sábado, 11 de abril de 2015

TROFÉU MARIA LENK 2015 MATHEUS SANTANA VENCE, FAZ ÍNDICE E PODE NADAR O PAN DE TORONTO


Fortes emoções no encerramento do Campeonato Brasileiro Absoluto Troféu Maria Lenk de Natação 2015, na noite deste sábado, 11/04, na piscina do Fluminense. A competição definiu os atletas aptos a disputar os Jogos Pan-Americanos de Toronto/CAN e o Mundial dos Esportes Aquáticos de Kazan/RUS, em julho e agosto, e o Mundial Júnior de Cingapura, em setembro. Considerando o limite de dois atletas por prova, o Brasil tem 19 atletas com índices individuais para o Mundial da Rússia, em 19 provas. Com o mesmo critério, para a competição de juniores, o país estará em 16 provas, com 13 nadadores. A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos anunciará oficialmente as seleções para os três eventos depois de analisar a melhor formação para cada uma delas conversando com técnicos e atletas no final da próxima semana, durante a Clínica Rio 2016, de 17 a 19/04, no Sesi/SP, com os principais nadadores das seleções adultas. A prova de 100m livre masculino, a mais aguardada do programa, mais que a medalha, colocava em jogo as vagas tão desejadas para o revezamento 4x100m livre das competições internacionais. Matheus Santana, da Unisanta, turbinou as braçadas, venceu a prova e fez o índice para o Mundial com 48s78. A medalha de prata da prova ficou com Cesar Cielo, do Minas Tênis (48s97) e o bronze com João de Lucca, do Pinheiros (49s15). Contando os tempos do Torneio Open em dezembro do ano passado e do Troféu Maria Lenk deste ano a melhor formação de 4x100m livre é Bruno Fratus (48s57), Cesar Cielo (48s58), Matheus Santana (48s78) e Marcelo Chierighini (49s06). O quinto na lista dos 100m livre é João de Lucca, com 49s15. Caso Cielo não dispute os Jogos de Toronto, Matheus pode ter ganhado a sua chance de brilhar no Pan. “Consegui voltar bem, vi que passei um pouco atrás, mas voltei forte e graças a Deus consegui bater na frente. Estou muito feliz com o revezamento. Não sei se o Cesar vai nadar a prova (100m livre individual nos Jogos Pan-Americanos) então de repente eu nade a prova individual também. Estou ficando mais confiante. Pressão é uma coisa que todo o atleta tem que saber lidar. Agora é treinar, reunir a equipe e se unir pra conseguir um lugar no pódio. O Mundial é a principal competição deste ano e vai ser uma prévia pra Olimpíada. Foi muito especial hoje. A prova de hoje foi muito especial, tinha muita gente que eu via nadar na televisão, mas mais especial foi ver toda a minha família na arquibancada” disse Matheus.
As finais do último dia também promoveram mudanças no revezamento 4x100m livre feminino para as principais competições. Daynara de Paula, com a prata nos 100m livre do último dia do Troféu Maria Lenk conseguiu a última vaga. Ao fazer 55s34, ela ficou um centésimo mais baixo que o temo de Daiane Becker no Open 2014.  Os três melhores tempos são de Larissa Oliveira (54s61), Graciele Herrmann (54s76) e Etiene Medeiros (54s99). O Supervisor Executivo da CBDA, Ricardo de Moura, analisou a competição e a equipe brasileira.
- A avaliação é muito positiva. Acho que o Matheus Santana é um destaque por ganhar pela primeira vez a vaga para uma competição absoluta importante. Ele saiu vitorioso do Junior e já ingressou de forma sólida no time adulto. Achei interessante o Brandonn (Brandonn Almeida). Pela primeira vez teremos um atleta que pode integrar três seleções importantes (Mundial, Mundial junior e Pan). Vamos conversar muito para ver o que é melhor para ele e para o país sem queimar etapas. Vejo o Leonardo de Deus também como destaque. Achei que ele está mais maduro e pode chegar 1m53s (nos 200m borbo). Na natação feminina a distância já caiu muito. Batemos um recorde de 11 anos aqui. Uma prova interessante foi a de 200m livre, com a Larissa Oliveira e a Manuela Lyrio. A volta da Joanna num nível tão bom foi muito positiva também. O trabalho com o feminino está muito bem feito e planejado – disse.
Técnicos e eficientes - Etiene Medeiros, do Sesi/SP, foi a atleta mais técnica da competição, pelo desempenho nos 50m costas. Larissa Oliveira, do Pinheiros, ganhou o troféu eficiência como a nadadora que mais marcou pontos para o seu clube, com 105 pontos acumulados em quatro provas individuais (50m, 100m e 200m livre e 50m borboleta). No masculino, Felipe França, do Corinthians, foi o mais técnico pela prova de 50m peito, e Leonardo de Deus também do Corinthians foi o mais eficiente com 193 pontos somados nas provas de 200m e 400m livre, 200m borboleta e 200m costas.
O campeonato mais apertado de todos os tempos – Foi praticamente uma batida de mão. O Pinheiros sagrou-se campeão do 55º Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação com 2138,50 pontos. Apenas 5,50 pontos de diferença para o Minas Tênis Clube, que finalizou com 2133,00. O terceiro lugar ficou com o Corinthians (1732) seguindo por Unisanta (1215) e Sesi/SP (954,50).
O Troféu Maria Lenk de Natação 2015 acontece com recursos dos Correios – Patrocinador Oficial dos Desportos Aquáticos Brasileiros, e ainda do Bradesco/Lei de Incentivo Fiscal, Lei Agnelo/Piva – Governo Federal – Ministério do Esporte, Speedo, Sadia e Universidade Estácio de Sá.
Resultados finais – 6ª e última etapa – dia 11/04/2015
100m livre Fem = 1 – Larissa Oliveira – Pinheiros – 55s11 / 2 – Daynara de Paula – Sesi – 55s34 / 3 – Manuella Lyrio – Pinheiros – 55s55

100m livre Masc = 1 - Matheus Santana – Unisanta – 48s78 / 2 – Cesar Cielo – Minas Tênis - 48s97 / 3 – João de Lucca – Pinheiros - 49s15
50m peito Fem = 1 – Jhennifer da Conceição – Flamengo – 31s61 / 2 – Ana Carla Carvalho - Pinheiros – 31s92 / 3 – Julia Sebastian – Unisanta - 31s99
50m peito Masc = 1 - Felipe França – Corinthians – 27s07 / 2 – Felipe Lima – Minas Tênis – 27s39 / 3 – Raphael Rodrigues – Unisanta – 27s69
200m costas Fem = 1 – Etiene Medeiros – Sesi – 27s38 (RC) / 2 – Andrea Berrino – Unisanta - 29s39 / 3 – Natalia de Luccas – Corinthians - 29s50
200m costas Masc = 1 – Leonardo de Deus – Corinthians – 1m58s89 / 2 – Fabio Santi – Pinheiros – 2m01s27 / 3 – Nathan Bighetti – Minas Tênis - 2m01s43
4x100m livre Fem = 1 – Sesi (Etiene Medeiros, Andressa Sango, Daynara Paula e Jessica Cavalheiro) – 4m06s88 / 2 – Pinheiros (Joanna Maranhão, Ana Carla Carvalho, Manuella Lyrio e Larissa Oliveira) – 4m08s36 / 3 – Minas Tênis (Tatiana Adorno, Renata Sander, Daiane Dias e Daiane Becker) - 4m09s93
4x100m livre Masc = 1 – Minas Tênis (Thiago Pereira, Felipe Lima, Henrique Martins e Cesar Cielo) – 3m35s20 / 2 – Pinheiros (Guilherme Guido, Pedro Cardona, Guilherme Rosolen e João de Lucca) – 3m35s47 / 3 – Corinthians (Lucas Salatta, Felipe França, Arthur Mendes e Ricardo Oliveira) – 3m38s68
Atletas com índices para o Mundial de Kazan (somente poderão ir 2 atletas por prova de cada país)
50m livre F – Etiene Medeiros – 24s74 / Graciele Herrmann – 24s87 / Lorrane Ferreira – 25s20
50m livre M – Bruno Fratus – 21s41 / Cesar Cielo - 21s60 (abertura de revezamento) / Nicholas Santos – 22s15 / Walter Pereira Lessa – 22s17 / Alan Vitória – 22s23 / Ítalo Duarte - 22s25
100m livre M – Bruno Fratus – 48s57 / Cesar Cielo – 48s58 (abertura de revezamento) / Matheus Santana - 48s78
200m livre M – Nicolas Oliveira - 1m47s45
400m livre M – Leonardo de Deus – 3m49s62
1500m livre M – Brandonn Almeida - 15m12s20
50m Peito M – Felipe França – 27s04
100m peito M – Felipe Lima – 59s78 / Felipe França – 59s84
200m peito M – Thiago Simon – 2m10s58 / Thiago Pereira - 2m11s54
50m Borboleta M – Nicholas Santos – 22s90 / Cesar Cielo – 22s91
100m borboleta F – Daynara de Paula – 58s36 / Daiene Dias – 58s49 / Etiene Medeiros - 58s52
100m borboleta M – Thiago Pereira – 52s27  / Artur Mendes - 52s33
200m borboleta M – Leonardo de Deus – 1m55s19
50m costas F – Etiene Medeiros – 27s37
100m Costas M – Guilherme Guido – 53s73
200m medley F – Joanna Maranhão – 2m12s78
200m medley M – Thiago Pereira – 1m57s23 / Henrique Rodrigues – 1m59s28
400m medley M – Thiago Pereira – 4m13s94 / Brandonn Almeida - 4m15s82
400m medley F – Joanna Maranhão – 4m40s57
Índices superados para Mundial Junior de Cingapura de 2015 (somente poderão ir 2 atletas por prova de cada país)
50m livre M – Felipe Ribeiro Souza - 22s98
100m livre M – Felipe Ribeiro Souza - 49s93 / Pedro Spajari – 49s87
100m livre F – Gabriele Roncatto – 56s00
200m livre F – Rafaela Raurich – 2m01s44 / Gabriele Roncatto – 2m01s68 / Maria Paula Heitmann - 2m02s36
200 livre M – Felipe Ribeiro Souza - 1m50s24
400m livre M – Brandonn Almeida - 3m54s86
400m livre F – Gabriele Roncatto – 4m19s71 / Rafaela Raurich – 4m19s86 / Maria Paula Heitmann - 4m20s02
1500m livre M – Brandonn Almeida -  15m12s20 / Guilherme Costa - 15m31s87
100m costas M – Guilherme Basseto - 55s87
200m costas M – Brandonn Almeida – 2m01s02 / Nathan Bighetti – 2m01s28
100m borboleta M – Vinícius Lanza – 53s02 / Henrique Painhas – 53s99
200m borboleta M - Henrique Painhas – 2m01s09 / Kauê Carvalho – 2m01s40 / Giovanny Lima – 2m01s45 / Vinícius Lanza - 2m01s46
200m borboleta F – Maria Pessanha – 2m17s43
200m medley M – Caio Pumputis - 2m04s05
200m medley F – Gabriele Roncatto – 2m17s05
400m medley M – Brandonn Almeida – 4m15s82 
Eliana Alves / Souza Santos / Mariana de Sá
Foto: CBDA/Divulgação




O QUE ACONTECE DE NOTÍCIA NO MUNDO DOS ESPORTES AQUÁTICOS VOCÊ LÊ PRIMEIRO AQUI - BLOG FRANCISSWIM 320.000 VISUALIZAÇÕES / MÊS NA WEB














Nenhum comentário: