domingo, 17 de abril de 2016

4X200 LIVRE DE NORTE A SUL PODE ENTRAR NOS JOGOS RIO 2016




O fim da segunda etapa do Troféu Maria Lenk 2016, na noite deste sábado, 16/04, também foi o fim da busca por vaga no revezamento 4x200m livre masculino, que ainda tenta uma vaga nos Jogos Olímpicos. O time será formado por um mineiro, um carioca, um nortista criado no nordeste e um gaúcho, que entrou no time no último momento de decisão. Nicolas Nilo Oliveira, do Minas Tênis Clube; João de Lucca, do Pinheiros; Luiz Altamir Melo, do Flamengo; e André Pereira, do Grêmio Náutico União, formarão o quarteto da prova em agosto, se o Brasil se classificar.
Após a final dos 200m livre masculino, Nicolas está com o primeiro tempo da prova (1m46s97), feitos nas eliminatórias, seguido por João (1m47s65 ao vencer a final), Luiz Altamir (1m48s29 na final B do Maria Lenk) e André (1m48s72, com o bronze na final nacional). O pódio da noite na Final A foi de João, com o argentino Federico Grabich (1m47s65) no degrau de prata, e Nilo com o bronze.
— A ficha ainda não caiu... Não esperava, mas imaginava como seria. Só posso dizer que me cerquei de gente muito boa.   — disse André, de 22 anos, se emocionando depois da disputa.
Luiz Altamir, nascido em Roraima, mas criado em Fortaleza desde um mês, disse que pretendia um tempo mais baixo, mas agora que está finalmente confirmado no time vai focar em diminuir sua marca. João, o carioca da equipe, afirmou só pensar em entrar no Parque Olímpico com a casa cheia, nadando em casa.
— Nossa missão agora é treinar para representar o país da melhor maneira possível — completou.
Manuella Lyrio, do Pinheiros, bateu o recorde brasileiro dos 400m livre e por 40 centésimos não fez o índice A da prova (4m09s08). Ela marcou 4m09s48 derrubando o próprio tempo feito no Open, em dezembro, 4m09s96. 
— Estou bem contente, mais uma vez bati esse recorde. Como ninguém fez o índice A e esse tempo é índice B eu posso nadar essa prova nos Jogos e provavelmente é o que vai acontecer — disse Manuella.
O atleta que já estiver na seleção pode nadar outra prova em que o país não tenha atletas se possuir o índice B. Manuela, por enquanto, já está no time na prova de 200m livre, que ainda precisa ser confirmado neste domingo (17/4).
Etiene Medeiros, do Sesi/SP, já havia conseguido o índice de sua principal prova, os 100m costas, pela manhã. Ela cravou 1m00s00 e o tempo pras Olimpíadas era 1m00s75. Na disputa por medalha ela fez 1m00s11.
— Eu arrisquei um pouco na final. Muita adrenalina, um pouco de pressão que é normal, mas entrei mais relaxada à tarde. Ano passado eu nadei pra casa 59 segundos duas vezes, queria ter feito agora. Eu venho fazendo 1m00s, que é difícil, mas é um tempo que não quero mais estar fazendo, então vamos trabalhar bastante pra chegar bem em agosto — disse.
Entre os homens, Guilherme Guido, do Pinheiros, fez o índice em todas as vezes que caiu na água desde o Torneio Open, em dezembro, primeira seletiva olímpica. Na noite deste sábado ele marcou 53s25, mostrando uma constância de resultados na casa dos 53 segundos. Quem ficou próximo da marca da prova, 54s36, foi Henrique Rodrigues, também do Pinheiros, segundo lugar com 54s70. O terceiro foi Vitor Guaraldo, outro atleta do Pinheiros, com 54s88.
— Estou sendo mais constante. Eu não fiz meu melhor tempo (53s09) de manhã por um centésimo, então é buscar esses 52 segundos que estão batendo na trave várias vezes e fazendo 52s dá pra fazer bonito nas Olimpíadas. Qualquer 52s garante uma final, mas pra chegar na medalha é preciso fazer esse tempo baixo, 52s50 ou 40. A piscina ficou muito boa. Aconteceram muitos resultados expressivos e é bacana imaginar o cenário. Só falta mais gente e esse vai ser um fator positivo pra gente — disse.
Jhennifer Conceição ficou em segundo lugar nos 100m peito, 1m08s31, melhorando seu tempo da seletiva anterior. Ela ficou atrás somente da argentina Macarena Ceballos, 1m08s03. Assim, Jhennifer pode nadar a prova nas Olimpíadas por ter o índice B da FINA, mas para isto, o revezamento 4x100m medley brasileiro, que ainda não está garantido nos Jogos,  terá que conseguir a vaga na repescagem, a exemplo do 4x200m masculino. 
A Natação Brasileira conta com recursos dos Correios - Patrocinador Oficial dos Desportos Aquáticos Brasileiros -, e ainda do Bradesco/Lei de Incentivo Fiscal, Lei Agnelo/Piva - Governo Federal - Ministério do Esporte, COB, Speedo e Estácio.
Resultados – 2ª Etapa (16/04/2016)
100m Costas Fem – 1) Etiene Medeiros – Sesi/SP – 1m00s11 (índice) / 2) Katarina Lispotopadova - SVK – 1m00s67 / 3) Natalia de Luccas – Corinthians – 1m01s11
200m Livre Masc – 1) João de Lucca – Pinheiros – 1m47s65 (índice) / 2) Federico Grabich – ARG – 1m47s92 / 3) Nicolas Oliveira – Minas Tênis – 1m48s17
100m Peito Fem – 1) Macarena Ceballos – ARG – 1m08s03 / 2) Jhennifer Conceição – Pinheiros – 1m08s31 / 3) Julia Sebastian – Unisanta – 1m08s85
100m Costas Masc – 1) Guilherme Guido – Pinheiros – 53s25 / 2) Henrique Rodrigues – Pinheiros – 54s41 / 3) Vitor Guaraldo – Pinheiros – 54s63
400m Livre Fem – 1) Manuella Lyrio – Pinheiros – 4m09s48 (RB)  / 2) Katarina Listopadova – SVK – 4m14s02 / 3) Viviane Jungblut – Grêmio Náutico União – 4m15s58
RB = Recorde brasileiro
Pontuação de clubes: O Esporte Clube Pinheiros disparou na liderança e após duas etapas lidera com 711 pontos. Em segundo está o Corinthians, com 315, seguido por Sesi/SP, 233; Minas Tênis, 228; Unisanta, 171. Completam a lista de clubes com mais de 100 pontos na classificação, o Grêmio Náutico União/RS, 156, e o Flamengo, 128.
PROGRAMA DE PROVAS - MARIA LENK 2016
(Eliminatórias a partir das 9h30 e Finais às 17h30, com exceção do dia 20/4, que será às 17h)
3ª etapa - domingo, 17/4 - 200m livre F / 200m borboleta M / 200m medley F
4ª etapa - 2ª feira, 18/4 - 100m livre M / 200m borboleta F / 200m peito M
5ª etapa - 3ª feira, 19/4 - 100m livre F / 200m costas M / 200m peito F / 200m medley M
6ª etapa - 4ª feira, 20/4 - 50m livre M / 50m livre F / 100m borboleta M / 200m costas F / 1500m livre M / 800m livre F
ATLETAS COM ÍNDICE PARA RIO 2016 (índices entre parênteses) até as finais do 2º dia do Troféu Maria Lenk 2016 * definidos para as Olimpíadas
1 - 50m livre M (22s27) = Bruno Fratus – 21s50 (Open) / Ítalo Duarte – 22s08 (Open) / Marcelo Chierighini – 22s17 (Daltely) / Matheus Santana – 22s17 (Open) / Henrique Martins – 22s25 (Open)
2 - 50m livre F (25s28) = Etiene Medeiros – 24s71 (Open) / Graciele Herrmann – 24s92 (Open)
3 - 100m livre M (48s99) = Nicolas Nilo Oliveira – 48s41 (Daltely) / Matheus Santana – 48s71 (Daltely) / Marcelo Chierighini – 48s72 (Open) / Alan Vitória – 48s96 (Daltely)
4 - 100m livre F (54s43) = Etiene Medeiros – 54s26 (Daltely)
5 - 200m livre M (1m47s97) = Nicolas Nilo Oliveira – 1m46s97 (Maria Lenk) * / João de Lucca – 1m47s65 (Maria Lenk) *
6 - 200m livre F (1m58s96) = Manuella Lyrio – 1m58s43 (Open)
7 - 400m livre M (3m50s44) = Luiz Altamir Melo – 3m50s32 (Open) *
8 - 100m borboleta F (58s74) = Daiene Dias – 58s04 (Maria Lenk) * / Daynara de Paula – 58s38 (Maria Lenk) * / Etiene Medeiros – 58s49 (Maria Lenk)

9 - 100m borboleta M (52s36) = Henrique Martins – 52s14 (Open) / Marcos Macedo – 52s17 (Daltely) / Nicholas Santos – 52s31 (Daltely)
10 - 200m borboleta M (1m56s97) – Leonardo de Deus – 1m56s14 (Open)
11 - 100m costas F (1m00s25) – Etiene Medeiros – 1m00s00 (Maria Lenk) *
12 - 100m costas M (54s36) = Guilherme Guido – 53s09 (Open) *
13 - 200m costas M (1m58s22) = Leonardo de Deus – 1m57s43 (Daltely)
14 - 100m peito M (1m00s57) = João Gomes Junior – 59s06 * (Maria Lenk) / Felipe França – 59s36 (Maria Lenk) * / Pedro Cardona – 59s77 (Maria Lenk)/ Felipe Lima – 1m00s06 (Maria Lenk) / Raphael Rodrigues – 1m00s48 (Maria Lenk)
15 - 200m peito M (2m11s66) = Thiago Simon – 2m11s29 (Open)
16 - 200m medley M (2m00s28) = Henrique Rodrigues – 1m58s26 (Daltely) / Thiago Pereira – 1m58s32 (Daltely)
17 - 200m medley F (2m14s26) = Joanna Maranhão – 2m14s04 (Open)

18 - 400m medley F (4m43s46) = Joanna Maranhão – 4m38s66 (Maria Lenk) *
19 - 400m medley M (4m16s71) = Brandonn Almeida – 4m14s07 (Open) *
FONTE CBDA Eliana Alves / Souza Santos / Mariana de Sá

Fotos: Satiro Sodré / CBDA / SSPress

O QUE ACONTECE DE NOTÍCIA NO MUNDO DOS ESPORTES AQUÁTICOS VOCÊ LÊ PRIMEIRO AQUI - BLOG FRANCISSWIM Foram mais de 5.000.000 de VISUALIZAÇÕES no último ano


Francisswim Esportes Aquáticos é uma ferramenta única,   abrangente, multi-linguas, uma referência on-line para a comunidade aquática. Informação vistas nos últimos 12 meses no facebook (1.200.000), Google+ (3.700.000), blog (350.000). Clique no link e visite 



http://www.kickante.com.br/campanhas/blog-francisswim-esportes-aquaticos





































Nenhum comentário: