sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Nadadora de 10 anos e 1,36 m vira xodó do Mundial de Kazan



Convidada pela organização, Alzain Tareq, do Bahrein, fez o último tempo das eliminatórias dos 50m borboleta, mas foi ovacionada e assediada por jornalistas
Fonte Revista Veja Editora Abril
Alzain Tareq, do Bahrein, se assustou com o número de jornalistas que a cercaram após feito histórico(Christophe Simon/AFP)
Uma menina de apenas 10 anos e 1,36 metros de altura foi a estrela das eliminatórias desta sexta-feira no Mundial de Esportes Aquáticos, em Kazan, na Rússia. Alzain Tareq, do Bahrein, participou da prova dos 50 metros borboleta, por convite. Apesar de terminar no 64º e último lugar entre todas as competidoras, ela foi ovacionada pelos torcedores e se tornou a atleta mais jovem da história a participar do Mundial.
"Estou tão feliz. Estava nervosa quando entramos na piscina, mas depois me senti um pouco melhor", disse a criança, cercada por um batalhão de jornalistas. "Meu objetivo é ir para os Jogos Olímpicos. Em Tóquio-2020, talvez".
Para difundir a modalidade, os organizadores do Mundial de Natação, assim como de Atletismo, distribuem convites para países sem tradição no esporte. No caso do Bahrein, só há 12 meninas que treinam natação e todas têm menos de 12 anos. Tareq é a mais rápida delas.
As Olimpíadas seguem as normas de idade mínima de cada confederação internacional - na ginástica, por exemplo, desde 1997, os atletas só podem competir internacionalmente se completarem 16 anos no ano da competição. Como a natação não possuiu limite de idade, Tareq pode disputar até os Jogos do Rio, no ano que vem, caso seja convidada.
A garota do Bahrein já havia participado de competições internacionais nos Emirados Árabes, no Catar e na Jordânia, todos países do Golfo Pérsico, como o Bahrein. "Ela tinha experiência competitiva, mas esse é um nível completamente diferente. Ela está amando", contou o pai, Tareq Salem.
Como a mãe dela é escocesa, a família está considerando a hipótese de se mudar para a Grã-Bretanha para que ela possa treinar lá a partir dos 14 anos. Em Kazan, ela nadou em 41s13, 15s70 acima da sueca Sarah Sjostrom, a melhor das eliminatórias. Como comparativo, a primeira colocada no último Torneio Ivo da Silveira, que reúne crianças até 10 anos do Rio de Janeiro, ganhou com o tempo de 36s47.

Alzain Tareq não fez um tempo excepcional nem mesmo os padrões de sua idade(Christophe Simon/AFP)
















COMPARTILHE ESTE POST E CONCORRA A UM KIT NATAÇÃO (TOUCA- SUNGA OU MAIO - ÓCULOS - TOALHA DE BANHO)

Nenhum comentário: