domingo, 7 de dezembro de 2014

Prata, bronze e a promessa de um final emocionante no 12º Mundial em Piscina Curta


A história da seleção brasileira no 12º Mundial em Piscina Curta teve mais um capítulo com medalhas neste sábado, 6/12. Nicholas Santos, como vinham anunciando seus resultados desde as eliminatórias, ganhou a prata nos 50m borboleta, e o time de revezamento 4x50m livre misto de Cesar Cielo, João de Lucca, Etiene Medeiros e Larissa Oliveira ficou com o bronze. O país agora tem seis medalhas na competição (três de ouro, uma de prata e duas de bronze).
Nicholas dos Santos ganhou, aos 34 anos, sua sexta medalha em Mundiais em Piscina Curta ao bater em segundo na prova de 50m borboleta, com novo recorde sul-americano, 22s08. A marca antiga era dele mesmo, 22s13, e já durava seis anos. O sul-africano Chad Le Clos, que dominou a prova desde as eliminatórias, venceu com 22s95.
– Nossa! Estou muito feliz. Chegar aqui neste Mundial, com 34 anos, batendo o recorde sul-americano e disputando em igualdade com o campeão olímpico e eleito melhor nadador do mundo é muito gratificante. Acho que o “segredo” pra conseguir isso é muito trabalho e disciplina. Eu não como nada que tenha lactose, glúten ou açúcar. Eu me cuido muito. A ideia é tentar ir até 2016 – revelou.
A primeira medalha mundial de Nicholas veio em 2004, com o bronze nos 50m livre do Mundial em Piscina Curta de Indianápolis, o mesmo em que Cesar Cielo também subiu ao pódio da FINA pela primeira vez no revezamento 4x100m livre. Nicholas tem se mantido nestes 10 anos no grupo dos principais nadadores do país.
O revezamento que marcou 1m29s17 começou com Cesar Cielo batendo na frente com 20s65, tempo mais baixo do que sua prova individual da noite anterior (20s88) e que lhe daria a prata. João de Lucca (21s03), Etiene Medeiros (23s58) e Larissa Oliveira (23s91) brigaram muito com Estados Unidos, vencedor com 1m28s57 e Rússia, prata com 1m29s13. Os três países medalhistas montaram seus times do mesmo jeito, com os homens abrindo e as mulheres encerrando.
– Quebramos a cabeça à tarde toda para montar esta equipe. Deu trabalho! – brincou o chefe técnico da seleção, Alberto Silva.
Esta foi o 11º revezamento brasileiro a subir em um pódio do Mundial em 25 metros. Esta é também a oitava medalha de Cesar Cielo na história da competição e sua 14ª em Mundiais da FINA (em piscina de 25 e 50 metros).
– Foi bom. Gostei do meu tempo principalmente depois de ter nadado a semifinal dos 100m. A perna sentiu um pouco, mas foi muito legal – disse Cesar.
As séries semifinais deste sábado anunciaram um fechamento pra lá de emocionante para a equipe brasileira. O país terá no mínimo sete atletas para torcer.
100m livre – Cesar Cielo (46s21) e João de Lucca (46s29) terminaram em primeiro e segundo lugar as semifinais e podem dar ao país a primeira dobradinha verde e amarela na competição. Logo atrás está o francês Florent Manaudou (46s37), que vem brilhando neste Mundial.
50m costas – Etiene Medeiros, que já está com duas medalhas em revezamentos nesta competição, pode conquistar sua primeira individual e logo na prova de 50m costas, em que foi medalha de prata no Mundial Júnior de 2008 e que a fez ser a primeira brasileira a subir em um pódio de um Mundial de natação da FINA. Na semifinal ela não economizou e fez 25s99, batendo pela terceira vez seu tempo sul-americano na competição e terminando em segundo entre oito classificadas para a decisão. Na frente dela, a australiana Emily Seehbom, 25s87.
– Essa prova é especial pra mim. Eu me divirto nadando e por ela ter uma bagagem na minha história procuro dar uma atenção diferente. Estamos avançando e isso é claro. Eu sinto que hoje temos um respeito das outras equipes que não tínhamos antes – disse.
50m peito – Felipe França fez o segundo tempo com 25s77 e por pouco não deixou pra trás seu recorde sul-americano, 25s70. João Gomes Júnior também se classificou na prova com o quinto tempo, 26s25. Esta prova também tem uma história para Felipe, que ganhou seu primeiro ouro no Mundial nela, na edição de Dubai 2010.
100m medley – Henrique Rodrigues continua ultrapassando fases e vai para mais uma final, desta vez com o sétimo tempo (52s51). Sentindo-se bem melhor e com os resultados aparecendo mesmo com pouco tempo de treino devido à cirurgia sofrida no ombro em janeiro, o atleta acredita que pode baixar seu tempo na final.
100m borboleta – Daiene Dias nadou com toda a garra e está entre as finalistas dos 100m borboleta, com o oitavo tempo (59s93). A atleta, que tem 1,59m, disse que a estatura é uma vantagem para as adversárias, mas que ela procura compensar na técnica.
– Olhar o placar e ver aquela letra “Q” que indica classificação ao lado do seu nome é bom demais. É muito gratificante. É uma sensação que compensa as fases ruins, as dores, os choros… Não sei nem o dizer o que estou sentindo. Na final vou procurar acertar ainda mais, encaixar tudo certo e melhorar ainda mais essa marca. A altura é uma vantagem pra elas, mas tento compensar aprimorando em outros fatores como a técnica – disse.
Resultados Finais – 6/12 – Quarta Etapa
4x50m livre masculino final – 1) Rússia – 1m22s60 – RM / 2) EUA – 1m23s47 / 3) Itália – 1m24s56
100m peito feminino final – 1) Alia Atkinson – Jamaica – 1m02s36 – RM / 2) Ruta Meilutyte – Lituânia – 1m02s46 / 3) Moniek Nijhuis – Holanda – 1m04s03
50m costas masculino final – 1) Florent Manaudou – França – 22s22 – RM / 2) Eugene Godsoe – EUA – 23s05 / 3) Stanislav Donetc – Rússia – 23s10
50m costas feminino semifinal – 2) Etiene Medeiros – Brasil – 25s99 – RS/RB
100m livre masculino semifinal – 1) Cesar Cielo – Brasil 46s21 / 2) João de Lucca – Brasil – 46s29
50m livre feminino semifinal – 14) Larissa Oliveira – Brasil – 24s70
50m borboleta masculino final – 1) Chad Le Clos – África do Sul – 21s95 / 2) Nicholas Santos – Brasil – 22s08 – RS e RB / 3) Andrii Govorov – Ucrânia – 22s49
100m borboleta feminino semifinal – 8 ) Daiene Dias – Brasil – 56s93 / 11) Daynara de Paula – Brasil 57s21
100m medley masculino semifinal – 7) Henrique Rodrigues – Brasil – 52s51 / 13) Thiago Simon – Brasil – 53s33
200m medley feminino final – 1) Katinka Hosszu – Hungria – 2m01s86 – RM / 2) Siobhan-Marie Oconnor – GBR – 2m05s87 / 3) Melanie Margalis – EUA – 2m06s68
50m peito masculino semifinal – 2) Felipe França Silva – Brasil – 25s77 / 5) João Gomes Jr – Brasil – 26s25
4x50m livre Misto final – 1) EUA – 1m28s57 – RM / 2) Rússia – 1m29s13 / 3) Brasil (Cesar Cielo, João de Lucca, Etiene Medeiros e Larissa Oliveira) – 1m29s17
Eliminatórias – 7/12 – Quinta Etapa – a partir das 4h30m, de Brasília (Sportv)
4x50m livre feminino – Brasil
200m costas masculino – Henrique Rodrigues
200m peito feminino – Ana Carvalho
200m borboleta masculino – Gabriel Ogawa e Lucas Salatta
200m livre feminino – Larissa Oliveira e Jessica Cavalheiro
4x100m medley masculino – Brasil
4x100m medley feminino – Brasil
1500m livre masculino – Sem brasileiros




PARA CURTIR CLICAR NO LINK 



E-MAIL: francisswim@gmail.com
FONE 555191415266
BLOG FRANCISSWIM  http://francisswim.blogspot.com.br/
WhatsApp 5197226748

Já conhece o comparador de preços feito especialmente para você, amante do esporte? Encontre tudo o que procura no http://finalshopping.com.br
 

Nenhum comentário: