domingo, 22 de maio de 2016

CHUVA DE BALAS DE FUZIL NA BAÍA DA GUANABARA MAIS UMA PREOCUPAÇÃO PARA OS JOGOS RIO 2016


Velejadores estrangeiros presenciam chuva de balas de fuzil na Baía de Guanabara e sentem na pele o problema da insegurança, uma preocupação para a Olimpíada
O primeiro susto olímpico de velejadores estrangeiros no Rio, já se aclimatando à cidade, veio do contato com as águas da Baía de Guanabara, o cartão-postal que sediará as competições de iatismo em agosto. Ao contrário do prometido, a baía ainda estará imunda. O segundo choque deu-se na terça-feira passada. Atletas de quatro equipes - Dinamarca, Grã-Bretanha, Irlanda e Nova Zelândia - preparavam-se para o treino quando brotou um tiroteio. Uma bala chegou a cravar no muro do clube onde estavam. Outras caíram n'água. Em pânico, eles correram em busca de abrigo. A triste cena aconteceu em Niterói, cidade vizinha ao Rio, também às margens da Guanabara, onde já há intenso frenesi de competidores adaptando-se às condições locais. Entendam-se por condições locais o clima, os ventos, as marés - e, deve-se incluir, a barbárie.
O que os velejadores presenciaram foi mais uma cena de bangue-bangue entre o tráfico e a polícia. O enredo, já tão banalizado, poderia ter passado em branco, não fossem as testemunhas um grupo de atletas olímpicos. Tentou-se abafar o assunto, pelo evidente risco de repercussão internacional. VEJA teve acesso aos detalhes do episódio. Seguiram-se ao horror do tiroteio reuniões em que os estrangeiros cogitaram trocar de sede. Como já haviam pago a conta em Niterói, porém, acabaram decidindo ficar ali, pelo menos por ora. Foram acionados o Comitê Olímpico dinamarquês e o Comitê Rio 2016, que promete passar à área da segurança um mapa sempre atualizado de onde os atletas estão. Até a última sexta- feira, o pedido de reforço policial, de responsabilidade do governo do estado, não havia sido atendido. De imediato, a rotina mudou. "Nós nos hospedamos perto do clube, íamos a pé para lá. Agora, só de táxi", diz o técnico da Dinamarca, Peter Hansen.
Os clubes niteroienses, Iate e Yacht, são emoldurados pelo Morro do Cavalão, que entrou no mapa da violência por abrigar a bandidagem que deixou favelas ocupadas por Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). No episódio de terça-feira, os marginais reagiam com seus fuzis a uma operação de rotina. "Foi uma experiência desagradável e um lembrete de que a segurança não é tão grande como na Dinamarca", escreveu em sua página no Facebook a velejadora dinamarquesa Anne-Marie Rindom. O velejador brasileiro Torben Grael, dono de dois ouros olímpicos, que incentivou as delegações a optar por aquela base, revelou constrangimento: "Aguardamos medidas de segurança por parte das autoridades". Que elas valham para os Jogos e depois deles.
S.O.S. - Delegações da vela, como a da Dinamarca, pedem amparo às autoridades(GUITO MORETO/Agência o Globo)
Fonte Revista Veja

Por: Leslie Leitão



SUDAMERICANO DE MALDONADO
O Blog Francisswim Esportes Aquáticos está lançando uma campanha de financiamento coletivo visando levantar fundos para o projeto de cobertura do maior evento de natação do ano, o X Campeonato Sudamericano de Natación y Águas Abiertas, de 8 a 13 de novembro em Maldonado no Uruguai. O projeto se chama “Sudamericano de Maldonado”. O nosso objetivo e promover, entre a comunidade aquática, a natação como um esporte que apresenta diversos benefícios para a saúde e bem estar da população. Nós publicaremos notícias, artigos de opinião, reportagens, vídeos sobre a competição no Uruguai. Estamos buscando arrecadar R$ 5.000 junto ao público. Para cada real doado, uma empresa irá doar outro real, num esquema chamado matching funds. Quem quiser contribuir pode doar a partir de R$ 10. Doações a partir de 100 reais receberão em troca “recompensas”. Doações de 100 reais receberão uma touca de natação personalizada do Circuito Rei e Rainha do Mar, 150 reais uma camiseta das maratonas aquáticas Travessias Bombinhas, 200 reais o livro “A Copa Oculta”, do vereador de Porto Alegre, João Bosco Vaz. Doações a partir de R$ 500 reais, além de ganhar o kit completo de recompensas, concorrerão a um maiô ou bermuda de alta performance e um Kit Aruba de natação da Poker. Para doar, basta acessar o link: http://www.kickante.com.br/campanhas/sudamericano-de-maldonado
PARA AS RECOMPENSAS TEMOS O APOIO DE:
CIRCUITO REI E RAINHA DO MAR – Toucas de natação
TRAVESSIAS BOMBINHAS – Camisetas do circuito
JORNALISTA JOÃO BOSCO VAZ – Livro A Copa Oculta
POKER NATAÇÃO – Kit Aruba Poker óculos, touca e protetor auricular


O QUE ACONTECE DE NOTÍCIA NO MUNDO DOS ESPORTES AQUÁTICOS VOCÊ LÊ PRIMEIRO AQUI - BLOG FRANCISSWIM Foram mais de 5.000.000 de VISUALIZAÇÕES no último ano


Francisswim Esportes Aquáticos é uma ferramenta única,   abrangente, multi-linguas, uma referência on-line para a comunidade aquática. Informação vistas nos últimos 12 meses no facebook (1.200.000), Google+ (3.700.000), blog (350.000). Clique no link e visite 




http://www.kickante.com.br/campanhas/blog-francisswim-esportes-aquaticos






































Nenhum comentário: