domingo, 12 de abril de 2015

Cesar Cielo fecha Maria Lenk com vagas em três provas confirmadas no Mundial




Encerrado o prazo para a obtenção de índices, campeão olímpico e mundial assegura presença em Kazã nos 50 m livre, 50 m borboleta e nos 100 m livre: ‘Vamos ter que nadar melhor’, sobre a equipe brasileira
O campeão olímpico e mundial Cesar Cielo deixou o Campeonato Brasileiro Absoluto – Troféu Maria Lenk de Natação 2015 com vagas confirmadas nos 50 m livre, 50 m borboleta e 100 m livre, na equipe do Brasil que irá para o Mundial de Kazã, na Rússia. Nas provas individuais, fechou o Maria Lenk, no parque aquático do Fluminense, no sábado à noite (11/04/2015), com medalha de prata nos 100 m livre (48s97) – Matheus Santana ganhou o ouro (48s78) e João de Lucca o bronze (49s15). Na atual fase da carreira, após três medalhas olímpicas e 16 ganhas em Mundiais, Cesar Cielo encara o cenário de forma diferente. “As competições grandes vão ditar a minha performance. Não tem como ser de outra forma”, disse Cielo, que vai a Kazã para brigar pelo tetra mundial dos 50 m livre.

Cielo ainda ganhou o ouro com o revezamento 4×100 m medley do Minas – com Thiago Pereira, Felipe Lima e Henrique Martins (3min35s20), no último dia de provas. Na competição, conquistou também com os revezamentos da Fiat/Minas o ouro no 4×50 m livre e a prata no 4×100 m livre. No total, foram seis medalhas, 4 de prata (50 m livre, 50 m borboleta, 100 m livre e 4×100 m livre) e 2 de ouro (4×50 m livre e 4×100 m medley). Cielo só lamentou que o Minas Tênis Clube não tenha levado o título – a distância para o Pinheiros foi bem pequena – 5,50 pontos. O Pinheiros somou 2.138,50 pontos e o Minas, que liderou a competição toda, finalizou com 2.133,00, com o Corinthians em terceiro. “Todos deram o máximo, mas faltaram alguns pontos para o título”, comentou Cielo, que nadou pela primeira vez ao lado de Thiago Pereira um torneio de clubes.

Cielo confirmou o índice em suas três provas no Maria Lenk, mas tinha tempos melhores que prevaleceram, da disputa do Open, em dezembro: 21s60, nos 50 m livre, 22s91, nos 50 m borboleta, e 48s58, nos 100 m livre. No Mundial, cada país pode levar dois atletas por prova.
Sobre os Jogos Pan-Americanos de Toronto, em julho – o Mundial será na sequência, com poucos dias de intervalo entre uma competição e outra – , e os resultados que a natação poderá obter Cesar Cielo disse que todos terão de melhorar. “Foi uma semana cansativa e agora é ter foco total nas competições, no Pan ou no Mundial seremos todos Brasil, e para termos grandes conquistas nessas competições vamos ter que nadar melhor.”
Revezamento nos planos

O balanço de Cielo sobre as três pratas que ganhou nas provas individuais.”Gostei do tempo dos 50 m borboleta (23s11). Queria um pouquinho mais dos 100 m livre (48s91), e os 50 m livre foi a prova que mais deixou a desejar (21s84). Foi uma semana bem cansativa. No final das contas, foi uma competição boa para treinar. Mas acho que, no geral, a natação sai daqui com a cabeça de que, para o Mundial, a gente precisa nadar melhor do que isso”, avaliou. A ideia de Cielo é brigar pelo tri nos 50 borboleta, além do tetra nos 50 m livre, e compor um bom revezamento 4×100 m livre do Brasil no Mundial.

No Maria Lenk, Matheus Santana fez o índice para o Mundial nos 100 m livre. Considerando os tempos do Torneio Open, em dezembro de 2014, e mais os do Maria Lenk, a formação do 4×100 m livre do Brasil teria Bruno Fratus (48s57), Cesar Cielo (48s58), Matheus Santana (48s78) e Marcelo Chierighini (49s06). O quinto na lista dos 100 m livre é João de Lucca, com 49s15. O Mundial seleciona 12 equipes para os Jogos Olímpicos Rio 2016. “Podemos ter um grande revezamento, do mesmo nível de equipes como a França e a Austrália, mas temos de nadar os quatro para 48 segundos”, afirmou Cielo.

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), informou que definirá com técnicos e nadadores, numa reunião em São Paulo (de 17 a 19/4/2015), as equipes brasileiras que irão aos Jogos Pan-Americano e ao Mundial de Kazã.




O QUE ACONTECE DE NOTÍCIA NO MUNDO DOS ESPORTES AQUÁTICOS VOCÊ LÊ PRIMEIRO AQUI - BLOG FRANCISSWIM 320.000 VISUALIZAÇÕES / MÊS NA WEB














Nenhum comentário: