes nadadores do país estará na disputa e, entre eles, o campeão olímpico Cesar Cielo. Em agremiações novas ou ainda em período de carência entre transferências, a maioria dos que disputaram os Jogos Olímpicos Rio 2016 estarão na piscina construída para os Jogos Pan-Americanos Rio 2007. Já são 10 anos do Parque Aquático que leva o nome da lendária nadadora, que inaugurou a participação feminina brasileira em Jogos Olímpicos.

Os finalistas olímpicos Etiene Medeiros, Bruno Fratus, Marcelo Chierighini e a medalhista de bronze nas maratonas aquáticas, Poliana Okimoto, são alguns dos destaques. Outra maratonista aquática olímpica também estará presente: Ana Marcela Cunha. Sem falar na volta do campeão olímpico de 2008, Cesar Cielo, que novamente competirá ao lado de Ítalo Duarte, ganhador da vaga para nadar os 50m livre nos Jogos do Rio. A prova acontecerá no último dia do Troféu.
A nova geração de atletas também marca forte presença. Nomes como Guilherme Costa, da Unisanta, que é o novo recordista sul-americano dos 1500m livre (15m05s23), tempo obtido num Regional Infantil a Senior, em São Paulo, no último dia 1º de abril. O 1500m também será realizado no sábado, 6/05.
Aliás, a Unisanta deve ser o clube que mais se reforçou. Além de manter as fundistas Poliana e Ana Marcela e os velocistas Matheus Santana e Felipe Ribeiro de Souza, trouxe nomes fortes como Felipe França, Thiago Simon, Leonardo de Deus e Joanna Maranhão.
Entre os que estiveram na seleção brasileira para s Jogos Olímpicos, as ausências ficam por conta do medalhista olímpico, Thiago Pereira, que se aposentou das piscinas; de Nicolas Oliveira e João de Lucca, que vivem nos Estados Unidos, e de Larissa Oliveira, que passou por delicada cirurgia.
O Esporte Clube Pinheiros é o atual bicampeão do campeonato e clube com o maior número de conquistas: 15. Depois aparece o Flamengo, com 13. A seguir vêm o Minas Tênis (9); Botafogo e Fluminense (5 títulos cada um); Corinthians (4), Vasco (3) e Paulistano (2).
Programação
1ª etapa (3ª feira, 2/5 = eliminatórias, 9h30 / finais: 17h30)
100m borboleta F / 100m borboleta M / 400m livre F / 400m livre M / 100m peito F / 100m peito M / 4x50m livre F / 4x50m livre M 
2ª etapa (4ª feira, 3/5 = eliminatórias, 9h30 / finais: 17h30)
100m costas F / 100m costas M / 200m medley F / 200m medley M / 1500m livre F / 800m livre M 
3ª etapa (5ª feira, 4/5 = eliminatórias, 9h30 / finais: 17h30)
100m livre F / 100m livre M / 50m peito F / 50m peito M / 50m costas F / 50m costas M / 200m borboleta F / 200m borboleta M 
4ª etapa (6ª feira, 5/5 = eliminatórias, 9h30 / finais: 19h)
400m medley F / 400m medley M / 200m livre F / 200m livre M / 200m costas F / 200m costas M / 50m borboleta F / 50m borboleta M / 4x100m livre F / 4x100m livre M 
5ª etapa (sábado, 6/5 = eliminatórias, 9h30 / finais: 19h)
200m peito F / 200m peito M / 50m livre F / 50m livre M / 800m livre F / 1500m livre M / 4x100m medley F / 4x100m medley M 
Obs: Os revezamentos serão disputadas diretamente nas finais.  Já as provas mais longas – 800m e 1500m livre F e M terão as séries com os tempos de balizamentos mais lentos disputadas pela manhã, enquanto nas finais será realizada a série com os 8 tempos mais rápidos entre os inscritos.

FONTE CBDA POR Eliana Alves/ Souza Santos



CAMPEONATO BRASILEIRO E COPA BRASIL - FOZ DO IGUAÇU/PR - 2A E 3A ETAPAS - 11 E 13 DE MAIO


Rio de Janeiro, 26 de abril de 2017.
Boletim 091 / 2017
Christiane Areias Fanzeres
Ilmo. Sr.
Presidente de Federação
Prezado Presidente:
A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos – CBDA, vem divulgar informações referentes às etapas de do Campeonato Brasileiro e da Copa Brasil, a serem realizadas na cidade de Foz do Iguaçu/PR, nos dias 11 e 13 de maio de 2017.
Gostaríamos de lembrar que, conforme anunciado no boletim 029/2017 de 15 de março de 2017, a 2ª e a 3ª etapas do Campeonato Brasileiro servirão de seletivas para as provas de 10Km e de 5Km, respectivamente, no Campeonato Mundial de Desportos Aquáticos da FINA, a ser realizado em julho na Hungria.
INSCRIÇÕES:
As inscrições foram PRORROGADAS ATÉ O DIA 3 DE MAIO DE 2017 e serão feitas exclusivamente pelo site CBDAWEB.
Será mantido o valor de R$ 80,00 por inscrição em cada prova, que deverá ser depositado na conta da Federação de Desportos Aquáticos do Paraná – FDAP (Banco Santander – Agência 3335 – Conta corrente 13001695-5).
Uma cópia digitalizada do comprovante de pagamento deverá ser enviada por e-mail para administrativo@fdap.org.br ou por WhatsApp para (41) 99233-1025. O COMPROVANTE ORIGINAL DEVERÁ SER APRESENTADO JUNTO COM OS DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS.
DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS:
Em anexo, o Termo de responsabilidade, Declaração do Técnico e Atestado Médico.
CONGRESSOS TÉCNICOS:
Na véspera de cada evento será realizado o respectivo Congresso Técnico em local a ser informado brevemente. Uma hora antes do início de cada Congresso, a FDAP estará recebendo os documentos obrigatórios.
PERCURSO:
Todas as provas serão disputadas em um percurso de 2.500m. Para a prova de 10Km serão dadas quatro voltas, e para as provas de 5Km serão dadas duas voltas.

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO:
10/05, quarta-feira: 
Congresso Técnico da prova de 10Km - Horário a ser informado
11/05, quinta-feira (todos os horários serão confirmados no Congresso Técnico):

SELETIVA PARA A PROVA DE 10KM DO MUNDIAL DA HUNGRIA
7:30 - Início da marcação dos atletas
8:45 - Término da marcação dos atletas
8:50 - Anúncios finais do árbitro geral
9:00 – Largadas das provas de 10Km
11:00 – 11:20 – Previsão de chegada dos primeiros colocados
11:45 – Premiação do Geral (feminino e masculino)
Entre 12:00 e 12:20 – Previsão de término do tempo limite de uma hora após a chegada dos vencedores
12:15 – Início da premiação por faixa etária (Infantil, Juvenil, Junior e Senior)
12:45 – Encerramento do evento
12/05, sexta-feira:
Congresso Técnico da prova de 5Km - Horário a ser informado
13/05, sábado (todos os horários serão confirmados no Congresso Técnico):

SELETIVA PARA A PROVA DE 5KM DO MUNDIAL DA HUNGRIA
7:00 - Início da marcação dos atletas (Brasileiro e Copa)
8:15 - Término da marcação dos atletas
8:20 - Anúncios finais do árbitro geral
8:30 – Largadas das provas de 5Km do Brasileiro (SELETIVAS)
Obs.: Os horários e a sequencia de largadas da Copa Brasil será informada posteriormente
09:30 – 09:45 – Previsão de chegada dos primeiros colocados do Brasileiro
10:00 – Premiação do Geral do Brasileiro (feminino e masculino)
Entre 10:00 e 10:15 – Previsão de término do tempo limite de meia hora após a chegada dos vencedores do Brasileiro
10:15 – Início da premiação por faixa etária do Brasileiro
Por volta de 11:00 – Término do tempo limite de uma hora e quinze minutos após a chegada dos vencedores da Copa Brasil
11:15 – Início da premiação por faixa etária da Copa Brasil
12:00 – Encerramento do evento da CBDA
Face à importância do presente Boletim, solicitamos a V. Sa. as devidas providências no sentido de divulgação junto aos clubes filiados.
O presente boletim encontra-se à disposição no site www.cbda.org.br desta Entidade Nacional.
O original deste Boletim encontra-se assinado e arquivado nesta Entidade Nacional.
Atenciosamente,
Ricardo Prado
Coordenador Geral



SELEÇÃO BRASILEIRA FEMININA GARANTE VAGA NA FINAL DO CAMPEONATO SUL-AMERICANO JUVENIL DE POLO AQUÁTICO


Cali / COL – A seleção brasileira feminina de Polo Aquático passou, sem dificuldades, pela Colômbia (19 a 1 – placar final) e garantiu vaga na final do Campeonato Sul-Americano Juvenil da modalidade, na manhã desta sexta-feira, 28/04. Agora as meninas esperam a definição do adversário, que será o vencedor do confronto entre Argentina x Venezuela. A decisão será na manhã de sábado, 29/04, na piscina Pan-americana, da cidade de Cali, na Colômbia, a partir das 9h45 (11h45 – hora de Brasília).
- A competição está sendo ótima. Conquistamos bons resultados, mesmo tendo jogos que poderíamos estar melhores. Estamos treinando bastante e estamos bem focadas para buscar o melhor resultado amanhã na final – comentou Giovana Barbosa


FOTO Giovana Barbosa
Este foi o segundo confronto entre as equipes e, mais uma vez, o Brasil venceu com facilidades das donas da casa. As parciais dos quartos 6x0; 5x0; 4x0; 4x1.
- O jogo de hoje foi bem melhor do que o primeiro, contra elas. O time estava mais concentrado e entrosado também. Nossa interação está bem melhor. Agora vamos descansar e já pensar no próximo jogo – comentou Mylla Bruzzo.

FOTO Mylla
Os gols do Brasil foram de Luana Quinn, Júlia Cardoso (2), Giovana Barbosa (3), Ana Júlia Amaral, Rafaella de Oliveira (3), Kemily Leão (4), Ana Júlia Batista, Letícia Belório, Mylla Bruzzo (2) e Nicole Pimenta.
O Brasil não contou com a participação de Thatiana Pregolini, goleira titular, poupada pela comissão técnica, e de Ana Alice Amaral, também poupada, por orientação médica.
Seleção do Brasil1- Thatiana Pregolini, 2- Luana Quinn, 3- Júlia Cardoso, 4- Giovana Barbosa, 5- Ana Júlia Amaral, 6- Rafaella de Oliveira, 7- Kemily Leão, 8- Ana Júlia Batista, 9- Letícia Belório, 10- Ana Alice Amaral, 11- Mylla Bruzzo,12- Nicole Pimenta, 13- Isabela Mendes.
Técnico: Ricardo Crivella. Tecnicas auxiliares: Maria Barbara Amaro e Marcella Braga. Médico: Clair Azzolini Filho. Chefe de Delegação: Paulo Rogério M. Rocha.

FONTE CBDA POR Mariana de Sá

FOTOS SATIRO SODRÉ


EQUIPE DE NATAÇÃO DO MINAS FAZ TREINO ABERTO AO PÚBLICO ANTES DO TROFÉU MARIA LENK


A equipe de ponta da natação do Minas está na reta final de preparação para o Troféu Maria Lenk, uma das principais competições nacionais da modalidade. E, antes de seguir para o Rio de Janeiro (RJ), local da disputa, o time minastenista fará um treino aberto ao público, neste sábado (29/4), das 8h45 às 10h45, no Parque Aquático CVC, no Minas I. No evento, o público terá a oportunidade de interagir com os atletas e de participar de um sorteio de brindes. A entrada é gratuita, pela portaria da rua Antônio Aleixo.
Um dos objetivos do evento é proporcionar ao público maior contato com o esporte. Atletas das categorias de base do Minas e alunos dos cursos de natação estarão presente, assim como 40 crianças do projeto Criança Esperança. Os pequenos esportistas também mandarão mensagens de incentivo aos atletas que seguem para o Troféu Maria Lenk. O evento ainda terá o “Prêmio Excelência”, que será entregue aos nadadores que conquistaram bons resultados neste primeiro semestre.
A equipe minastenista viaja para o Rio de Janeiro (RJ) na manhã deste domingo (30/4). O Troféu Maria Lenk, seletiva para o Mundial de Budapeste e para o Mundial Júnior, começa na terça-feira (2/5) e vai até sábado (6/5). O Sportv transmitirá as finais da competição nos dias 2, 3 e 4 de maio, a partir das 17h30, e nos dias 5 e 6, a partir das 19h. Acompanhe também todos os resultados em nosso site e redes sociais.
FONTE IMPRENSA MINAS TC



BRASIL VENCE PERU E ENCARA ARGENTINA NA SEMIFINAL DO POLO AQUÁTICO NO SUL-AMERICANO JUVENIL 2017


Marcos Vinicius - Fotos: Satiro Sodré / SSPress / CBDA
Cali / COL – No último jogo da primeira chave masculina, do Sul-Americano Juvenil de Polo Aquático, o Brasil não encontrou dificuldades para passar pelo Peru e se garantir líder do grupo B. Com a vitória, o time brasileiro irá enfrentar a Argentina, segunda colocada do grupo A, na semifinal, nesta sexta-feira, 28/04, na Piscina Pan-americana de Cali, na Colômbia, a partir das 15h (17h – na hora de Brasília). A outra semifinal será entre Colômbia, líder do grupo A, e Peru.
Na partida de hoje o Brasil venceu o Peru, por 18 x 3, com parciais de 5x1; 4x1; 2x0; 7x1.
- Apesar de termos começado bem fortes, o jogo foi um pouco duro. Conseguimos sair com a vitória, que foi muito importante. Nosso time está bem na competição. Agora é concentração total, sabemos que não podemos errar e vamos vir contudo ‘pra cima’ da Argentina – comentou Marcos Vinicius, de 17 anos, jogador de polo há quatro anos.
Os gols do Brasil: João Carlos; Jonathan Cardoso (2); Matheus Stellet (2); Italo Visacri (3); Lucas Silva (2); Pedro Zwicker; Raul Morales; Marcos Vinicius; Vinicius Pessin (3); Thiago Ferreira (2).

Jonathan Cardoso

O auxiliar técnico do Brasil, Vinicius Marques, comentou ser a heterogeneidade a mair qualidade apresentada pela equipe.
- O forte dá equipe é poder revezar o time e não ter perda de qualidade. O jogo hoje poderia ter sido melhor. Cometemos muitos erros, que não deveria ter ocorrido, mas isso foi bom para podermos corrigir, antes destes jogos decisivos. Até agora tivemos jogos com placares elásticos, mas sabemos que essa fase já passou – analisou Vinicius Marques.

Seleção Brasileira em Cali

1 - Alexandre Mendes; 2 - Joao Carlos Matos; 3- Jonathan Cardoso; 4- Matheus Stellet; 5- Italo Visacri; 6- Lucas Silva;7- Pedro Zwicker; 8- Lucas Oliveira; 9- Raul Morales; 10- Marcos Vinicius; 11- Vinicius Pessin (capitão); 12 - Thiago Ferreira; 13-  Luan Barbieri
Técnico: Ângelo Coelho. Auxiliar Técnico: Vinicius Marques. Medico: Clair Azzolini Filho. Chefe de Delegação: Paulo Rogério M. Rocha. 
FONTE CBDA POR Mariana de Sá

FOTOS SATIRO SODRÉ

DOIS OUROS E UMA PRATA NA PRIMEIRA NOITE DE NADO SINCRONIZADO NO SUL-AMERICANO JUVENIL 2017


Julia Catharino - Fotos: Satiro Sodré / SSPress / CBDA
Cali / COL - As primeiras provas, que tiveram resultados finais, do Nado Sincronizado, no Sul-Americano Juvenil, foram realizadas na tarde desta quinta-feira, 27/04, com o solo juvenil, na piscina Pan-Americana de Cali, na Colômbia. Dividida em categoria juvenil (atletas até 15 anos) e junior (de 16 a 18 anos), a competição teve início com as provas de figuras, na quarta-feira, 26/04. As notas de figuras serão somadas as das rotinas, para então se ter as classificações finais.
Na primeira prova, o solo juvenil, Julia Catharino, somou 140.076 pontos, e garantiu que a primeira medalha do Brasil na competição fosse de ouro. Com o tema Lenda do Lobo, embalada por um ritmo envolvente, com direito a uivos, Julia Catarino somou 22.000 pontos, em execução. 29.2000, na impressão artística e 20.6000, em dificuldade.
A prata ficou com Clara Mello, do Uruguai, com 138.079, e o bronze com Sofia Martinez, do Chile, que somou 134.839.


- Ela estava um pouco ansiosa, porque tinha que virar o resultado. Estávamos 1.3 atrás, depois da nota de figura, mas assim que ela pisou no palco esqueceu tudo e foi “pra cima”. Já na entrada demostrou que o palco e a piscina era dela e não deu outra – comentou Twila Cremona, treinadora da seleção juvenil.
Depois foi a vez do dueto, entre as atletas das seleções junior, Anna Giulia e Laura Miccuci, faturaram o seguro ouro brasileiro na competição, ao somarem 145.8161 pontos. A segunda colocada foi a dupla da Colômbia, Melisa Correa e Laura Marcela, com 142.3196. O bronze, mais uma vez, ficou com o Chile, Bianca Enei e Catalina Alende, com 139.6494 pontos somados.

FOTO Anna Giulia e Laura Miccuci
- Gostamos muito da nossa rotina, conseguimos fazer o que tínhamos treinado e conquistamos o ouro e atingimos nosso objetivo. Nós evoluímos muito da nossa ultima competição sul-americana para cá, não só nas coreografias, mas também como pessoas. – comentou Anna Giulia


- Nossa maior qualidade é a sintonia que temos. Este resultado nós dá ainda mais incentivo para as outras provas, além de mostrar para os juízes o nosso potencial. – analisou Laura Miccuci.
Na última apresentação, as marinheiras brasileiras, alegram a noite, somaram 68.7667 pontos e conquistaram a segunda colocação, na prova de Rotina Livre Combinada – Combo. A Colômbia, que também veio com um ritmo animado e contou com o apoio de sua torcida, somou 68.900 pontos e garantiu a primeira colocação.



- A apresentação foi ótima, as meninas fizeram o melhor delas. A nadada foi muito boa e levantaram a arquibancada. É complicado ganhar da equipe da casa, mas ainda é o primeiro dia e elas vão levantar a cabeça e conquistar muitas coisas boas ainda nesta competição – comentou Nathalia Stevo, treinadora do Brasil.


FOTO Torcida brasileira
Os Esportes Aquáticos do Brasil contam com recursos dos Correios - Patrocinador Oficial dos Desportos Aquáticos Brasileiros -, Lei Agnelo/Piva - Governo Federal - Ministério do Esporte, COB e Estácio.
Seleção Brasileira
Juvenil
Rafael Pradal, Julia Catarino Soares, Maria Luiza Fonseca, Rafaela Garcia, Victoria Gomes, Sara Ribeiro, Lara Lindner, Maya Okuyama, Milla Jaddy e Lorena Leão.
Junior
Caterina Trofa, Rafaella Caterino Soares, Vitoria Casale, Laura Miccuci, Rebecca Rodrigues, Anna Giulia Veloso, Monique Rupitsch, Vitoria Serafini, Gabriela Teixeira, Clara Noriega
Comissão Tecnica: Priscila , Twilla Cremona, Nathalia Stevo e Ligia Bahu.
Resultados
Solo – Juveni
1) Julia Catharino – Brasil - 140.076
(22.000 – execução / 29.2000 – impressão artística / 20.6000 – dificuldade)
2) Clara Mello – Uruguai - 138.079
3) Sofia Martinez – Chile - 134.839
Dueto – Junior
1) Anna Giulia e Laura Miccuci – Brasil - 145.8161
(22.800 – execução / 29.4667 – impressão artística / 20.1000 – dificuldade)
2) Melisa Correa e Laura Marcela – Colômbia - 142.3196
3) Bianca Enei e Catalina Alende – Chile - 139.6494
Combo – Juvenil
1) Colômbia – 68.9000
2) Brasil - Rafaela Pradal, Julia Catarino Soares, Maria Luiza Fonseca, Rafaela Garcia, Victoria Gomes, Sara Ribeiro, Lara Lindner, Maya Okuyama, Milla Jaddy e Lorena Leão - 68.7667
Programação Dia 28/04
17h35 – Equipe – Junior
18h45 – Equipe – Juvenil
19h50 – Combo – Junior
Dia 29/04
17h55 – Solo – Junior
19h40 – Dueto – Juvenil
Fonte CBDA Por Mariana de Sá

Fotos Satiro Sodré

BRASIL É BRONZE NOS 10 KM DO SUL-AMERICANO JUVENIL DE MARATONAS AQUÁTICAS



Cali / COL – Na última prova individual de Maratonas Aquáticas do Campeonato Sul-Americano Juvenil, da Colômbia, nesta sexta-feira, 27/04, o Brasil faturou mais duas medalhas de bronze, com Elder Oliveira e Gabriele Roncatto. Com estas a delegação brasileira já soma seis medalhas em três provas.
A manhã ensolarada de Calima, nem os quase 1300m de altitude impediram, impediram os atletas de realizarem mais duas provas bem disputadas.
No masculino, os brasileiros acompanharam o pelotão principal, desde o início, e depois de 2h02m56s40 Elder Oliveira garantiu a terceira posição, tendo logo atrás, o também brasileiro, Matheus Costas, com 2h02m58s87, na quarta colocação. O pódio foi formado por Nicolas David (2h02m48s), do Equador, com o ouro, e Fabrizio Piero (2h02m52s53), do Peru, com a prata.

foto Pódio masculino

Entre as mulheres, Gabi Roncatto, após 2h17m12s52, conquistou a medalha de bronze da competição. Camila Tribst, com 2h27m45s46, ficou na sexta colocação. O foi para Alejandra Maria (2h12m30s05), do Peru, que abriu distância das demais nadadoras desde os primeiro metros. Carmen Kareis (2h16m32s), da Venezuela, ficou com a prata.

foto Pódio feminino

Na sexta-feira, 28/04, serão disputadas as provas de revezamento por equipe, com quatro representantes de cada equipe. A prova inédita na competição, o primeiro atleta da equipe nadará todo o percurso (1 quilômetro e 250 metros) e ao completar deverá tocar no braço do segundo, para que este possa iniciar sua prova, até todos os quatro.
Entre os mais novos, de 14 a 16 anos, o time do Brasil será formado por Carol Hertel, Isis da Silva, Ricardo Castro e Davi Heberle. Entre os mais velhos, de 17 a 19 anos, o time brasileiro será formado por Elder Oliveira, Henrique Figueirinha, Gabi Roncatto e Camila Tribst.
Programação:
Dia 28/04
Provas de Revezamento por equipes
Fonte CBDA Por Mariana de Sá

Fotos Satiro Sodré

BRASIL VENCE A ARGENTINA E É LÍDER DA PRIMEIRA FASE NO CAMPEONATO SUL-AMERICANO JUVENIL DE POLO AQUÁTICO


Foto Kemily Leão - Fotos: Satiro Sodré / SSPress / CBDA
Cali / COL – Em sua última partida na primeira fase do Campeonato Sul-Americano Juvenil, o time feminino do Brasil venceu a equipe da Argentina, por 17 x 6 (parciais 6x4; 4x1; 3x0; 4x1), na manhã desta quinta-feira, 27/04, em Cali, na Colômbia. Com a vitória, o Brasil garantiu o primeiro lugar, da fase, e aguarda a definição do jogo, entre Peru e Colômbia, para saber seu adversário na semifinal, esta marcada para manhã desta sexta-feira, 28/04. 
- O jogo foi forte, mas a equipe portou-se bem. Entramos com uma defesa forte e conseguimos realizar bons contra-ataques. Estávamos bem focadas e, mesmo relaxando um pouco, durante o decorrer do jogo, continuamos buscando o jogo e fizemos o que o treinador pediu. A gente tem que continuar focando nos jogos, como se todos fossem uma decisão - comentou  Kemily Leão.
Não diferente do que se imaginava, a partida começou emocionante. As meninas do Brasil abriram 3 a 0, mas em um jogo bem disputado, e até o fim do período administraram a vantagem, após trocas de gols, fechando os oitos minutos com 6 a 4, de vantagem no placar. 
No início do segundo período o time voltou a abrir vantagem, com mais dois gols, logo nos primeiros minutos. Com defesas importantes, da goleira Thatiana, e aproveitando melhor as chances com jogadora a mais, a vantagem foi aumentando e, após abrir 10 x 4, fechou a parcial do jogo com 10 a 5. No terceiro e no quarto período, as meninas conseguiram administrar bem a vantagem adquirida no primeiro tempo e continuaram fazendo gols.

foto


- O time foi bem hoje, com falhas normais, de jogo, mas tivemos uma boa atuação. As meninas foram pegando o ritmo da competição, durante as partidas. Agora é descansar, esperar o adversário e ir bem assim até o final – comentou Crivella.
O Brasil como primeiro colocado irá enfrentar o quarto, a partir das 8h30 (10h - hora de Brasília), desta sexta-feira, 28/04. Os países participantes são Colômbia, Brasil, Argentina, Peru e Venezuela.  

foto Ana Júlia Batista

Os gols do Brasil foram marcados por: Luana Quinn, Júlia Cardoso, Giovana Barbosa, Rafaella de Oliveira, Ana Júlia Batista, Letícia Belório (2), Ana Alice Amaral (3), Mylla Bruzzo (3), Nicole Pimenta (4).
Seleção do Brasil1- Thatiana Pregolini, 2- Luana Quinn, 3- Júlia Cardoso, 4- Giovana Barbosa, 5- Ana Júlia Amaral, 6- Rafaella de Oliveira, 7- Kemily Leão, 8- Ana Júlia Batista, 9- Letícia Belório, 10- Ana Alice Amaral, 11- Mylla Bruzzo,12- Nicole Pimenta, 13- Isabela Mendes.
Técnico: Ricardo Crivella. Técnicas auxiliares: Maria Barbara Amaro e Marcella Braga. Médico: Clair Azzolini Filho. Chefe de Delegação: Paulo Rogério M. Rocha.
Fonte CBDA por Mariana de Sá
Fotos Satiro Sodré





quinta-feira, 27 de abril de 2017

MENINAS DO POLO AQUÁTICO VENCEM A VENEZUELA NO CAMPEONATO SUL-AMERICANO JUVENIL


Cali / COL – A última partida desta quarta-feira, 26/04, do Campeonato Sul-Americano Juvenil de Polo Aquático marcou a terceira vitória da equipe feminina do Brasil, em três jogos. Na partida contra a Venezuela, o Brasil levou a melhor e fechou o placar com 20 x 4 (parciais: 5x1; 4x1; 5x1; 6x1). Na manhã desta quinta-feira, dia 27/04, as brasileiras enfrentarão a Argentina, a partir das 8h, no horário local, 10h - hora de Brasília. As partidas são disputadas nas piscinas pan-americanas da cidade de Cali, na Colômbia, até dia 29/04.
Com uma defesa forte e rápidos contra ataques, as meninas do Brasil não encontraram muitas dificuldades para impor o ritmo do jogo e registrar mais uma goleada na competição.
- A gente sabe que pode ser melhor, mas fizemos um bom jogo, principalmente na defesa. Estamos evoluindo em cada partida, como equipe, com cada uma sabendo mais o que tem que fazer. Esta é minha primeira seleção, então tem o nervosismo, mas faz parte. Estar aqui é bem melhor do que imaginei. Essa está sendo a melhor experiência que já vivi e me inspira a continuar evoluindo e quem sabe, mais pra frente, estar em uma Olimpíada – comentou Thatiana Pregolini, goleira da equipe.
Os gols do Brasil foram marcados por: Júlia Cardoso, Giovana Barbosa, Ana Julia Amaral, Kemely Leão (4), Ana Júlia Batista (2), Letícia Belório (3), Ana Alice Amaral (3), Mylla Bruzzo (4), Nicole Pimenta .


- Apesar do placar elástico, o jogo poderia ter sido melhor. Perdemos muitos gols, cara a cara e, geralmente, se é em um jogo difícil, não se pode perder e fazem a diferença. Mas são detalhes e no geral o time foi bem, com boa postura defensiva e boas saídas de contra-ataques. Estar aqui é um aprendizado para todos, inclusive para nós, da Comissão Técnica – comentou a auxiliar técnica, Maria Barbara, em sua estreia na delegação técnica na seleção brasileira.


A expectativa é que o jogo mais difícil da primeira fase, em que todos os times se enfrentam, será o de amanhã, contra Argentina, para definir quem garante a primeira colocação. As equipes participantes são Colômbia, Brasil, Argentina, Peru e Venezuela.  
Os Esportes Aquáticos do Brasil contam com recursos dos Correios - Patrocinador Oficial dos Desportos Aquáticos Brasileiros -, Lei Agnelo/Piva - Governo Federal - Ministério do Esporte, COB e Estácio.
Seleção do Brasil1- Thatiana Pregolini, 2- Luana Quinn, 3- Júlia Cardoso, 4- Giovana Barbosa, 5- Ana Júlia Amaral, 6- Rafaella de Oliveira, 7- Kemily Leão, 8- Ana Júlia Batista, 9- Letícia Belório, 10- Ana Alice Amaral, 11- Mylla Bruzzo,12- Nicole Pimenta, 13- Isabela Mendes.
Técnico: Ricardo Crivella. Técnicas auxiliares: Maria Barbara Amaro e Marcella Braga. Médico: Clair Azzolini Filho. Chefe de Delegação: Paulo Rogério M. Rocha.
Fonte CBDA por Mariana de Sá

Fotos Satiro Sodré


BRASIL FINALIZA JOGOS MUNDIAIS MASTER COM 50 MEDALHAS DE NATAÇÃO POR DJAN MADRUGA

Na foto da esquerda: Pierre Schippers, Lúciano D'agostini, Felipe Maia, Debora Jaconi, Ana Rodrigues, Victoria Harrison, Maria Helena Castro, Jorge Fernandes, Maysa Carvalhal e Djan Madruga


Após 7 dias de competição o Brasil conquistou 50 medalhas na natação dos IX Jogos Mundiais Master na Nova Zelândia que acabaram nesta 5a feira (27/4/17) na piscina Olímpica AUT Millennium onde funciona o Centro de Treinamento Olímpico em Auckland.
Ficou assim o quadro de medalhas do Brasil nos IX Jogos Mundiais Master:
OURO 26
PRATA 18
BRONZE 6

No primeiro dia ganharam ouro nos 800 metros Livre :Matheus Ribeiro categoria 30/34 com 8-51.98, Luiz Lima categoria 40/44 com 8:56.31 e Djan Madruga categoria 55/59 com 9:56.73, ganharam prata Fred Jacob categoria 75/79 com13:35.93 e bronze Jorge Silva categoria 30/34 com 9: 34.61. No segundo dia ganharam medalha de ouro nos 200 medley Giseli Caetano categoria 45/49 com 2:39.06 e Alfred Jacob com 3:29.72 categoria 75/79 , ganharam prata Felipe Paiva categoria 30/34 com 2:16. 80 e Djan Madruga categoria 55/59 com 2:34.52 , ganharam bronze Iara Scarpelli categoria 45/49 com 2:45.08 e Wolf Heineken categoria 75/79 com 3:57.79, nos 100 metros de peito ganhou medalha de ouro Wolf Heineken categoria 75/79 com 1:56.26 , medalha de prata Ana Paula Santos categoria 30/34 com1:17.09 e Jorge Mayerle categoria 60/64 com 1:31.63 , nos revezamentos medley misto o Brasil ganhou medalha de prata no 160+ com a equipe Brasil Masters e ficou com o ouro na 200+ com a equipe do Pinheiros . No terceiro dia de competição o Brasil ganhou mais cinco ouros :nos 400 livre Matheus Ribeiro categoria 30/34 ganhou com 4:13.68, Luiz Lima ganhou a categoria 40/44 com 4:13.50 e Alfred Jacob na categoria 75/79 ganhou o bronze com 6: 35.58, nos 100 costas ganharam ouro Giseli Caetano na categoria 45/49 com 1:10.57 e Luciano d'Agostini na categoria 40/44 com 1:14. 23 , Djan Madruga ficou com prata na 55/ 59 fazendo 1:10.33 , nos 50 borboleta ganhou ouro Wolf Heineken na categoria 75/ 79 com 48.46 e ganharam prata Ana Rodrigues na 30/34 com 30.66 e Iara Scarpelli na 45/49 com 30.87. No quarto dia ganharam medalhas, nos 200 livre Matheus Ribeiro categoria 30/34 prata com 1:59.24 , Luiz Lima categoria 40/44 ouro com 2:00.18 , nos 50 costas Giseli Caetano categoria 45/49 com 31.91 e Iara Scarpeli categoria 45/49 prata com 33.45, Luciano D'Agostini categoria 40/44 ouro com 31.66 e Luiz Fagundes categoria 65 /69 ouro com 36. 78 , no revezamento 4 x 50 livre misto o Brasil Master categoria 160 + ganhou ouro e na categoria 200 + o revezamento do Esporte Clube Pinheiros ganhou ouro . No quinto dia ganhamos medalha nos 200 borboleta masculino com Jorge Silva categoria 30/38 ouro com 2:38.20 , nos 200 costas Giseli Caetano categoria 45/49 ouro com 2:32.96, Luciano D'Agostini categoria 40 /45 ouro com 2:37.05 e Djan Madruga categoria 55/59 prata 2:38.49 ,nos 400 Medley Giseli Caetano categoria 45/49 ouro 5:35.55 ,Felipe Maia categoria 30/34 ouro 4:58.81 me Djan Madruga categoria 55/59 ouro 5:25.84 e Fred Jacob categoria 75/79 ouro 7:49.64. No sexto dia de competição nos 100 livre feminino Iara Scarpelli categoria 45/49 bronze 1:05.58 ,Cláudio kestner categoria 55/59 prata 1:00.57 nos 50 peito e Ana Santos categoria 30/34 ouro 35.43, Wolf Heineken categoria 75/79 prata 47.65, nos 100 borboleta Rodrigo Ribeiro categoria 30/34 prata com 1:05.37 no revezamento 4x50 metros masculino a equipe do Pinheiros 240 + ganhou ouro. No sétimo e último dia de competição houve medalha nos 200 de peito feminino com Ana Santos 30/34 prata 2 54.62 e nos 50 livre Ana de novo prata com 28.21, Iara Scarpelli categoria 45/49 prata com 29.39 e nos 50 livre masculino Luiz Fagundes 65/69 ganhou a última medalha de ouro do Brasil na competição em piscina com o tempo de 29.45.

31 brasileiros participaram das provas de natação em Auckland na Nova Zelândia : Alfred Jacob 75 +, Antônio Aragão 45+ , Ana dos Santos 30, + Alexandre Andrade 45 +, Cláudio kestner 55+, Carlos Ferrara 60 +, Djan Madruga 55+, Débora Meditsch 55+, Elaine Romero 65+, Felipe Paiva 30+, Felipe Paiva 30+, Felipe Chaves 35+, Gisele Caetano 45+, George Varga 50+, Hélio Ideriha 70+, Iara Scarpelli 45 +, Jorge Silva 30 +, Jorge Mayerle 60+, Luiz Lima 40+, Lúciano D'agostini 40+, Luiz Fagundes 65+, Matheus Ribeiro 30+, Marcelo Gurgel 50+, Maísa Carvajal 60+, Maria Helena Castro 60+, Pierre Schippers 50+, Rodrigo Ribeiro 30+, Renata Borges 45+, Victoria Harrison 55 +, Victoria Heineken 75+, Walquiria Rodriguez 50+ e Wolf Heineken 75 +.



Foto e texto Djan Madruga

BALIZAMENTO TROFÉU MARIA LENK 2017 CAMPEONATO ABSOLUTO


Troféu Maria Lenk 2017 que acontece entre os dias 2 e 6 de maio, será a seletiva para as Seleções Brasileiras que irão disputar o Campeonato Mundial FINA em Budapest, Hungria e também o Mundial Júnior de Indianápolis (USA). Veja aqui o balizamento da prova: