domingo, 21 de maio de 2017

ABDA é campeã da primeira edição do Campeonato Paulista de Paranatação de Inverno


Pódio final
O I Troféu Daniel Dias teve transmissão AO VIVO, telão de LED, atletas paralímpicos, recorde brasileiro e muitos depoimentos enaltecendo a implantação de um campeonato paulista voltado para os paraatletas.
Ano passado, no primeiro evento da FAP no Centro Paralímpico Brasileiro, o técnico da seleção brasileira paralímpica, Prof. Leonardo Tomasello, estava animado por ter algumas séries entre as provas convencionais. Em menos de um ano, ele estava participando de um campeonato de paranatação. 
“Para nós, a iniciativa da FAP foi espetacular”, ressaltou Tomasello. Segundo o técnico, o grande problema dessa categoria é a falta de competições. “Tanto que no ano passado, qualquer chance que tínhamos para competir era muito boa. Agora, com essa abertura, principalmente dos torneios regionais e esse campeonato, nós teremos competição direto. Isso é ótimo”.
Ele ainda analisa um aumento de número de participantes com a maior visibilidade no Estado. “Com a qualidade na execução de eventos da FAP, isso só tem a crescer. Esses campeonato são bons tanto para os que estão começando ou como preparação para os que estão num nível maior. Ou seja, vamos atingir todos os tipos de atletas”.


FOTO João Pedro Olivia
Foi nessa mesma linha que o nadador João Pedro Drumond Olivia, da CIEDEF, seguiu ao falar da importância do evento e foi até mais longe. Até o ano passado ele foi um nadador vinculado e participava ativamente da Copa São Paulo. “O legal disso é que, quem sabe, criam-se classes (de idades). Porque hoje, eu nado numa categoria que pode ser chamada de absoluta. Seria legal também recordes para petiz, infantil e júnior e também índices para federar”, explicou o nadador de 14 anos, dono de seis medalhas (3 ouros e 3 pratas) e detentor do troféu eficiência na categoria deficiente físico.
O único recorde superado no evento foi de Edenia Garcia, A.P. Campinas. Ela melhorou sua própria marca nos 50m costas S3 com o tempo de 57s70.
Na premiação por clubes, a equipe que estreou o rol de campeões foi a ABDA ao somar 419 pontos. O segundo lugar ficou com o Instituto André Dias com 414 e a A.D. Indaiatubana foi a terceira colocada com 306 pontos.
O Campeonato Paulista de Paranatação de Inverno aconteceu neste sábado, 20, em São Caetano do Sul, com a participação de 77 nadadores. Estiveram presentes na abertura o homenageado, Daniel Dias; o presidente da FAP, Marcelo Biazoli; e o secretário de esportes da cidade, Beto Vidoski.

Confira abaixo os atletas mais eficientes:

FOTO Pauliane Gomes

Deficiente física
Pauliane Gomes, WRM/Musc e Gin – 76 pontos


FOTO Regiane Silva Matheus Silveira
Deficiente visual
Regiane Silva, ADCSBC – 91 pontos
Matheus Silveira, ABDA – 63 pontos


FOTO Matheus TeixeiraCaroline Siqueira
Deficiente intelectual


FOTO Caroline Siqueira, Inst. Daniel Dias – 16 pontos
Matheus Teixeira, Sanjoanense – 59 pontos

Por Assessoria de Imprensa FAP 

FOTOS DIVULGAÇÃO FAP

Nenhum comentário: