sexta-feira, 26 de junho de 2015

Brasil na semifinal da Liga Mundial Masculina 2015 de Polo Aquático


Mais uma vez a seleção brasileira de polo aquático masculino fez história em Bérgamo, na Itália.  Pela primeira vez, a equipe brasileira classificou-se para a Semifinal da Super Final da Liga Mundial da modalidade, com a vitória por 9 a 8 sobre a Austrália, nesta 6ª feira (26/6). As parciais foram de BRA 1 x 2 AUS / 2 x 2 / 4 x 2 / 2 x 2. O Brasil joga pela semifinal, neste sábado (27/6), a partir das 13h40, de Brasília, contra a Sérvia (currículo da Sérvia no final), que passou pela China por 25 a 10. Os EUA também são semifinalistas com a vitória por 8 a 7 sobre a Hungria, com um gol de penalti, marcado por Tony Azevedo - nascido no Brasil - a três segundos pro fim. O campeonato vai até o domingo, 28/6, com transmissão pela TV FINA.
A seleção australiana, conhecida como ‘Aussie Sharks’, é duas vezes medalhista de bronze na Liga Mundial e ficou em 7º lugar nos últimos Jogos Olímpicos, em Londres/2012. Brasil e Austrália fizeram um jogo equilibrado do início ao fim, com sete roubadas de bola para cada time. Em apenas duas vezes, uma das equipes ‘escapou’ no marcador por dois gols de vantagem: a Austrália nos 5 a 3 do início do terceiro quarto, e o Brasil já no fim, quando fez 9 a 7, no quarto final. E foi muito importante a participação do treinador brasileiro, o croata Ratko Rudic, quando pedia tempo para montar uma jogada de ataque, como no ‘homem a mais’ que originou o 8º gol brasileiro, marcado por Adrian.
O capitão brasileiro, Felipe Perrone, foi o nome do jogo com três gols em chutes potentes, e duas assistências pelo centro de ataque que resultaram em belos gols de Adrian e de Josip Vrlic.  O goleiro Vinícius Antonelli, que jogou a partida inteira, foi outro destaque, principalmente no último período quando fechou o gol. O último gol da partida foi marcado pelos australianos aos 1’48” para o fim. Demonstrando experiência e inteligência, o Brasil soube se defender e segurar o placar para desespero do treinador australiano, Elvis Fatovic. Os gols brasileiros foram de Felipe Perrone (3), Josip Vrlic (2), Adrian Delgado (2), Gustavo Grummy e Guilherme Gomes.
Com a vitória, o Brasil superou a meta pretendida de chegar entre os seis melhores da Liga e superar a 7ª colocação, obtida no ano passada, até hoje, nossa melhor posição na Liga Mundial. Como semifinalista (Top-4), os brasileiros estão na luta por medalha e ganham moral para a disputa da medalha de ouro no Pan de Toronto, o maior objetivo de 2015.
A Sérvia conquistou a medalha de bronze nas duas últimas Olimpíadas, em Londres/2012 e Pequim/2008. A partir dos Jogos de Barcelona/1992, no início como Sérvia & Montenegro, e depois apenas como Sérvia, o país conquistou uma medalha de prata e três de bronze em Olimpíadas, e duas de ouro, duas de prata e uma de bronze em Mundiais de Esportes Aquáticos. Mas se levar em conta as medalhas do tempo da antiga Iugoslávia são 11 medalhas olímpicas (3-5-3) e 10 em Mundiais (4-2-4). Em Ligas Mundiais, a Sérvia é a maior vencedora com oito títulos (os dois primeiros como Sérvia & Montenegro), e ainda uma prata como Sérvia & Montenegro, e mais um bronze, já como Sérvia.
Seleção Brasileira
1 – Vinícius Antonelli / 2 – Jonas Crivella / 3 – Guilherme Gomes / 4 – Ives Alonso / 5 – Paulo Salemi / 6 – Bernardo Gomes / 7 – Adrian Delgado / 8 – Felipe Silva / 9 – Bernardo Reis Rocha  / 10 – Felipe Perrone (capitão) / 11 – Gustavo “Grummy” Guimarães / 12 – Josip Vrlic / 13 – Thyê Matos Bezerra. Técnico: Ratko Rudic / Auxiliares-Técnico: Eduardo Abla, Ângelo Coelho e João  Brandão / Vídeo-análise: João Brandão / Preparador Físico: William Morales.
Obs: O Brasil viajou com um 14º jogador, Rudá Franco.
Próximo jogo do Brasil pela Semifinal da Super Final Masculina – hora de Brasília
Dia 27/6 – sábado – Brasil x Sérvia – 13h40.
Resultados
Dia 23/6 - 3ª feira
Grupo A = Brasil 17 x 10 Croácia / Hungria 18 x 8 China
Grupo B = Sérvia 13 x 7 EUA / Austrália 5 x 7 Itália
Dia 24/6 – 4ª feira
Grupo A = Brasil 15 x 7 China / Croácia 15 x 12 Hungria
Grupo B = Austrália 10 x 9 EUA / Sérvia 15 x 11 Itália
Dia 25/6 – 5ª feira
Grupo A = Brasil 3 x 16  Hungria / Croácia 14 x 4 China
Grupo B = Sérvia 12 x 8 Austrália / Itália 13 x 10 EUA
Dia 26/6 – 6ª feira
Quartas-de-final = Brasil 9 x 8 Austrália / Hungria 7 x 8 EUA / Itália 12 x 14 Croácia nos penaltis, após empate em 10 gols no tempo normal. / Sérvia 25 x 10 China.

Histórico da Super Final da Liga Mundial Masculina de Polo Aquático
2002 - Ouro: Rússia / Prata: Espanha / Bronze: Hungria
2003 - Ouro: Hungria / Prata: Itália / Bronze: EUA
2004 - Ouro: Hungria / Prata: Sérvia & Montenegro / Bronze: Grécia
2005 - Ouro: Sérvia & Montenegro / Prata: Hungria / Bronze: Alemanha
2006 - Ouro: Sérvia & Montenegro / Prata: Espanha / Bronze: Grécia
2007 - Ouro: Sérvia  / Prata: Hungria / Bronze: Austrália
2008 - Ouro: Sérvia / Prata: EUA / Bronze: Austrália
2009 - Ouro: Montenegro / Prata: Croácia / Bronze: Sérvia
2010 - Ouro: Sérvia / Prata: Montenegro / Bronze: Croácia
2011 - Ouro: Sérvia / Prata: Itália / Bronze: Croácia
2012 - Ouro: Croácia / Prata: Espanha / Bronze: Itália
2013 - Ouro: Sérvia / Prata: Hungria / Bronze: Montenegro
2014:  Ouro: Sérvia / Prata: Hungria / Bronze: Montenegro
Eliana Alves / Souza Santos / Mariana de Sá



O QUE ACONTECE DE NOTÍCIA NO MUNDO DOS ESPORTES AQUÁTICOS VOCÊ LÊ PRIMEIRO AQUI - BLOG FRANCISSWIM 320.000 VISUALIZAÇÕES / MÊS NA WEB
























Nenhum comentário: