terça-feira, 28 de março de 2017

Águas Que Superam Limites Fladimir Klein


Sou  Fladimir F. Klein,  natural de São Leopoldo, uma cidade localizada a 35 km de Porto Alegre RS, nascido em 1967.
Vim morar em Florianópolis em 1993 e aqui iniciei minha caminhada na área que hoje atuo ativamente.
No principio não pensava em cursar e seguir a Faculdade de Educação Física, vim a convite de um tio que é dentista, portanto, por influência, vim para cursar odontologia na UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), mas depois de algumas tentativas sem sucesso, resolvi tentar na UDESC (Universidade do Estado de Santa Catarina) para Educação Física, pois esta sempre foi a minha segunda opção.
Aprovado e formado Bacharel em Educação Física, segui para minha vida profissional.
Depois de formado iniciei na área de treinamento, trabalhando em uma academia de natação próximo a minha casa, nos ingleses onde tenho residência, não foi o primeiro emprego, antes tinha trabalhado com recreação em um hotel, mas foi por pouco tempo.
Lá na academia iniciou minha caminhada nesta área de atividades aquática, principalmente de treinamento para desempenho, pois passado algum tempo iniciei um projeto que incentivava os alunos a competirem em provas de piscina e travessias.

Foi neste tempo que resolvi fazer a pós-graduação em Fisiologia do Exercício, para ter mais conhecimento, foi também neste período que apareceu a possibilidade de trabalhar com o segmento paradesportivo, quando um aluno cadeirante veio pedir para treinar na equipe, este somente tinha limitação de membros inferiores, mas era um desafio treiná-lo, mas como gosto disso, ser desafiado, aceitei, nunca imaginando aonde chegaria com este trabalho, até porque não conhecia nada deste segmento, e assim iniciou minha caminhada no Paradesporto na modalidade de natação.
Muitas coisas aconteceram neste período de 2007 até hoje, foi através deste segmento que pude vivenciar de perto um mundo novo de pessoas com deficiências, foi com este segmento que tive a possibilidade de viajar para fora do País, de conhecer sobre as varias patologias e limitações, me espantar com a determinação e força de vontade de pessoas que não acreditamos que possam fazer acontecer.
Já me perguntaram, quando viajo para algum evento esportivo da área, como, Brasileiros e Open Internacionais, como me sinto no meio deste grupo de indivíduos “aleijados” (linguajar popular), e tristemente respondo, “E quem diz que estava no meio destes indivíduos? Onde eu estava não tinha este tipo de pessoa, pelo contrário, eram muito independentes e determinados, isso sim, sem momentos de tristeza e lamentação, pelo contrário, se fosse assim como você pensa, eu também não estaria no meio”.

Muitas alegrias este segmento esportivo me trouxe e muitas oportunidades tive e tenho, como viajar, estar em um evento de grande magnitude como Jogos Parapanamericano de Guadalajara em 2011, estar também no evento teste dos Jogos Paraolímpicos do Rio de Janeiro, ter sido finalista do Troféu Gustavo Kuerten por duas vezes e meus Atletas já terem ganho o seu troféu, nesta premiação, tão significativa do Estado de Santa Catarina.

Já em matéria de conquistas e títulos, dentro da piscina, tenho muito orgulho de dizer que sou um dos poucos técnicos do Brasil, que possuem o Titulo de Campeão Mundial Paraolímpico, conquistado em 2013, no Mundial Paraolímpico que aconteceu no Canadá, sem falar nos títulos de Campeão Mundial Junior em 2008, Campeão Parapanamericano Jovem em 2009, ter atletas participando do Mundial de Natação Absoluto em 2010 na Holanda, e títulos de Campeão Brasileiro, ao longo da jornada conquistado por este atleta e outros paratletas que passaram a treinar sob minha orientação.
Outro importante acontecimento foi o revezamento da chama Olímpica, quando esta passou aqui na Capital.
Foram 1200 condutores, que percorreram 329 cidades acompanhadas por uma série de festividades em cada cidade que passavam.

Estes condutores foram selecionados pelo grau de envolvimento e comprometimento principalmente com o espirito social e esportivo de cada cidade, e fui um dos indicados pela Nissan, um dos patrocinadores do revezamento.
Sempre me perguntam como isso aconteceu, como tive a sorte, porque fui escolhido? Aí respondo:- “Foi minha história contada em um site dos Jogos Olímpicos que queriam saber quem se atrevia a ser um condutor da chama e porque”.

Como meu Atleta principal tinha conquistado o titulo de melhor do mundo, meus planos de estar nos Jogos do Rio de Janeiro se fortaleceu porem depois disso, do titulo tão almejado, o atleta deixou o estado e foi treinar com o grupo da seleção brasileira e ai, já não era mais o técnico dele, consequentemente o sonho de estar nos jogos do rio, foi desmoronado e fiquei eu no caminho e achava justo a minha participação no revezamento, por ser uma forma, mesmo que indireta, de estar fazendo parte deste evento e minimizar um pouco a frustação, por toda a dedicação e esforço empenhado e assim fui um dos selecionados.
Outro acontecimento que me deixou muito feliz, foi à convocação para estar nas Paraolímpiadas Escolares Nacional de 2016, evento realizado pelo Comitê Paraolímpico, para adolescentes em idade escolar e como técnico da Seleção Catarinense.
Meus atletas já tiveram participando neste evento e ajudando o estado, porem eu nunca tinha sido convocado. Muito orgulhoso desta convocação, mesmo já tendo vivido a conquista de um titulo mundial por um atleta, a emoção e ansiedade foi muito grande.
No final foi muito bacana, pois Santa Catarina ficou muito bem no geral do evento, com a terceira colocação e a modalidade natação sagrou-se vice-campeã, perdendo para a equipe de São Paulo.
Bem, creio que ainda não tenha colocado um ponto final, nesta minha curta caminhada dentro do paradesporto.
Nunca acreditei que seria fácil, porem sempre acreditei que com esforço, dedicação e amor conseguiria superar os obstáculos.

Sou grato a cada um dos atletas que confiaram e acreditaram e que pude contribuir um pouco em sua trajetória dentro das piscinas e espero, de verdade, poder contribuir com outros que futuramente virão.
Construir sonhos e alimentar outros, esta é, e sempre será minha missão.
Obrigado a Revista Muito mais Esporte pelo espaço e parabéns pelo brilhante e importante trabalho que vem fazendo para o Esporte em geral no Estado de Santa Catarina.
MATÉRIA DE MUITO + ESPORTE









Publicado por Francismar Siviero



O QUE ACONTECE DE NOTÍCIA NO MUNDO DOS ESPORTES AQUÁTICOS VOCÊ LÊ PRIMEIRO AQUI - BLOG FRANCISSWIM Foram mais de 35.000.000 de VISUALIZAÇÕES no último ano


Francisswim Esportes Aquáticos é uma ferramenta única,   abrangente, multi-linguas, uma referência on-line para a comunidade aquática. Informação vistas nos últimos 12 meses no facebook (24.397.084), Google+ (5.144.802), blog (401.672). Clique no link e visite 




http://www.kickante.com.br/campanhas/blog-francisswim-esportes-aquaticos



































Nenhum comentário: