sábado, 23 de maio de 2015

Unisanta finaliza projeto e está pronta para abrigar italianos antes do Rio


Universidade em Santos instala novo sistema de piscina retrátil, que será utilizado por delegação da Itália em período de aclimatação para os Jogos Olímpicos no país

A Unisanta está pronta para receber a seleção italiana de natação para um período de aclimatação antes dos Jogos Olímpicos do Rio 2016. Piscina, academia, clínicas de fisioterapia e odontologia, além do ginásio poliesportivo, já passaram por reformas e estão preparados para acolher os italianos durante cerca de 30 dias.
O projeto para reestruturação do setor de esportes da Universidade, no entanto, não tem relação com a estadia dos italianos. De acordo com o presidente da Associação de Esportes da Unisanta e ex-presidente do Santos, Marcelo Teixeira, os europeus já conheciam toda a estrutura antiga e, depois de analisarem o novo projeto da piscina da universidade, escolheram a estada em Santos sem fazer exigências de reformas estruturais para o período de treinamentos.
– A seleção da Itália é uma das que vinham mais cedo e, mesmo depois das maratonas, permaneciam aqui para treinamentos até por conta do clima que temos na nossa cidade. Eles sabem das vantagens da nossa piscina. Temos instalações do ginásio, da academia, das clínicas de fisioterapia, de odontologia, tudo que eles pudessem utilizar – disse Teixeira.

A expectativa dos italianos é treinar em um clima parecido com o que vai encontrar no Rio de Janeiro, durante as Olimpíadas. A facilidade de preparação na praia de Santos, no litoral de São Paulo, e em uma das dez piscinas de 50 metros do Brasil, fizeram com que os europeus escolhessem o litoral de São Paulo. Eles, inclusive, já definiram a grade de horário de treinamentos.
– Todo treinador quer que o atleta faça a preparação no mesmo clima da competição. Em Santos, temos condições muito parecidas com o Rio. Temos uma piscina de 50 metros coberta, não temos dez iguais a essa no Brasil. Quando o Comitê Olímpico Italiano começou a procurar locais para eles treinarem, eles já falaram com a gente, por já conhecer tudo que nós temos – comentou a coordenadora de natação da universidade, Rosa do Carmo José.
Além dos italianos, a Unisanta recebeu sondagens para receber as seleções do Japão, Dinamarca, Suíça e Rússia durante o período de preparação para os Jogos Olímpicos de 2016.
TROCA DE EXPERIÊNCIAS
A equipe santista deve ter, ao menos, três representantes na seleção brasileira para os Jogos do Rio. Matheus Santana, Nicholas Santos e Poliana Okimoto são os principais nomes do time. O jovem Vitor Colonese, que está classificado para o Mundial de Kasan, também é uma das esperanças para as Olimpíadas.
De acordo com o treinador Marcio Latuf, ainda não estão programados treinamentos integrados, mas ele diz acreditar que a presença dos italianos pode acrescentar na preparação dos brasileiros.
– Normalmente, em uma fase dessas, eles podem querer um pouco de privacidade. O que podemos ganhar muito é com os garotos, que podem acompanhar o treinamento deles – falou.
ITALIANOS
A delegação italiana de natação será formada por 55 pessoas. Serão 35 atletas e 20 componentes da comissão técnica. Destaque para o velocista Marco Orsi, que foi prata nos 50m livre no último Mundial de Piscina Curta. Também estarão em Santos os atletas Francesca Pellegrini (atual recordista mundial e campeã olímpica em Pequim nos 200m livre), Gregorio Paltrinieri (ouro nos 1.500m livre no mundial) e a maratonista Martina Grimaldi.




O QUE ACONTECE DE NOTÍCIA NO MUNDO DOS ESPORTES AQUÁTICOS VOCÊ LÊ PRIMEIRO AQUI - BLOG FRANCISSWIM 320.000 VISUALIZAÇÕES / MÊS NA WEB














Nenhum comentário: