domingo, 4 de junho de 2017

Edênia Garcia bate recorde das Américas nos 50m costas pela terceira vez em dois meses no Circuito Paralímpico Loterias Caixa


O primeiro dia de provas na natação no Circuito Loterias Caixa - 1ª etapa nacional teve uma manhã com recorde das Américas na piscina do Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro. A responsável por melhorar a marca do continente foi Edênia Garcia, classe S3, nos 50m costas. A atleta cearense radicada no Rio Grande do Norte completou a distância em 57s18, mais de dois segundos mais rápido que o anterior, que pertencia a ela.
Edênia foi reclassificada para a classe S3 há dois meses (com um grau superior de deficiência físico-motora), antes do Open Internacional Loterias Caixa, também São Paulo. De lá para cá, a nadadora já bateu o recorde das Américas três vezes: a primeira no próprio Open, e a segunda, no Paulista Adaptado. Para ela, a adaptação à nova classe começou antes mesmo de abril.
"Venho me adaptando a essa minha nova condição física há um bom tempo. Tem uns dois anos que meu rendimento estava diminuindo e fomos estudando para ver como seria a melhor forma de treinar e ganhar, melhorar as marcas e isso foi acontecendo gradativamente. Essas três quebras de recorde me mostram que estou fazendo o certo. Estou trabalhando com neurologista para saber até que ponto eu ganho nos treinamentos, e isso tudo pode me colocar próxima das melhores do mundo", explicou Edênia.
Já garantida no Mundial da modalidade, em setembro, na Cidade do México, a atleta pretende focar todo o treinamento para uma boa campanha. "Quero estar forte no Mundial, e vou trabalhar basicamente para isso. Claro que tem a segunda etapa nacional do Circuito antes e pretendo me sair bem também aqui no Brasil", afirmou.
A nadadora ainda bateu outros dois recordes brasileiros neste sábado. Nos 200m medley SM3, Edênia fez 4min16s32 e estabeleceu nova melhor marca do país. O outro recorde veio nos 50m livre S3, quando nadou a distância em 56s85. Além dos três recordes de Edânia, outros cinco marcas foram atualizadas neste sábado: Andrey Garbe, nos 100m costas S9 (1min06s74); Beatriz Carneiro, nos 100m borboleta S14 (1min26s66); Camille Rodrigues, nos 200m medley SM9 (3min02s82); Douglas Matera, nos 100m costas S13 (1min11s56); e Vitória Ribeiro, nos 100m borboleta S8 (1min24s40).
Outro conhecido nadador que teve bom desempenho na piscina nesta manhã foi Daniel Dias, classe S5. O multimedalhista venceu as duas provas em que disputou. Uma delas, os 200m livre, teve atenção especial do atleta. Detentor do recorde mundial, que dura desde 2010, Daniel quer fazer um preparo especial para esta distância depois deste Circuito e da World Series do IPC, na próxima semana, em Indianápolis (EUA).
"Quando voltar dos Estados Unidos vamos focar na preparação desta prova para chegar bem forte no Mundial. Mesmo sem estar treinando ainda esta distância, gostei do tempo de hoje. Então espero atualizar este recorde, que já dura muito tempo", observou Daniel.
O dia também foi bom para o carioca Thomaz Matera, da classe S12 (baixa visão). O nadador alcançou o índice nos 100m borboleta para o Mundial da Cidade do México. Thomaz é o 14º nadador brasileiro a alcançar a marca mínima estabelecida pelo Comitê Paralímpico Brasileiro.
O Circuito
O Circuito Loterias Caixa é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro e patrocinado pela Caixa Loterias. Este é o mais importante evento paralímpico nacional de atletismo, natação e halterofilismo. Composto por quatro fases regionais e três nacionais, tem como objetivo desenvolver as práticas desportivas em todos os municípios e estados brasileiros, além de melhorar o nível técnico das modalidades e dar oportunidades para atletas de elite e novos valores do esporte paralímpico do país.

Time São Paulo
O atleta Daniel Dias é integrante do Time São Paulo, parceria entre o CPB e a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo que beneficia 56 atletas e nove atletas-guia de 10 modalidades.



SERVIÇO
Circuito Loterias Caixa de Atletismo, Halterofilismo e Natação - 1ª fase nacional
Local: Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro (Rodovia dos Imigrantes, Km 11,5, ao lado do São Paulo Expo, em São Paulo)
Data: 2 a 4 de junho
Horários:
Atletismo - sábado, das 15h às 17h50, e domingo, das 8h às 11h40
Natação - sábado, das 15h às 18h, e domingo, das 9h às 12h
Halterofilismo - sábado, das 15h30 às 18h, e no domingo, das 9h30 às 12h

Assessoria de imprensa do Comitê Paralímpico Brasileiro

Marco Antonio Teixeira/CPB/MPIX


Nenhum comentário: