domingo, 28 de junho de 2015

Campeonato Paulista de Inverno Unisanta é a terceira potência da natação


Por Christian Miranda
Competição termina com 103 recordes quebrados
Após seis anos sendo realizado em piscinas de 25 metros, o Campeonato Paulista Júnior e Sênior de Inverno – XV Troféu Salvador Granieri Sobrinho teve seu retorno às piscinas de 50 metros no Complexo Aquático da Universidade Santa Cecília – Unisanta. As condições favoráveis da piscina e da região possibilitaram a quebra de 103 recordes por nadadores pertencentes a clubes e instituições do Estado, mas que estão entre os principais atletas da modalidade no País.
Na classificação geral, a equipe da Unisanta terminou em terceiro, com 1.102 pontos. O campeão foi o Esporte Clube Pinheiros (2.287) e o segundo lugar ficou com Sport Club Corinthians Paulista (1.791,50). Entre as instituições de ensino, a Unisanta se mantém na liderança no estado de São Paulo e no País.
Na categoria Sênior, por pouco a Unisanta não foi a segunda melhor equipe do campeonato. A disputa entre os nadadores santistas e os do Corinthians foi acirrada até o final. Os atletas paulistanos venceram por uma diferença pequena, 56 pontos.
Recordes – Dos 103 recordes quebrados, 98 foram recordes de campeonato (a Unisanta quebrou 16 marcas), um paulista absoluto, com Joana Maranhão/Pinheiros nos 1500 livre Sênior; e quatro recordes paulistas.
Pela Unisanta, entre os atletas que superaram marcas de campeonato estão Felipe Ribeiro, com três recordes quebrados (50, 100 e 200m livre Júnior 1), Matheus Santana(50 e 100m livre Júnior 2), Nicholas dos Santos (50 e 100m borboleta Sênior) e Guilherme Costa (400 e 1500m livre Júnior 1), além de cinco recordes em revezamentos.
Outros atletas também de destaque da natação brasileira estipularam novos recordes de campeonato. Entre eles, Thiago Simon/Corinthians, nos 200m peito Sênior (2m13s19) e Leonardo de Deus/Corinthians, nos 200m borboleta Sênior (1m59s24).
Para Marcelo Teixeira, presidente da Associação Santa Cecília Esportes e pró-reitor da Unisanta, as condições oferecidas pelo Complexo Aquático da Universidade, recentemente remodelado, além de fatores como o nível do mar e o clima da região, foram fundamentais para a obtenção de tantos recordes.
“A piscina olímpica e coberta da Unisanta possui profundidade e um sistema que reduz o efeito de marola, o que aumenta o rendimento do atleta e facilita a quebra de recordes.  Além de termos uma piscina de 50 metros rápida, há outros diferenciais como as novas e modernas balizas, recomendadas pela Fina. Trata-se do mesmo modelo de bloco de natação utilizado nas competições internacionais e que será usado nas Olimpíadas 2016”, afirma Teixeira.
O dirigente da Unisanta ressalta ainda o reconhecimento internacional da infraestrutura oferecida pela instituição para a prática esportiva. “Somos a única universidade da região credenciada pelo COB para receber atletas visando treinos aos Jogos Olímpicos. A seleção da Itália chegará à Unisanta em julho de 2016 e ficará até 5 de agosto”, acrescentou.
Teixeira comentou ainda sobre o Projeto Olímpico da Universidade que prepara atletas de alto nível para diversas modalidades esportivas, nacionais e internacionais. “O esporte tem se destacado como uma das ferramentas de apoio ao ensino, complementando-o de maneira eficiente para uma educação integral, importante para o mercado de trabalho e solidária ao próximo.”
Índices técnicos – Ao final da competição são destacados os atletas com os melhores índices técnicos. Os nadadores da Unisanta aparecem nos três níveis disputados. Na categoria Júnior 1 masculino, os quatro melhores índices técnicos ficaram entre Felipe Ribeiro e Guilherme Costa. No Júnior 2, Matheus Santana ficou com o quarto melhor índice e, na categoria Sênior, Nicholas dos Santos obteve o segundo melhor índice técnico da competição.
Resultados da última etapa – Na primeira prova deste domingo, a Unisanta já garantiu o terceiro lugar no pódio com Laura Gonçalves Ayres, nos 400m livre (Júnior 1). Ele completou a prova com 4m46s31. O ouro foi para Maria Gonzalez/Pinheiros (4m40s12) e a prata ficou com Fernanda Arruda/Paineiras (4m45s27).
Na versão masculina do mesmo estilo, Guilherme Costa conquistou o primeiro ouro do dia e estabeleceu mais um recorde de campeonato para a Unisanta, ao marcar 4m02s91. Bruce Almeida/Corinthians levou a prata e Mattheus Costa/Esperia, o bronze.
Ainda nos 400m livre, mas na categoria Júnior 2, outro atleta da Unisanta obteve medalha. Rafael Souza terminou em terceiro (4m09s15). Vitor Botana/Paineiras (4m02s03) venceu a prova e João Cervone/Pinheiros (4m07s26) conquistou a prata.
Na modalidade costas, Aline Caetano/Unisanta foi a segunda nadadora mais rápida nos 50m da categoria Sênior, com o tempo de 30s18, perdendo para Etiene Medeiros/Sesi, que fez o recorde do campeonato (27s96). O bronze foi para Isabela Silva/Corinthians (30s35).
Entre os homens, Amra Hamad/Unisanta levou o bronze nos 50m costas (Júnior 1), com o tempo de 28s20. O ouro foi para Matheus Rodrigues/Sesi (28s04) e Maurício Nasri (28s19) obteve a prata.
O nado peito também esteve bem representado pela Unisanta nesta última etapa. Cassia Nascimento ficou em segundo lugar nos 200m (Júnior 2), ao marcar 2m47s31. O ouro foi para a nadadora do Pinheiros, Carolyne Mazzo, que fez 2m40s98 e o novo recorde do campeonato na prova.  O bronze ficou com Jéssica Ferreira/Sesi (2m48s91).
Outras medalhas da Unisanta no domingo – Joana Zenebon Cardoso (bronze – 200m peito Sênior), Paulo Dias (prata – 200m peito Júnior 1), Tales Cerdeira (bronze – 200m peito Sênior), Patrícia Neumann (bronze – 200m borboleta  Júnior 2).
Revezamentos – Os revezamentos masculinos disputados no domingo renderam mais três pódios para a equipe da Unisanta, todos nos 4x100m medley. Prata para o quarteto Amra Hamad, Paulo Dias, Felipe Ribeiro e Guilherme Costa (Júnior 1). Conquistaram bronze Rafael Souza, Aclito Bastos, Matheus Santana e Mateus Brambilla (Júnior 2); e na categoria Sênior, a equipe formada por Leonardo Fim, Raphael Rodrigues, Yago Oliveira e Yago Bremenkamp.
Ao todo, 56 atletas representaram a Unisanta na competição estadual, sendo 41 no masculino e 15 no feminino. Participaram da competição 392 atletas de 43 entidades de todo o Estado.


O QUE ACONTECE DE NOTÍCIA NO MUNDO DOS ESPORTES AQUÁTICOS VOCÊ LÊ PRIMEIRO AQUI - BLOG FRANCISSWIM 320.000 VISUALIZAÇÕES / MÊS NA WEB
























Nenhum comentário: