sexta-feira, 16 de setembro de 2016

África do Sul e Itália retornam ao Desafio Raia Rápida em busca de título inédito


As duas equipes ainda não venceram o Desafio. Roland Schoeman é o grande nome dos sul-africanos, enquanto Itália aposta em uma equipe mesclada com novatos e experientes
África do Sul e Itália vão com tudo para o Desafio Piraquê Raia Rápida 2016, no dia 25 de setembro. As duas equipes ainda não conquistaram nenhum título na competição. Os sul-africanos, com duas participações, e os italianos, com uma, vão em busca de um título inédito. A equipe, capitaneada por Roland Schoeman (borboleta), tem também Gerhard Zandberg (costas), Giulio Zorzi (peito) e Doug Erasmus (livre), está preparada para dar muito trabalho na piscina do Estádio Aquático Olímpico, no dia 25 de setembro. Os três primeiros já participaram do evento e estão de olho no título. O estreante da equipe é Doug Erasmus. Ele esteve no Rio de Janeiro durante os Jogos, mas não obteve a classificação para as semifinais dos 50m livre.
Já a Itália aposta na mescla da experiência com a juventude para surpreender na Cidade Maravilhosa. Fabio Scozzoli e Michelle Santucci, entre os veteranos e os mais jovens são Daniele D’Angelo e Simone Sabbione. Os dois mais novos estão fazendo a sua estreia no Desafio Piraquê Raia Rápida. Sabionne (costas), esteve no Brasil durante os Jogos Olímpicos Rio 2016 e D’Angelo (borboleta), é atualmente uma das revelações mais promissoras da natação italiana. Fabio Scozzoli (peito) veio na equipe do ano passado junto com Santucci (livre), que tem um brasileiro como ídolo, o piloto Ayrton Senna. Com essa equipe nova e equilibrada, eles vêm prontos para abocanhar o título inédito para a Itália.
 Brasil e Estados Unidos, adversários de Itália e África do Sul, já venceram o Desafio Piraquê Raia Rápida anteriormente: Brasil duas vezes (2014 e 2015) e os EUA uma vez em 2012.
 TIME ÁFRICA DO SUL:
 Gerhard Zandberg (costas) – Pretória – 33 anos, 2.04m, 100kg
Campeão mundial dos 50m costas em Melbourne-2007 e bronze em Barcelona-2003, Roma-2009 e Xangai-2011. Campeão dos Jogos da Comunidade Britânica com o revezamento 4x100m livre em Melbourne-2006. Medalha de bronze nos 50m costas no Campeonato Mundial de piscina curta em Manchester-2008.
Curiosidade: Zandberg é um dos sete nadadores em toda a história a ter quatro medalhas na mesma prova em Campeonatos Mundiais de Esportes Aquáticos.


Giulio Zorzi (peito) – Johanesburgo – 27 anos, 1.90m, 85kg
Medalhista de bronze nos 50m peito no Campeonato Mundial de Barcelona-2013. Campeão mundial universitário nos 50m peito em Kazan-2013.
Curiosidade: Quando jovem, Zorzi começou a treinar com Cameron Van Der Burgh, de quem se tornou um grande amigo. No Campeonato Mundial de Barcelona, em 2013, foi uma surpresa ao conquistar a medalha de bronze nos 50m peito. Ouviu o hino nacional abraçado ao seu amigo Van Der Burgh, que venceu a prova na ocasião.

Roland Schoeman (Borboleta) – Pretória – 36 anos, 1.90m, 84kg
Campeão olímpico com o revezamento 4x100m livre, vice-campeão nos 100m livre e bronze nos 50m livre em Atenas-2004. Campeão mundial dos 50m livre e 50m borboleta em Montreal-2005 e dos 50m borboleta em Melbourne-2007.
Curiosidade: além da velocidade, Schoeman também se destaca pelo carisma. Em 2001, conquistou a primeira medalha da África do Sul em Campeonatos Mundiais de Esportes Aquáticos. Mas conquistou o público ao aparecer com uma touca de banho antes de uma de suas provas, e ao imitar um samurai ao ser apresentado em outra prova.
Doug Erasmus (livre) – Durban – 24 anos – 1,84m, 76kg
Campeão dos Jogos da África nos 50m livre e com o revezamento 4x100m livre em Brazzaville-2015. Semifinalista nos 50m livre na Universíade de Kazan-2013. Atual vice-campeão sul-africano nos 50m livre em piscina longa.
Curiosidade: Erasmus derrotou o campeão olímpico Roland Schoeman nos 50m livre na seletiva nacional para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. No Rio 2016, Erasmus terminou na 29ª colocação geral.

TIME ITÁLIA:
Simone Sabbione (costas) – Itália – Rimini, 19 anos, 1.85 m, 79 kg
Campeão olímpico da juventude nos 100m costas, vice-campeão com o revezamento 4x100m livre e medalha de bronze nos 50m costas em Nanjing-2014. Medalha de bronze com o revezamento 4x50m medley misto no Mundial de curta em Doha-2014. Medalha de bronze nos 100m costas no Europeu de Londres-2016.
Curiosidade: Sabbioni tornou-se o primeiro italiano a subir ao pódio europeu na prova dos 100m costas, mas, na ocasião, lamentou o bronze. Com seu recorde italiano de 53s34, teria vencido Camille Lacourt e levado ouro.

Fabio Scozzoli (peito) – Lugo, 28 anos, 1.88 m, 82 kg
Vice-Campeão mundial nos 50m e 100m peito em Xangai-2011. Campeão mundial em piscina curta nos 100m peito em Istambul-2012 e vice em Dubai-2010. Vice-campeão mundial universitário nos 100m peito em Belgrado-2009. Campeão europeu nos 50m peito em Budapeste-2010 e nos 100m peito em Debrecen-2012.
Curiosidade: Apesar da Itália ter tradição na natação e de ter até um campeão olímpico no nado peito (Domenico Fioravanti em 2000), Fabio Scozzoli é o primeiro campeão mundial italiano no masculino. Ele obteve o feito no Campeonato Mundial de piscina curta de 2012, em Istambul, nos 100m peito

Daniele D’Angelo (borboleta) – Roma, 21 anos, 1.90 m, 85 kg
Medalha de bronze no Campeonato Italiano nos 100m borboleta e nos 50m borboleta e vice-campeão com o revezamento 4x100m livre. Semifinalista nos 100m borboleta na Universíade de Gwanju-2015.
Curiosidade: considerado como uma das mais promissoras revelações da natação italiana, D’Angelo é atleta do Circolo Canottieri Aniene, mesmo clube dos medalhistas olímpicos e campeões mundiais Federica Pellegrini e Filippo Magnini.

Mirco Di Tora (livre) -  Ferrara, 30 anos, 1.88 m, 83 kg
Campeão europeu com o revezamento no 4x100m medley e vice-campeão nos 50m costas em Debrecen-2012. Campeão europeu de piscina curta com o revezamento 4x50m medley em Rijeka-2008 e Szczecin-2011 e vice em Eidhoven-2010.
Curiosidade: Di Tora tem como ídolos o compatriota Emanuele Merisi, medalhista olímpico, e o americano Aaron Peirsol, uma lenda do nado de costas. Também admira em Peirsol o fato de surfar e se divertir a qualquer hora nas águas, “um pouco como eu”, disse certa vez.

Desafio Raia Rápida:
O Desafio Piraquê Raia Rápida, que acontece no dia 25, com os melhores atletas da natação mundial, seguirá com o mesmo formato das últimas edições: provas rápidas e emocionantes em 50m nos quatro estilos (borboleta, costas, livre e peito), além de um revezamento 4x50m medley. O Brasil vai em busca do tricampeonato. A equipe verde e amarela venceu o desafio em 2014 e 2015.

Formato da competição:
Desafio Raia Rápida: cada país será representado por quatro atletas, que competirão em provas individuais e de revezamento, sempre nadando no seu melhor estilo (borboleta, costas, peito e livre). Os atletas disputam provas eliminatórias, sempre na distância de 50m. Os últimos colocados de cada prova são eliminados da série seguinte, até que restem apenas dois nadadores para a final de cada modalidade.  Logo depois, os nadadores voltam à piscina para a segunda fase do desafio com um empolgante revezamento 4x50m medley. A equipe com maior pontuação nas duas fases será a campeã.

Campeões Raia Rápida:
2012 – EUA - Josh Schneider/ Adam Mania/Mike Alexsandrov/ Eugene Godsoe
2013 –  Austrália: Daniel Arnamnart / Christian Sprenger / Matt Targett / Matt Abood
2014 -  Brasil -  Matheus Santana/ Nicholas Santos/ Felipe França / Guilherme Guido
2015 – Brasil - Matheus Santana, Nicholas Santos, Felipe França e Daniel Orzechowski

Festival Raia Rápida:
A edição deste ano também traz outra novidade. Além do Desafio Raia Rápida, no mesmo dia acontecerá o Festival Raia Rápida, quando serão realizadas provas Kids e Open, para crianças e amadores, que poderão nadar no palco de grandes conquistas dos Jogos Rio 2016. As inscrições estão abertas e devem ser feitas no site raiarapida.com.br/festival.
Na categoria Open, a idade mínima para competir é de 13 anos e as inscrições custam R$ 360, e para as crianças de 07 a 12 anos, na prova Kids, o lote de inscrições custa R$ 240. As inscrições vão até o dia 20 de setembro ou até esgotarem as vagas. Os atletas retiram seus kits no dia do evento, no Parque Olímpico.
O Raia Rápida é uma realização do Instituto Faz Sport, com promoção da Effect Sport. O evento apoia ainda o Instituto Pro Criança Cardíaca. 
Crédito fotos: Satiro Sodré
Fonte In Press Media Guide

Publicado por Francismar Siviero











O QUE ACONTECE DE NOTÍCIA NO MUNDO DOS ESPORTES AQUÁTICOS VOCÊ LÊ PRIMEIRO AQUI - BLOG FRANCISSWIM Foram mais de 35.000.000 de VISUALIZAÇÕES no último ano


Francisswim Esportes Aquáticos é uma ferramenta única,   abrangente, multi-linguas, uma referência on-line para a comunidade aquática. Informação vistas nos últimos 12 meses no facebook (24.397.084), Google+ (5.144.802), blog (401.672). Clique no link e visite 





http://www.kickante.com.br/campanhas/blog-francisswim-esportes-aquaticos















































Nenhum comentário: