terça-feira, 6 de setembro de 2016

CROÁCIA CAMPEÃ PELA PRIMEIRA VEZ NO MUNDIAL DA JUVENTUDE DE POLO AQUÁTICO – BRASIL FAZ O ARTILHEIRO


A seleção brasileira encerrou sua participação no 3º Mundial da Juventude de polo aquático masculino, nesta 6ª feira, 2/09, com uma vitória de 15 a 12 sobre o Egito, de virada (4-4, 2-3, 1-3, 8-2) e garantiu a 13ª posição do campeonato. O time brasileiro entrou no último quarto com três gols de desvantagem (7 a 10) e conseguiu se superar.  O campeonato terminou neste sábado, 3/09, em Podgorica, Montenegro, com o título ficando com a Croácia em final contra o anfitrião Montenegro: 16 a 13. Na disputa do bronze, vitória da Hungria sobre a Itália por 12 a 8.
O brasileiro Rafael Real, com seis gols, chegou a 44 no campeonato e foi o artilheiro da competição com média de 7,6 por jogo. O espanhol Alvaro Granados chegou em segundo lugar com dois gols a menos, com os dois marcados em seu último jogo, na vitória sobre os EUA na partida pela 9ª posição, também na sexta.  No último dia do campeonato, o jogador mais próximo de Rafael na artilharia e que ainda jogaria era o grego Dimitrios Nikolaidis, que contabilizava 27 gols. Como fez apenas três, ficou em terceiro lugar na artilharia com 30, dividindo o posto com o japonês Yusuke Inaba.
Os gols brasileiros em seu jogo derradeiro foram de Rafael Real (6), Luis Ricardo (3), Vinícius Pessin (2), Gabriel Poci (2), Marco Pedroso e Matheus Stellet. A equipe brasileira aproveitou seis das suas nove oportunidades de homem a mais, enquanto o Egito acertou quatro em oito. 
Os resultados e desempenho do time brasileiro mostram que a equipe poderia ter chegado mais longe se não fosse tão desafortunada no sorteio. Afinal, as três seleções europeias - Hungria, Itália e Montenegro - que constituíram a chave B com a equipe brasileira na fase inicial chegaram à semifinal do campeonato e só não formaram o pódio da competição porque na semifinal de sexta-feira, a Hungria foi derrotada pela Croácia (21 a 17) e disputau o bronze com a Itália, que foi derrotada pelo anfitrião Montenegro por 11 a 10 na outra Semi. Assim, duas das três equipes adversárias iniciais do Brasil colocaram medalha no peito.
  
A Hungria 'medalhou' em todos os Mundiais, sendo campeã na edição anterior, em 2014, no Mundial de Istambul. Na primeira edição, em Perth/2012, os húngaros foram vice-campeões ao perderem a final para a Itália. Os outros medalhistas dos primeiros mundiais ficaram fora do pódio este ano: Espanha, Rússia e Sérvia. Este ano teve não só um campeão, mas dois medalhistas novos: Croácia e Montenegro. 
Classificação final: 1 - Croácia / 2 - Montenegro / 3 - Hungria / 4 - Itália / 5 - Sérvia / 6 - Grécia / 7 - Rússia / 8 - Austrália / 9 - Espanha / 10 - EUA / 11 - Japão / 12 - Canadá / 13 - Brasil / 14 - Egito / 15 - Cazaquistão / 16 - China / 17 - Nova Zelândia / 18 - África do Sul / 19 - Colômbia. 
Colocações dos Mundiais anteriores
1º Mundial da Juventude Masculino - Perth/2012 = 1 - Itália / 2 - Hungria / 3 - Sérvia / 4 - Croácia / 9 - Brasil
2º Mundial da Juventude Masculino - Istambul/2014 = 1 - Hungria / 2 - Espanha / 3 - Rússia / 4 - Sérvia / 13 - Brasil (o brasileiro Guilherme Gomes foi o vice-artilheiro com 27 gols)
O campeonato foi disputado com regras experimentais, tais como times de 11 jogadores (seis na água e cinco no banco); tempo de posse de bola de 25 segundos e de exclusão temporária de 15 segundos; além de campo e bola de polo feminino (25 metros e bola nº 4). 
Resultados 
Dia 26/8 - 6ª feira
Grupo A = Grécia 27 x 10 Canadá / Rússia 25 x 5 Colômbia
Grupo B = Itália 15 x 15 Montenegro
Grupo C = Espanha 8 x 10 Austrália / África do Sul 16 x 32 Japão
Grupo D = Croácia 23 x 11 Nova Zelândia / China 11 x 21 Sérvia
Dia 27/8 - sábado
Grupo A =  Canadá 9 x 15 Rússia / Cazaquistão 4 x 21 Grécia
Grupo B = Montenegro 16 x 14 Hungria / Brasil 9 x 18 Itália
Grupo C = Japão 17 x 23 Espanha / Egito 15 x 6 África do Sul
Grupo D = Sérvia 15 x 13 Croácia / EUA 22 x 4 China
Dia 28/8 - domingo
Grupo A = Rússia 19 x 8 Cazaquistão
Grupo B = Hungria 23 x 14 Brasil
Grupo C = Austrália 14 x 13 Japão / Espanha 14 x 2 Egito
Grupo D = Nova Zelândia 8 x 17 Sérvia / Croácia 16 x 14 EUA
Dia 29/8 - 2ª feira
Grupo A =  Cazaquistão 9 x 11 Colômbia / Grécia 14 x 11 Rússia
Grupo B = Itália 13 x 16 Hungria
Grupo C = Egito 6 x 15 Austrália / África do Sul 11 x 24 Espanha
Grupo D = EUA 18 x 9 Nova Zelândia / China 11 x 23 Croácia
Dia 30/8 - 3ª feira
Grupo A = Colômbia 8 x 31 Grécia / Cazaquistão 8 x 14 Canadá
Grupo B = Brasil 11 x 19 Montenegro
Grupo C = Austrália 15 x 9 África do Sul / Egito 13 x 19 Japão
Grupo D = EUA 7 x 12 Sérvia / Nova Zelândia 13 x 12 China
Dia 31/8 - 4ª feira
Disputa do 13º ao 19º = Colômbia 10 x 12 China / Brasil 15 x 12 África do Sul / Cazaquistão 10 x 8 Nova Zelândia
Oitavas-de-final: Rússia 15 x 8 EUA / Hungria 15 x 11 Japão / Canadá 13 x 23 Croácia / Itália 13 x 12 Espanha
Dia 01/9 - 5ª feira
Disputa do 17 ao 19º = Colômbia 13 x 14 África do Sul
Disputa do 13º ao 16º lugar =  Brasil 21 x 7 China / Egito 13 x 7 Cazaquistão
Disputa do 9º ao 12º lugar = Japão 13 x 16 EUA / Canadá 12 x 18 Espanha
Quartas-de-final = Grécia 17 x 18 Hungria / Austrália 13 x 14 Croácia / Sérvia 12 x 14 Itália / Montenegro 14 x 11 Rússia
Dia 02/9 - 6ª feira
Disputa do 17º lugar = Nova Zelândia 15 x 8 África do Sul
Disputa do 15º lugar = Cazaquistão 13 x 7 China
Disputa do 13º lugar = Brasil 15 x 12 Egito
Disputa do 11º lugar = Japão 15 x 11 Canadá
Disputa do 9º lugar = EUA 10 x 12 Espanha
Disputa do 5º ao 8º lugar = Grécia 13 x 9 Austrália / Rússia 7 x 13 Sérvia
Semifinal = Hungria 17 x 21 Croácia / Montenegro 11 x 10 Itália
Dia 03/9 - sábado
Disputa do 7º lugar = Austrália 8 x 9 Rússia
Disputa do 5º lugar = Grécia 19 x 22 Sérvia
Disputa do bronze = Hungria 12 x 8 Itália
FINAL = Croácia 16 x 13 Montenegro
A seleção brasileira: 1 -  João Fernandes / 2 - Vinícius Pessin / 3 - Luis Ricardo Silva / 4 - Gabriel Poci / 5 - Fabrício Lacerda (Eduardo Lopez ficou de fora neste jogo) / 6 - Enrico de Munno Lucato / 7 - Rafael Real Vergara / 8 - Alexandre Kerkis / 9 - Marcos Paulo Pedroso / 10 - Matheus Stellet / 11 - Alexandre Mendes. Técnico: Ângelo Coelho, auxilidado por Frank Diaz, Marcelo Ferreira e Thiago Nascimento. O vídeo-analista é João Brandão e o médico é o dr. Getúlio Morato.

Eliana Alves / Souza Santos / Mariana de Sá
Publicado por Francismar Siviero








O QUE ACONTECE DE NOTÍCIA NO MUNDO DOS ESPORTES AQUÁTICOS VOCÊ LÊ PRIMEIRO AQUI - BLOG FRANCISSWIM Foram mais de 35.000.000 de VISUALIZAÇÕES no último ano


Francisswim Esportes Aquáticos é uma ferramenta única,   abrangente, multi-linguas, uma referência on-line para a comunidade aquática. Informação vistas nos últimos 12 meses no facebook (24.397.084), Google+ (5.144.802), blog (401.672). Clique no link e visite 





http://www.kickante.com.br/campanhas/blog-francisswim-esportes-aquaticos














































Nenhum comentário: