sexta-feira, 24 de junho de 2016

JOANNA MARANHÃO JOGA LUZ SOBRE O COMANDO DA CBDA EM ENTREVISTA PARA A TRIBUNA


Nadadora ficou perto de uma medalha olímpica em Atenas
Ela tem 29 anos e é uma referência dentro das piscinas e também fora delas. Nadando contra as águas da acomodação, a recifense Joanna Maranhão joga luz sobre o comando da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) e paga o preço por isso. Quando questionada acerca dos motivos da falta de resultados da natação feminina em relação à masculina, ela não perdoa: "Nunca tivemos a mesma estrutura e empenho por parte de nossa confederação", diz a atleta 
Joanna, como é participar de uma Olimpíada?
É uma experiência única e marcante, não é a toa que tudo é tão especial e, não é a toa que a gente sonha com isso desde criança e se empenhe tanto pra chegar lá.
Qual é sua expectativa em relação à disputa no Rio-2016?
Tenho treinado muito forte, nunca encarei o esporte de outra forma, mas percebo que estou na minha melhor forma física, então vou em buscar de colocar tudo isso pra fora e competir de igual com as outras adversárias.
Quais provas pretende disputar?
200, 400 medley e 200 borboleta.
Como vê o fato do César Cielo não ter conseguido o índice e ficado fora da competição?
Foi muito triste mas o esporte é assim, tem dessas coisas, Cesar é um marco na nossa modalidade e isso não muda pelo fato dele não estar presente nessa seleção.
Por que a natação feminina do Brasil ainda não obteve resultados semelhantes à masculina?
Porque nunca tivemos a mesma estrutura e empenho por parte de nossa confederação.
Como está sendo sua preparação? Já definiram onde será a adaptação dos atletas da natação?
Não sei ainda onde vai ser nossa aclimatação mas não estou preocupada com isso, tenho treinado muito forte pra chegar bem nos jogos e é nisso que estou focada.
Além do Rio-2016, você ainda pretende disputar Tóquio-2020?
Não digo nunca pra nada, mas aos 29 anos não me vejo encarando mais um ciclo olímpico, porém: quem sabe?
Em Atenas, você ficou perto de uma medalha nos 400m medley. O que mudou de lá pra cá? 
Muita coisa e ao mesmo tempo nada, vivi experiências intensas que influenciaram dentro das minhas performances, que foram importantes para o grau de maturidade que me encontro hoje.
Dá pra pensar em uma medalha no Rio-2016?
Passos precisam ser tomados antes de uma disputa de medalha: passar da eliminatória pra final, por exemplo. Eu trabalho passo a passo.
Qual é sua relação hoje com a CBDA?
Mínimo de contato possível, apenas o estritamente necessário e de preferência por intermédio do meu treinador.
Você acredita que a natação brasileira conquiste muitas medalhas no Rio? 
Eu acredito que o time está pronto pra competir forte, mas até aí o mundo inteiro também estará, por isso, não posso arriscar um palpite quanto a medalhas.
Fonte A Tribuna Glauco Braga
 http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/olimpiadas-2016/nunca-tivemos-a-mesma-estrutura-e-empenho-por-parte-de-nossa-confederacao-diz-joanna/?cHash=e849bb0eddea8f6bbab9edaa5c789ff8







O Blog Francisswim Esportes Aquáticos está lançando uma campanha de financiamento coletivo visando levantar fundos para o projeto de cobertura do maior evento de natação do ano, o X Campeonato Sudamericano de Natación y Águas Abiertas, de 8 a 13 de novembro em Maldonado no Uruguai. O projeto se chama “Sudamericano de Maldonado”. O nosso objetivo e promover, entre a comunidade aquática, a natação como um esporte que apresenta diversos benefícios para a saúde e bem estar da população. Nós publicaremos notícias, artigos de opinião, reportagens, vídeos sobre a competição no Uruguai. Estamos buscando arrecadar R$ 5.000 junto ao público. Para cada real doado, uma empresa irá doar outro real, num esquema chamado matching funds. Quem quiser contribuir pode doar a partir de R$ 10. Doações a partir de 100 reais receberão em troca “recompensas”. Doações de 100 reais receberão uma touca de natação personalizada do Circuito Rei e Rainha do Mar, 150 reais uma camiseta e uma touca das maratonas aquáticas Travessias Bombinhas, 200 reais o livro “A Copa Oculta”, do vereador de Porto Alegre, João Bosco Vaz. Doações a partir de R$ 500 reais, além de ganhar o kit completo de recompensas, concorrerão a um maiô ou bermuda de alta performance e um Kit Aruba de natação da Poker. Para doar, basta acessar o link: http://www.kickante.com.br/campanhas/sudamericano-de-maldonado

PARA AS RECOMPENSAS TEMOS O APOIO DE:
CIRCUITO REI E RAINHA DO MAR – Toucas de natação
TRAVESSIAS BOMBINHAS – Camisetas e toucas do circuito
JORNALISTA JOÃO BOSCO VAZ – Livro A Copa Oculta
POKER NATAÇÃO – Kit Aruba Poker óculos, touca e protetor auricular






O QUE ACONTECE DE NOTÍCIA NO MUNDO DOS ESPORTES AQUÁTICOS VOCÊ LÊ PRIMEIRO AQUI - BLOG FRANCISSWIM Foram mais de 5.000.000 de VISUALIZAÇÕES no último ano


Francisswim Esportes Aquáticos é uma ferramenta única,   abrangente, multi-linguas, uma referência on-line para a comunidade aquática. Informação vistas nos últimos 12 meses no facebook (1.200.000), Google+ (3.700.000), blog (350.000). Clique no link e visite 




http://www.kickante.com.br/campanhas/blog-francisswim-esportes-aquaticos








































Nenhum comentário: