sábado, 20 de dezembro de 2014

Etiene Medeiros põe pela primeira vez uma brasileira no topo do ranking mundial da natação


Rio de Janeiro/RJ – Etiene Medeiros continua voando. Na final do Torneio Open desta sexta-feira, 19/12, ela marcou 27s37 e por apenas 31 centésimos não bate o recorde mundial, 27s06 da chinesa Jing Zaho. O tempo a coloca no topo do ranking mundial em piscina longa, lugar nunca antes ocupado por uma brasileira. Etiene, que foi sempre pioneira em seus resultados mais expressivos – prata no Mundial Júnior de 2008, duas medalhas de ouro e um recorde mundial no Campeonato Mundial em Piscina Curta de Doha – agora coloca mais um dado importante em seu currículo. Ela é a primeira também a estar no topo nas duas distâncias, em piscina longa e curta. O tempo também é novo recorde brasileiro e sul-americano, superando o 27s70 de Fabíola Molina, em 2009.
– Está ótimo. É a última competição do ano. O último suspiro que a gente tem que dar. O recorde mundial não é impossível. Eu estou numa fase boa, com uma cabeça boa, confiando demais no meu técnico e na minha equipe. A gente até brincou antes da competição porque perguntaram: “Você já viu o recorde mundial quanto é?” Imagine bater o recorde mundial na longa e aqui na Cidade Maravilhosa. Ia ser uma honra e um prazer. Seria sensacional, essa é a palavra – disse.
Na liderança do ranking mundial de 2014 na prova de 50m costas estava a chinesa Yuanhui Fu (27s51), tempo feito no Campeonato Nacional da China. A marca de Etiene, do Sesi/SP, claro, superou os 27s81 do índice para o Mundial de Kazan. É o primeiro dela, mas o de número 21 da delegação e, felizmente, muitos femininos. Joanna Maranhão, do Nikita/ Sesi, outra pernambucana “arretada” caiu na água para melhorar seu índice dos 200m medley e bater o recorde da competição, com 2m13s40. Na mesma prova, Gabrielle Roncatto, do Pinheiros fez 2m17s05 e foi prata com índice para o Mundial Júnior de Cingapura, em setembro do ano que vem.
E ainda Larissa Oliveira, do Pinheiros, já abriu a competição muito bem, superando o recorde brasileiro e sul-americano que Tatiana Lemos fez há praticamente cinco anos (18/12/2009). Larissa marcou 54s61 baixando os 54s72 do tempo antigo, mas que ainda não supera o índice 54s43 exigido para o Mundial de Kazan.
– Venho treinando um passo de cada vez. O primeiro objetivo era esse recorde sul-americano, agora a meta é esse índice. Então eu saio muito satisfeita. Era esse o objetivo. Agora é treinar mais as saídas e aquele final de prova que a gente tem que tirar o último fio de cabelo e bater na frente. A natação é feita de muitos detalhes. Às vezes uma respiração que você faz na hora errada pode atrapalhar tudo. Então é sentar e analisar a prova pra acertar – explicou.
No pódio com Larissa ficaram Graciele Herrmann (54s76), do Grêmio Náutico União, e Alessandra Marchioro (55s69), do Botafogo. Nos 100m livre masculino Marcelo Chierighini bateu na frente com 49s07, um centésimo acima do seu tempo de classificação para o Open. Com a prata ficou o campeão olímpico júnior Matheus Santana (49s16), da Unisanta, e Bruno Fratus (49s46) que venceu pela manhã ficou com o bronze à tarde.
– Eu dei a vida aí nessa prova. Infelizmente não consegui pegar o índice, mas tem outras competições. Estou motivado. Fiquei bem perto, mas ainda terão outras oportunidades. Bateu um cansaço no final porque a temperatura está muito alta – disse Chierighini.
Thiago Pereira, do Sesi/SP, e Henrique Rodrigues, do Pinheiros, fizeram uma bela prova de 200m medley. Thiago fez um tempo excelente, 1m57s23, e superou o próprio recorde de campeonato, 1m58s33, melhorando muito o índice que estabelecera pela manhã, 2m00s12.
– Fazia muito tempo que eu não tinha uma rotina dessas de nadar uma prova seguida da outra e consegui competir bem, terminar a semana bem. Mesmo hoje sendo a minha melhor prova a última prova da competição e consegui um bom resultado pro Sesi com o recorde de campeonato. Ter feito as melhores marcas da vida nos 100m e 200m livre (sem traje tecnológico) me deixou muito satisfeito e motivado pro próximo ano e pro Rio 2016 que é o objetivo de todo atleta não só da natação, mas de qualquer atleta que está representando o Brasil nos dias de hoje – finalizou Thiago.
Henrique foi o segundo da prova com 1m59s89 e colocou também seu nome na lista para Kazan.
– Estou muito satisfeito. Foi um ano muito difícil pra mim por causa da cirurgia em janeiro (artroscopia). Levei seis meses pra me recuperar, mas agora estou recuperado totalmente. O Campeonato Mundial foi o início de uma nova fase de treinamento, uma nova fase de vida. Agora saí daqui com o índice para o Mundial e era tudo o que eu queria. Não esperava nenhum resultado espetacular. O índice veio e agora é focar no Mundial e nas Olimpíadas do Rio de Janeiro. Devagar e sempre a gente vai conquistando tudo o que precisa – explicou.
O outro índice do dia veio com Thiago Simon, do Corinthians, nos 200m peito. Simon marcou 2m10s58 e o índice era de 2m11s66. De quebra, quebrou o recorde de campeonato que era do “xará” Thiago Pereira desde 2009, 2m10s66.
– No momento que passei os 100m metros, senti a energia da torcida corinthiana, ganhei uns centésimos ali. Sabia que estava bem e estava confiante. Ontem, não fui bem nos 400m medley, mas hoje foi legal e já penso em focar esta prova – disse Simon.
O revezamento 4x50m medley misto, sucesso para o Brasil no Mundial em Piscina Curta de Doha, encerrou o penúltimo dia com vitória e recorde de campeonato do time do Pinheiros. A equipe formada por Daniel Orzechowski, João Gomes Júnior, Daniele de Jesus e Larissa Oliveira fez 1m43s26. A marca anterior também era do clube, 1m44s45, feito no ano passado, em Porto Alegre.
Índices superados para Mundial de Kazan 2015
19/12 – Sexta-feira
50m costas – Etiene Medeiros – 27s37
200m peito – Thiago Simon – 2m10s58
100m livre – Bruno Fratus – 48s57
200m medley – Joanna Maranhão – 2m13s40
200m medley – Thiago Pereira – 1m57s23 /Henrique Rodrigues – 1m59s89
400m livre – Leonardo de Deus – 3m50s37
200m peito – Thiago Simon – 2m10s58
18/12 – Quinta-feira
50m livre – Cesar Cielo Filho -21s60 / Bruno Fratus – 22s24 / Nicholas Santos -22s26
50m livre – Lorrane Ferreira – 25s20
100m borboleta – Daynara de Paula – 58s36 / Daiene Dias – 58s49
400m medley – Joanna Maranhão – 4m41s00
100m borboleta – Thiago Pereira – 52s27
17/12 – Quarta-feira
100m Costas – Guilherme Guido – 53s73
50m Borboleta – Cesar Cielo – 22s91
50m Borboleta – Nicholas Santos – 23s01
50m Peito – João Gomes Jr. – 26s89
50m Peito – Felipe França – 27s04
100m livre (abertura de revezamento) – Cesar Cielo – 48s58
Índices superados para Mundial Jr de Cingapura de 2015
19/12
200m medley – Gabrielle Roncatto – 2m17s05
18/12 – Quinta-feira
200m livre – Gabrielle Roncatto – 2m02s16
400m medley – Brandonn Almeida – 4m21s39
Programação
4ª etapa (sábado, 20/12 – Daltely, 9h30m / Open, 17h)
200m borboleta F e M / 50m livre F e M / 100m peito F e M / 1500m livre F / 800m livre M / 4x100m medley F e M

FOTOS EDUARDO FONSECA


PARA CURTIR CLICAR NO LINK 



E-MAIL: francisswim@gmail.com
FONE 555191415266
BLOG FRANCISSWIM  http://francisswim.blogspot.com.br/
WhatsApp 5197226748

Já conhece o comparador de preços feito especialmente para você, amante do esporte? Encontre tudo o que procura no http://finalshopping.com.br

Nenhum comentário: