sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Medalhas no peito Diogo Villarinho comemora medalhas no Mundial e Copa do Mundo e ainda sonha com Rio 2016



Diogo Villarinho com as medalhas do Mundial e Copa do Mundo Por Débora Sampaio / Fotos: Orlando Bento
No mês de julho, o nadador Diogo Villarinho, do Minas, seguiu para Kazan, na Rússia, com o objetivo de conquistar uma vaga para os Jogos Olímpicos Rio 2016 na prova de maratonas aquáticas no Mundial. Cerca de 20 dias depois, apesar de não ter conseguido a vaga, o minastenista retornou para o Clube com mais duas medalhas no peito: a de prata, conquistada na prova de 5km por equipes no Mundial, e a de bronze, conquistada na oitava etapa da Copa do Mundo.
Além disso, o sonho de disputar os Jogos Olímpicos Rio 2016 ainda permanece vivo. O jovem Diogo Villarinho, de 21 anos, tentará uma vaga no maior evento esportivo do mundo pela natação, na prova de 1.500m livre. “A maratona é minha especialidade. Sei que nessa prova eu disputo uma medalha. Já não posso dizer o mesmo na piscina, mas vou tentar. Estou a 15 segundos do índice nos 1.500m livre e o tempo é o meu maior adversário agora”, afirmou.
O Mundial de Esportes Aquáticos, realizado em Kazan, na Rússia, foi o primeiro desafio de Villarinho, que disputou as provas de 10km e 25km, e 5km por equipes. A prova de 10km foi a primeira e era o grande objetivo do nadador, que precisava terminar entre os 10 primeiros para conquistar uma vaga na prova nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Por pouco o sonho não se concretizou. “Eu estava na nona ou na 10ª posição na prova até quando faltavam 500 metros. Mas aí eu travei. Senti o corpo enrijecendo e vi todo mundo me passando. Acabei na 21ª posição”, lamentou.
A tristeza foi grande, e o minastenista viu o seu objetivo ficar para trás. Sem muito tempo para lamentar, dois dias depois Diogo competiu na prova de 5km por equipes, ao lado de Allan do Carmo e Ana Marcela Cunha, e conquistou a medalha de prata, muito comemorada por todos. “Sabíamos que a equipe era forte e poderia brigar por um lugar no pódio, mas a medalha de prata nos surpreendeu positivamente. Foi uma conquista importante para todos nós e me deu um ânimo novo”.
Após as provas na Rússia, Diogo Villarinho seguiu para o Canadá para a oitava etapa da Copa do Mundo de Maratonas Aquáticas, realizada no Lago Mégantic, no percurso de 10km, e conquistou a medalha de bronze. Foi mais uma importante vitória para o nadador, que agora está em quarto lugar no ranking geral. A competição ainda terá mais duas etapas, em Chun’na, na China, no dia 11 de outubro, e Hong Kong, no dia 17 de outubro, e, dependendo dos resultados, Diogo poderá ser o campeão.
Agora, o nadador do Minas se dedicará a essas etapas da Copa do Mundo, e voltará a se dedicar às provas de piscina para seguir com o sonho de disputar os Jogos Olímpicos em casa. As seletivas para os Jogos serão em dezembro deste ano, no Torneio Open, e no Troféu Maria Lenk, no primeiro semestre de 2016.
Antes, junto com a equipe Minas, Diogo Villarinho disputará o Troféu José Finkel, que será realizado a partir de segunda-feira, em São Paulo. O time minastenista busca o seu quinto título consecutivo da competição.






come contribuire a francisswim blog. clicca qui
COMO CONTRIBUIR PARA O BLOG FRANCISSWIM. LEIA MAIS AQUI

Nenhum comentário: