sexta-feira, 1 de abril de 2016

SEIS MEDALHAS E MAIS RECORDES PARA O BRASIL NO SUL-AMERICANO ABSOLUTO


O Sul-americano Absoluto de Natação, disputado em Assunção, no Paraguai, chegou à metade e a seleção do Brasil segue na liderança parcial, com 255 pontos. Em segundo, vem à Argentina, com 234, seguida pela Venezuela, com 144 pontos. Entre os destaques da etapa, estão Etiene Medeiros e Luiz Altamir, com mais dois ouros e recordes para o Brasil. Na etapa desta sexta-feira, 01/04, os brasileiros conquistaram mais seis medalhas, sendo três de ouro, uma de prata e duas de bronze. Restando mais dois dias de torneio, o Brasil já soma 24 medalhas. As eliminatórias deste sábado terão início as 9h30, no horário local (10h30 - hora de Brasília).
A competição começou a mil por hora. Logo na primeira decisão, Etiene Medeiros nadou os 50m livre, em 24s80 e garantiu seu primeiro ouro sul-americano desta prova. Etiene ainda bateu o novo recorde do campeonato ao superar a marca da brasileira Flávia Delaroli (22s25), feito em 2008.
- Eu adoro competir e estou muito feliz em estar aqui. Essa competição faz parte do nosso planejamento e resultados estão sendo bons, dentro do planejado. Eu estou me sentindo forte, hoje poderia ter saído melhor, mas 50m é sempre detalhe. Nadar na casa dos 24 (segundos) é sempre muito bom. O resultado dos 100m costas também foi muito bom, até me surpreendi. Mas, ainda estou na metade da competição e quero me concentrar para continuar bem - comentou Etiene. A atleta volta à piscina na manhã deste sábado, 02/04, para as eliminatórias dos 100m livre e 50m costas.
Em mais uma dobradinha de ouro e prata brasileira, Graciele Herrmann conquistou a segunda colocação, com 25s37. Ambas nadadoras possuem índices para representar o Brasil nos 50m livre, no Rio 2016, até o momento, pelos tempos feitos no Torneio Brasileiro/Open, em dezembro de 2015. A definição da equipe brasileira está próxima e virá no Troféu Maria Lenk de Natação, 15 a 20 de abril.
- Sei que ainda dá para melhorar muita coisa. Hoje o início da prova não foi muito bom, a frequência não encaixou muito bem, mas eu gostei do final da prova. Eu gosto de ter uma competição antes do torneio maior e estou bem confiante para fazer um bom Maria Lenk – comentou Graciele. A nadadora ainda fechou o revezamento 4x100m livre misto, última prova da etapa, em que o Brasil garantiu mais um ouro. “Eu adorei conquistar esse ouro do revezamento. Essa prova é muita pressão, mas pressão positiva. A energia dessa prova é muito boa”, completou Graciele.
No masculino, o argentino Federico Grabich, com 22s55, levou a melhor e teve ao lado no pódio o compatriota Guido Buscaglia, cm 22s58. O bronze ficou com Christian Quintero, da Venezuela, com 22s77. Os brasileiros Alan Vitória e Pedro Spajari melhoraram as marcas que fizeram nas eliminatórias da manhã, mas terminaram na quarta e quinta colocações, com 22s80 e 22s96, respectivamente.
Foi na decisão 200m borboleta que um dos estreantes brasileiro na competição. Luiz Altamir Melo, garantiu sua segunda medalha de ouro sul-americana, ao registrar o tempo de 1m58s59. Na noite anterior, Luiz Altamir faturou o título dos 400m livre.
- A prova foi bem equilibrada e consegui manter a nossa estratégia de parciais bem próximas dos outros nadadores. Uma virada não saiu legal, mas a etapa foi muito boa para nossa fase de treino – analisou Altamir.
Com 19 anos, Luiz Altamir, que já possui índice olímpico dos 400m livre, busca também a vaga nos 200m borboleta, prova em que foi quinto colocado nos Jogos Olímpicos da Juventude (2014) e no Campeonato Mundial Junior da FINA (2013). “Acho que não existe sensação mais gratificante para um atleta do que subir ao pódio e ouvir o hino nacional. Hoje vejo que as colocações nas competições internacionais anteriores me motivaram ainda mais a continuar trabalhando forte”.
Ainda nos 200m borboleta, Leonardo de Deus, único brasileiro com índice olímpico desta prova, ficou com a medalha de bronze, com 1m59s63.
No revezamento 4x100m livre misto a equipe do Brasil conquistou o ouro e fez a nova melhor marca do campeonato, com 3m30s98. A equipe brasileira foi formada por Alan Vitória, Pedro Spajari, Manuella Lyrio e Graciele Herrmann, nesta ordem.


Delegação Brasileira
Atletas: Alan Vitória, Ana Giulia da Faria, Brandonn de Almeida, Bruna Primati, Daiene Dias, Daynara de Paula, Etiene Medeiros, Fabio Santi, Gabriela Mello, Gabriela Rocha, Giovanny Lima, Graciele Herrmann, Guilherme Guido, Henrique Barbosa, Henrique Rodrigues, Icaro Pereira, Jessica de Bruin Cavalheiro, Joanna Maranhão, Leonardo de Deus, Luiz Altamir Melo, Manuella Lyrio, Natalia de Luccas, Nathália Almeida, Pamela Alencar Souza, Pedro Spajari e Raphael Rodrigues
Comissão Multidisciplinar: Alberto Silva, Fernando Vanzella, André Luis Ferreira, Carlos Matheus – Treinadores. Médica: Karina Hatano. Fisioterapeuta: Rafael de Oliveira. Massoterapeuta: Vagner do Nascimento. Biomecânico: Manoel Moraes. Chefe de equipe: Carlos Camargo.

Resultados - Dia 01/04
50m Livre Fem – 1) Etiene Medeiros – Brasil – 24s80 – Recorde de Campeonato / 2) Graciele Herrmann – Brasil – 25s37 / 3) Karen Guzman – Bolívia – 25s67


50m Livre Masc – 1) Federico Grabich – Argentina – 22s55 / 2) Guido Buscaglia – Argentina – 22s58 / 3) Christian Quintero – Venezuela – 22s96 / 4) Alan Vitória – Brasil – 22s80/ 5) Pedro Spajari – Brasil – 22s80


200m Borboleta Fem – 1) Andreina Pinto – Venezuela – 2m09s92 / 2) Virginia Bardach – Argentina – 2m11s04 / 3) Joanna Maranhão – Brasil – 2m11s65 / 9) Gabriela Rocha – 2m24s85 (eliminatórias)


200m Borboleta Masc – 1) Luiz Altamir – Brasil – 1m58s39 / 2) Marcos Lavado – Venezuela – 1m59s39 / 3) Leonardo de Deus – Brasil – 1m59s63


1500m Livre Fem – 1) Cecilia Biagioli – Argentina – 16m37s85 / 2) Samantha Arevalos – Equador – 16m44s44 / 3) Daniela Miyahara Coelho – Peru – 17m33s37

800m Livre Masc – 1) Esteban Enderica – Equador – 7m58s46 / 2) Martin Naidich – Argentina – 7m59s18 / 3) Rafael Davila – Venezuela – 8m02s66


4X100m Livre Misto – 1) Brasil – Alan Vitória, Pedro Spajari, Manuella Lyrio e Graciele Herrmann -  3m30s98 / 2) Argentina - 3m33s99 / 3) Colômbia – 3m35s42

Programação

Dia 02/04
100m Livre Fem – Manuella Lyrio e Etiene Medeiros
100m Livre Masc – Pedro Spajari e Alan Vitória
50m Costas Fem – Ana Giulia Zortea e Etiene Medeiros
50m Costas Masc – Fabio Santi e Guilherme Guido
50m Borboleta Fem – Daynara de Paula e Daiene Dias
50m Borboleta Masc – Henrique Rodrigues
400m Medley Fem – Joanna Maranhão
400m Medley Masc – Brandonn Almeida
4X200m Livre Fem
4X200m Livre Masc
Dia 03/04
100m Borboleta Fem – Daiene Dias e Daynara de Paula
100m Borboleta Masc – Leonardo de Deus e Henrique Rodrigues
200m Peito Fem – Ana Giulia Zortea e Pamela Alencar
200m Peito Masc – Raphael de Oliveira e Henrique Barbosa
800m Livre Fem – Bruna Primati
1500m Livre Masc
4X100m Medley Fem
4X100m Medley Masc

Fonte CBDA Mariana de Sá
Graciele Herrmann, Pedro Spajari, Alan Vitória e Manuella Lyrio - Foto: Satiro Sodré / SSPress / CBDA
Luiz Altamir Melo - Foto: Satiro Sodré / SSPress / CBDA
Etiene Medeiros - Foto: Satiro Sodré / SSPress / CBDA

NÃO PODEMOS AJUDAR A TODOS, MAS TODOS PODEM AJUDAR ALGUÉM. 
CONTRIBUA COM O BLOG FRANCISSWIM ESPORTES AQUÁTICOS




O QUE ACONTECE DE NOTÍCIA NO MUNDO DOS ESPORTES AQUÁTICOS VOCÊ LÊ PRIMEIRO AQUI - BLOG FRANCISSWIM 320.000 VISUALIZAÇÕES / MÊS NA WEB



http://www.kickante.com.br/campanhas/blog-francisswim-esportes-aquaticos








































Nenhum comentário: