sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Noite de sexta em Doha terá o Brasil em mais oito provas


Doha/Catar – Depois de uma noite memorável em que a natação brasileira obteve três medalhas de ouro, com direito a recorde mundial e de campeonato, as eliminatórias do terceiro dia de provas, na madrugada brasileira desta sexta-feira, 5/12, tiveram dois recordes sul-americano nos 4x50m medley e 4x100m livre femininos e mais quatro vagas para a final e duas provas (com quatro nadadores) na semifinal. Contando com as provas da noite anterior, o Brasil estará na semifinal de duas provas e nas finais de seis, que começam a partir das 13 horas com transmissão do Sportv 2.
Nicholas Santos começou sua escalada na busca pelo bicampeonato mundial dos 50m borboleta. Ele saiu das eliminatórias da prova satisfeito com o terceiro tempo geral, 22s78, feito depois de uma noite de muitas emoções com a vitória e o recorde mundial do 4x50m medley masculino e o ouro no 4x50m medley misto.
– Foi bom. Foi o que eu queria fazer. Nadei como se fosse uma parcial dos 100m e saiu como eu queria. Respirei duas vezes e fiquei tranquilo. Meu objetivo no final é conseguir um tempo abaixo dos 22 segundos e se chegar nisso vou considerar um dos meus objetivos cumpridos. Ontem foi muito corrido, passei por três exames de doping, muita prova, concentração, troca de maiô… foi corrido não só pra mim, mas pra todos. Cheguei no hotel e tinham 150 mensagens no meu celular! Era meia noite e ainda estava “adrenalizado” – contou – Por isso tudo considero muito bom o resultado de hoje – finalizou.
Com os dois primeiros tempos dos 50m borbo ficaram o sul-africano Chad les Clos (22s47) e o venezuelano Albert Subirats (22s60).
O time de 4x50m medley de Etiene Medeiros, Ana Carvalho, Daiene Dias e Alessandra Marchioro fez 1m47s20, está com o terceiro tempo para a final e detonou o recorde sul-americano da prova. A marca 1m54s84 foi feita em 2010 pela equipe do Pinheiros em que a Ana Carvalho integrava junto com Luiza Vieira, Daniele de Jesus e Carolina Penteado. A Dinamarca saiu com o primeiro tempo da prova, 1m46s76, seguida pelos Estados Unidos, com 1m46s82. A China veio depois do Brasil, com 1m47s40.
O mesmo aconteceu com o 4x100m livre feminino, com o tempo de 3m34s51, melhor do que o 3m35s95 do time brasileiro no Mundial de Dubai, em 2010, As novas recordistas são Larissa Oliveira, Dainara de Paula, Daiane Becker, Alessandra Marchioro. Há quatro anos, o quarteto foi formado por Tatiana Lemos, Flavia Delaroli, Michele Lenhardt e Juliana Kury.
Henrique Rodrigues estará na decisão dos 200m medley com o quarto tempo (1m53s49). Ele nadou na mesma série do americano Ryan Lochte, primeiro (1m52s92), e do japonês Hosuke Hagino, segundo (1m53s11), e acompanhou os dois até quase o final.
– Foi legal. O objetivo era classificar numa raia do meio pra ter noção da prova. Foi o meu melhor tempo nesta prova em piscina curta. Ainda dá pra melhorar muito pra tarde. Eu não esperava estar aqui. Essa é uma competição “bônus” para mim. Ela veio de um resultado inesperado do Troféu Finkel (em setembro). As medalhas de ontem foram uma injeção de energia na equipe toda. A gente sabe o quanto custa pra estar ali e ver os colegas no pódio é muito gratificante – disse Henrique, que no Troféu Finkel estava voltando de cirurgia no ombro.
Guilherme Guido e Henrique Martins nadaram os 50m costas e se classificaram para a semifinal da noite. Guido entrou com o oitavo tempo (23s55) e Henrique, com o 16º (23s90).
– A virada foi um pouco lenta, meu nado submerso também não foi tão bom. À tarde a gente sempre entra diferente, mais “pilhado” pra entrar na final e brigar por medalha. Estamos fazendo um excelente Mundial e isso motiva a querer sempre mais – disse Guido.
Nos 400m livre, o Brasil perdeu o recorde sul-americano da prova, que era de Armando Negreiros, do Botafogo, desde 2005, com 3m43s31, que permanece como marca nacional. O venezuelano Cristian Quintero fez 3m41s67 e terminou em 12º nas eliminatórias, fora da final.
Finais – 5/12 – Terceira Etapa – a partir das 13h, de Brasília
4x50m medley feminino – Final
50m costas – Guilherme Guido e Henrique Martins  – Semifinal
100m livre feminino – Sem brasileiras
50m borboleta masculino – Nicholas Santos e Henrique Martins – Semifinal
200m costas feminino – Sem brasileiras
200m peito masculino – Felipe França Silva – Final
50m borboleta feminino – Daynara de Paula – Final
400m livre masculino – Sem brasileiros
100m peito feminino – Sem brasileiras
100m medley feminino – Sem brasileiras
50m livre masculino – Cesar Cielo – Final
400m livre feminino – Sem brasileiras
200m medley masculino – Henrique Rodrigues – Final
4x100m livre feminino – Final
Eliminatórias – 5/12 – Terceira Etapa
4x50m medley feminino – 3º Etiene Medeiros, Ana Carvalho, Daiene Dias e Alessandra Marchioro – 1m47s20 – RB/RSA – Fase Final
50m costas – 8º Guilherme Guido (23s55) e 16º Henrique Martins (23s90) – Fase Semifinal
200m costas – Sem brasileiras
50m borboleta – 3º Nicholas Santos (22s78) e 14º Henrique Martins (23s07) – Fase Semifinal
100m peito – 31º Ana Carvalho (1m07s82)
400m livre – 35º Gabriel Ogawa (3m46s94)
200m medley – 4º Henrique Rodrigues (1m53s49) – Fase Final
400m livre – 18ª Jessica Cavalheiro (4m07s19) e 23ª Manuella Lyrio (4m08s73)
200m peito – 6º Felipe França (2m04s63) – Fase Final – e 11º Thiago Simon (2m06s42)
4x100m livre feminino – 5º Larissa Oliveira, Daynara de Paula, Daiane Becker, Alessandra Marchioro – 3m34s51 – RB / RSA – Fase Final




PARA CURTIR CLICAR NO LINK 



E-MAIL: francisswim@gmail.com
FONE 555191415266
BLOG FRANCISSWIM  http://francisswim.blogspot.com.br/
WhatsApp 5197226748

Já conhece o comparador de preços feito especialmente para você, amante do esporte? Encontre tudo o que procura no http://finalshopping.com.br

Nenhum comentário: