segunda-feira, 3 de agosto de 2015

BRASIL VENCE CAZAQUISTÃO NO POLO AQUÁTICO FEMININO E VAI DISPUTAR 9º LUGAR CONTRA A HUNGRIA NO MUNDIAL DE KAZAN


Kazan/RUS -  A Seleção Brasileira feminina de polo aquático está de volta ao grupo dos 10 melhores do mundo. Nesta segunda-feira (3/8), o Brasil derrotou o Cazaquistão por 10-5 (2:1, 4:0, 4:2, 0:2) e, com o resultado, vai disputar a nona posição do Campeonato Mundial de Kazan, contra a Hungria, na quarta-feira (5/8), às 6h10min (de Brasília). Na convincente vitória de hoje, os gols brasileiros foram marcados por Izabella Chiappini (três), Melani Dias (dois), Marina Zablith, Mariana Duarte, Amanda Oliveira, Viviane Bahia e Gabriela Mantelatto.
Desta vez, a Seleção Brasileira entrou para atropelar o rival, marcando pressão e saindo com velocidade para o ataque. A boa execução dos passes também contribuiu para a vitória por 6-1 após os dois primeiros períodos. Izabella Chiappini, inspirada, balançou a rede três vezes e chegou a 13 gols na competição. Para os dois últimos períodos, a Seleção cadenciou o ritmo e explorou o desespero do rival. Foram mais quatro gols, e a certeza de que o Brasil entrou de vez na elite da modalidade. Esta é a opinião do técnico Pat Oaten.
- As pessoas prestaram atenção no jogo do Brasil. E agora sabem que vamos jogar as Olimpíadas por mérito e não apenas por ser o país sede. Desde a Liga Mundial, estamos mostrando a nossa evolução, e a boa atuação contra a China comprovou o acerto do trabalho. Vencemos o Cazaquistão porque soubemos impor o nosso jogo. A Hungria é um adversário difícil. Tem um bom técnico e excelente jogadoras. As húngaras marcam de forma agressiva e, por isso, serão um  bom teste para o time brasileiro.

A capitã Marina Zablith disse que a vitória por cinco gols de diferença demonstra o que se passou em dois anos.

- Em Barcelona (2003), perdemos a terceira posição no grupo para o Cazaquistão. Hoje, não só passamos à frente como colocamos cinco gols de diferença. Entramos fortes para definir logo o jogo e evitar qualquer reação delas. Sabíamos da superioridade física do Brasil. A forma como vencemos confirma a evolução. A Hungria é um rival difícil por ter talento e tradição. Mas vamos buscar fazer o nosso melhor jogo.

Seleção Brasileira = 1 - Tess Oliveira / 2 - Diana Abla / 3 - Marina Zablith (capitã, 1 gol) / 4 - Mariana Duarte (1 gol) / 5- Lucianne Barroncas / 6 - Izabella Chiappini (3 gols) / 7 - Amanda Oliveira (1 gol) / 8 - Luiza Carvalho  / 9- Melani Dias (2 gols) / 10- Viviane Bahia  (1 gol) / 11 - Lorena Borges / 12 - Gabriela Mantellato (1 gol)/ 13 - Victoria Chamorro. Técnico: Pat Oaten. Auxiliares: Roberto Chiappini e Pablo Cuesta.
Cazaquistão = 1 - Alexandra Zharkimbayeva / 2 - Aruzhan Yegemberdiyeva / 3 - Aizhan Akilbayeva / 4 - Anna Turova (1 gol) / 5 - Kamila Zakirova / 6 - Oxana Tikhonova / 7 - Zamira Myrzabekova / 8 - Oxana Saichuk (1 gol) / 9 - Darya Maravyeva / 10 - Darya Roga / 11 - Anastassyia Mirshina (3 gols) / 12 - Assem Mussarova / 13 - Darya Ryzhinskaya. Técnico: Miroslava Trumbi. Auxiliar: Andre Sazykin.
Arbitragem: Anne Grandin (FRA) e Ni Shi Wei (CHN)
Resultados
Dia 26/07
Grupo A: Canadá 15 x 6 Nova Zelândia / Casaquistão 7 x 14 Espanha
Grupo B: Austrália 8 x 7 Grécia / África do Sul 1 x 22 Holanda
Grupo C: Brasil 2 x 13 Estados Unidos / Japão 3 x 15 Itália
Grupo D: Rússia 16 x 5 França / Hungria 8 x 9 China

28/07
Grupo A: Espanha 23 x 2 Nova Zelândia / Canadá 17 x 4 Cazaquistão
Grupo B: Holanda 10 x 9 Grécia / Austrália 19 x 1 África do Sul
Grupo C: Brasil 11 x 8 Japão / Itália 10 x 9 EUA
Grupo D: França 4 x 13 China / Hungria 11 x 13 Rússia
30/07

Grupo A: Espanha 12 x 6 Canadá / Cazaquistão 14 x 4 Nova Zelândia
Grupo B: Austrália 8 x 6 Holanda / África do Sul 4 x 20 Grécia
Grupo C:  Brasil 6 x 15 Itália / EUA 17 x 2 Japão
Grupo D: Hungria 18 x 3 França / Rússia 9 x 9 China
01/08
Disputa do 13º ao 16º lugar: Nova Zelândia 11 x 3 África do Sul / Japão 6 x 9 França
Oitavas-de-final: Brasil 8 x 10 China / EUA 12 x 7 Hungria / Canadá 5 x 8 Grécia / Holanda 21 x 1 Cazaquistão

03/08
Disputa do 15º lugar: Japão 15 x 7 África do Sul
Disputa do 13º lugar: Nova Zelândia 7 x 6 França
Disputa do 9º ao 12º lugar: Hungria 10 x 7 Canadá e Brasil 10 x 5 Cazaquistão
Quartas-de-final: Espanha 5 x 8 EUA / Rússia 9 x 10 Holanda / Austrália 12 x 10 China (7 a 7 no tempo normal e 5 a 3 nos penaltis)  / Itália 9 x 6 Grécia.
Programação - horal local (hora de Brasília)
Dia 04/08 - Disputa do 9º ao 12º lugar
Brasil x África do Sul - 13h30 (7h30) e Canadá x Cazaquistão - 12h10 (6h10) - Masculino
Dia 05/08 - Disputa do 9º lugar
Brasil x Hungria - 12h10 (6h10)  - Feminino
colaboração Eduardo Vieira















COMPARTILHE ESTE POST E CONCORRA A UM KIT NATAÇÃO (TOUCA- SUNGA OU MAIO - ÓCULOS - TOALHA DE BANHO)

Nenhum comentário: