quinta-feira, 28 de maio de 2015

TROFÉU BRASIL DE SALTOS ORNAMENTAIS FOI DEDICADO AOS SALTOS SINCRONIZADOS


A tarde do primeiro dia do Troféu Brasil de Saltos Ornamentais (qui, 28/5)  foi dedicada aos saltos sincronizados, uma modalidade que o Brasil está vendo com muito carinho. Por ser anfitrião das Olimpíadas de 2016, o Brasil tem vaga garantida entre as oito duplas que virão ao Rio para os Jogos Olímpicos no trampolim de 3 metros sincronizado masculino e feminino, e plataforma sincronizada feminina e masculina.
A primeira prova foi o trampolim de 3m sincronizado feminino vencido por Juliana Veloso e Tammy Galera, do Fluminense, com 266,55 pontos. Elas melhoram a melhor marca que fizeram no Grand Prix: 255,30, mas não atingiram o índice para o Mundial de Kazan:  283,50. Logo no primeiro salto das seis duplas inscritas, Nicoli Cruz, que competia ao lado da irmã gêmea Natali, se acidentou ao bater no trampolim, o que levou as saltadoras da Associação Peneira Olímpica (Apoe) a abandonarem a prova. Mas está tudo bem com Nicoli. Já Juliana falou sobre as possibilidades de sua dupla nos Jogos Pan-Americanos.
- O Pan costuma ser uma competição fraca em algumas modalidades esportivas em que os países mais ricos enviam times B. Mas isto não acontece nos Saltos, em que o Pan é um mini-Mundial, com vários países tradicionais no esporte, principalmente EUA, Canadá e México. Para ganhar uma medalha nos saltos sincronizados teremos que saltar muito bem e também torcer para alguma dupla errar. Desta vez temos uma série de saltos com maior grau de dificuldade do que a utilizada no Rio, em 2007, quando ficamos na 4ª posição. Eu e Tammy ainda não conseguimos ficar no mesmo ponto simultaneamente. Quando voltei da gravidez, ela era a melhor da dupla, mas depois eu subi de nível e ela caiu um pouco de produção. 
Já na plataforma masculina sincronizada, a dupla vencedora foi formada por atletas de clubes diferentes, o que o regulamento permite. Hugo Parisi, do Mackenzie, e Jackson Rondinelli, do Pinheiros, foram os melhores, com 339,87 pontos. Pela manhã, Jackson conquistou a prata do trampolim de 1 metro. 
A nova prova de equipe encerrou o primeiro dia de competição. Nela, um casal tem que saltar seis vezes, sendo três saltos pra cada um. Cada um tem que saltar uma vez do trampolim e outro da plataforma. O terceiro salto é livre, a escolha de cada atleta. Os saltos não são sincronizados, mas separados. O Fluminense levou a melhor mais uma vez com a dupla formada por Luis Outerelo e Ingrid Oliveira, que totalizaram 365,85 pontos. 
Resultados 1º dia – 28/05/15 – 5ª feira (tarde)
Trampolim 3m Fem sincronizado (final direta) = 1 – Juliana Veloso & Tammy Galera – Fluminense/RJ – 266,55 / 2 – Luana Lira & Bruna Brunnett – Grêmio Cief/PB – 234,84 / 3 – Mônica Amaral & Giovana Pedroso – Tijuca Tênis – 233,16

Plataforma Masc sincronizada (final direta) = 1 - Hugo Parisi & Jackson Rondinelli - Mackenzie/DF e Pinheiros/SP - 339,87 / 2 - Luis Outerelo & Renato Leite - Fluminense/RJ - 275,58 / 3 - Kawan Pereira & Luis Felipe Moura - Centro Olímpico do Gama/UnB

Prova de Equipe (final direta) CORRIGIDO = 1 - Luis Outerelo & Ingrid Oliveira, Fluminense/RJ, 365,85 / 2 - Jackson Rondinelli & Raiane Silva, Pinheiros, 276,45 / 3 - Tales Lourenço & Luana Lira, Grêmio Cief/PB, 238,25
Programação do Troféu Brasil
Dia 29/5 – 6ª feira
9h30 às 12h
Trampolim de 3m Fem (eliminatória) / Plataforma Masc (eliminatória) / Plataforma sincronizada Fem (final direta)
14h30 às 17h
Trampolim de 1m Fem (final direta) / Trampolim de 3m sincronizado Masc  (final direta)
Dia 30/5 – Sábado
9h30 às 12h
Plataforma Fem (Final) / Trampolim de 3m Masculino (Final) / Trampolim de 3m Misto (final direta)
Dia 31/5 – Domingo
9h30 às 12h
Trampolim de 3m Fem (Final) / Plataforma Masc (Final) / Plataforma Mista (final direta)



O QUE ACONTECE DE NOTÍCIA NO MUNDO DOS ESPORTES AQUÁTICOS VOCÊ LÊ PRIMEIRO AQUI - BLOG FRANCISSWIM 320.000 VISUALIZAÇÕES / MÊS NA WEB














Nenhum comentário: